Archive for the ‘cachaça’ Category

Drinks no TATÁ Sushi

8 de novembro de 2017

2017-11-08-Drinks no TATÁ Sushi

Não é sempre que a gente consegue juntar trabalho com prazer. Trabalho de informar e prazer de degustar bons drinks criados pela união de dois amigos. O primeiro é o Luizinho Hirata dono do TATÁ Sushi um dos melhores restaurantes japoneses de São Paulo e Zulu um dos mixologista mais competentes do Brasil.

Luizinho fez uma reforma no restaurante e criou uma área de bar muito legal que está com uma excelente seleção de sakes e de drinks by Zulu.  Alem dos clássicos que não podem faltar ele criou seis drinks, quatro deles com sakês. Vale a pena experimentar o Brasil Japão (Sakê, Cachaça, Néctar Yozu, Mel e Purê de Abacaxi – R$ 31), o Kashu San leva Sakê, Bourbon, Caju, Limão e Caju Seco (R$ 28) e é muito interessante por conta do contraste entre o sakê e o Bourbon. Não deixe de experimentar o Banzeiro (Cachaça, Vinho tinto, Xarope de balsamo e espuma cítrica – R$ 26). Outro ponto positivo do cardápio de bar é a variedade de petiscos que combina muito bem com os drinks.

TATÁ Sushi – Rua João Cachoeira, 278 – Itaim Bibi – Tel: 30278-2006

Anúncios

Drinks novos no Restaurante Mestiço

20 de outubro de 2017

2017-10-20-Drinks novos no Restaurante Mestiço

Inaugurado em 1997, pela chef Ina de Abreu, o Mestiço é onde a Tailândia e Bahia se encontram na mesa. Com uma cozinha contemporânea bem variada o restaurante reúne um público bem variado em um ambiente simples que sempre tem exposições de arte que são renovadas periodicamente.

Para comemorar seus 20 anos foram criadas cinco novas receitas de drinques criadas pelo bartender da casa, João Paulo de Melo. Elas trazem sabores cítricos e utilizam frutas e flores em combinações perfeitas para harmonizar com o cardápio da casa e refrescar o calor da primavera.

Entre as novidades, o Black Thai é preparado com cachaça infusionada em pimenta negra, limão siciliano e adoçado com agave (R$ 30) e o Alozem  que leva cachaça de cambuci e cachaça especial, cerveja, xarope de gengibre, limão siciliano e alecrim (R$ 30).

Para os apreciadores de gim, o Flor de Lis combina o destilado com suco de cranberry, limão siciliano e Licor de Flores (R$ 30) e o Gim Tônica ganha um toque de flor de hibisco (R$ 34). E com inspiração mediterrânea, o Sicília leva Aperol, licor Frangelico, limão siciliano, suco de laranja e ganha como guarnição muçarela de búfala e tomate cereja temperados com ervas de Provence (R$ 29).

Para acompanhar as novidades nado como os clássicos do cardápio como a entrada Krathong-thong (Cestinhas tailandesas de massa crocante, recheadas com frango, milho e especiarias (R$ 33, 7 unidades), os Crostini de queijo de cabra e compota de tomate (R$ 30) e as Empadinhas de alho poró (R$ 26, 3 unidades).

Mestiço – Rua Fernando De Albuquerque, 277 – Consolação – São Paulo – SP – Telefone: (11) 3256 3165

 

 

Bar Piratininga comemora 25 anos

16 de outubro de 2017

2017-10-16-Bar Piratininga completa 25 anos

Um dos redutos da boa música e shows ao vivo o bar Piratininga que foi um dos pioneiros na Vila Madalena comemora 25 anos de sucesso em grande estilo.  Após um período fechado para reforma, a casa acaba de reabrir com novo ambiente cheio de referências musicais, sem perder o clima anterior que fez a história da casa.

Para comemorar a nova fase, o estabelecimento convidou a bartender Adriana Pino para renovar a carta de drinks. Além de opções clássicas ela trouxe criações autorais como Nuno Midelis – Bourbon, xarope de gengibre, mix cítrico e hortelã (R$31).

Ela tambem criou uma sessão de Gin Tônicas, com sete versões como Águas de Março – gin, xarope de erva doce, suco de grapefruit e creme de abacaxi (R$31) e Alegria, Alegria – Gin, morango, cardamomo e perfume de Laranja Bahia (R$29). As receitas estão sendo executadas pelo barman Passarinho, no comando do balcão há mais de 20 anos.

O menu também foi reformulado pelo chef Claudio Aliperti. Para petiscar, Bolinhos de frango com curry picante e chutney de manga caseiro (R$46), Pão de alho com calabresa (R$38) e Carne-seca desfiada puxada com cebola roxa na manteiga de garrafa com mandioca cozida (R$49).

Instalado na Vila Madalena desde 1992, o Piratininga é um local único. As apresentações musicais vão do jazz à MPB, do blues à bossa nova, passando por ritmos latinos e folk, com presença de grandes nomes nacionais e internacionais. Alguns eventos reúnem música e gastronomia, tornando a experiência ainda mais completa. Seu nome é uma homenagem ao primeiro nome da cidade, São Paulo de Piratininga.

Piratininga Bar – Rua Wisard, 149 – Vila Madalena – Tel: 3032-9775

Visita a Busca Vida

18 de setembro de 2017

2017-09-18-Visita Busca Vida 

Recentemente fui convidado pelo pessoal da Interfood, uma das grandes importadoras e distribuidoras de bebidas do Brasil para conhecer o Galpão Busca Vida e o local onde se produz a a famosa Busca Vida.

O galpão tem 20 anos de história, a bebida 19 e ambas foram criação do Carlão, dono da marca e um cara com muuuita história pra contar que resolveu juntar cachaça artesanal com limão e um toque de mel.

A ideia dele era criar um drink a base de cachaça que fosse fácil de beber e atingisse todos os públicos. Busca Vida acabou lançando então uma nova categoria de bebidas no país que hoje tem mais 21 produtores. Para o Carlão isso é bom por que o publico passa a saber que este estilo de bebida existe mas também pode inibir o consumo caso a marca escolhida não tiver uma qualidade muito boa.

20170731_111104.jpg

O Galpão Busca Vida que fica em Bragança Paulista interior de São Paulo é outra história a parte. Ele foi criado para reunir os amigos, compartilhar bons momentos e tomar cachaça. Com o passar do tempo o espaço foi aumentando, shows foram chegando e a receita da bebida se aprimorando. Hoje em dia fica muito difícil imaginar o Galpão sem a bebida e vice versa.

Em 2002 o Galpão Busca Vida ganhou ainda mais reconhecimento com a participação na realização do Festival de Arte Serrinha. O evento acontece todos os anos durante três semanas do mês de julho no bairro da Serrinha (Bragança Paulista – SP) e tem por objetivo criar um momento de imersão artística na natureza em oficinas, vivências, residências, shows, performances, palestras, teatro, cinema e exposições de arte.

O festival é quase um laboratório a céu aberto onde seus criadores se preocupam com a região da Serrinha e compartilham o sonho de relações mais humanas entre pessoas, cultura e paisagens.

O Galpão tem shows todos os finais de semana com estilos diversos, para ver a programação é só entrar no site http://galpaobuscavida.com.br/ . Enquanto assiste aos shows dá pra beber Busca Vida a vontade sem ter que voltar pra casa dirigindo. É que o Carlão usando coisas de demolição transformou o velho sitio em uma aconchegante pousada com quatro quartos: a Hospedaria Rural.

No dia seguinte, antes de voltar pra casa ainda dá pra curtir a Cá De MezzAmig que em dialeto romagnolo e quer dizer “Casa dos meus amigos”. Este restaurante foi criado seguindo o estilo da gastronomia da região da Emilia Romagna na Itália.

Ca de Mezamgi

Para começar tem a Piadina um pão tipo azzimo, parecido com dos antigos romanos, que por muito tempo foi a base da comida dos romagnolos. Com o passar dos tempos, sua receita foi enriquecida com outros ingredientes. Como prato principal as massas tradicionais como o famoso macarrão a bolonhesa além de taglitelle, strozzapreti, cappelletti, tortellini, lasagna entre outros.

Se tiver a oportunidade de bater um papo com o Carlão a viagem estará completa pois são poucas as bebidas no mundo que te oferecem um cardápio tão completo de atividades como a Busca Vida.

Frank Bar lança nova carta de drinks

15 de setembro de 2017

Parece muito mais tempo mas o Frank Bar que fica ao lado da recepção do Hotel Maksoud Plaza só tem dois anos de funcionamento,  e agora lança mais uma carta de drinks criados pelo bartender Spencer Amereno  um dos melhores representantes da coquetelaria brasileira atual.

Depois de meses de pesquisas e testes a carta 2017/2018 traz 20 receitas, sendo 17 exclusivos. Eles estão divididos em quatro seções.

Slide1

A  primeira e maior  seção  Simulacrum tem metade dos drinks e  é  focada  em  grandes  ícones  da  coquetelaria,  mas  vai contra  a  mentalidade  de  que  o  drinque  deve  seguir  a  receita  à  risca.  É  uma ótima viagem para quem quer viajar no tempo e entender o clima de quando e onde um drinque foi criado. Neste  segmento  são  citadas  histórias  de  grandes  nomes  como  Jerry  Thomas,  que  teve enorme influência no século XIX e chamava muita atenção fazendo malabarismo com os utensílios do bar, usando abotoaduras, colares e anéis de diamantes. Ele lançou o Bar-Tender´s Guide em 1862 e trouxe pela primeira vez a receita  de um “cock-tail”. Baseado em Thomas foi  criado  o  ‘Improved  Whiskey  Cocktail’,  com  uma  mistura  de Bourbon Woodford Reserve, tintura de absinto, estragão mexicano, folha de pitanga, charuto e Jerry Thomas Own Decanter Bitters.

Outros influenciadores que também aparecem são Harry Johnson, russo que venceu como um dos cinco melhores e mais científicos bartenders da época em New Orleans; Emilio “Maragato” Gonzalez, espanhol que migrou para Cuba e trabalhou no famoso El Floridita; Harry Macelhone, determinante na coquetelaria do começo do século XX e conhecido por seu trabalho no Harry´s New York Bar;  Santiago Policastro, considerado pai de todos os barmen latino-americanos;  Don The Beachcomber, grande responsável pelo início do tiki-craze;  Jorge Gasparó, que publicou o Guia Prático do Bartender, em que aparece pela primeira vez a tequila como base para uma mistura;  Kazuo Uyeda, o inventor do hard shake e mestre da coquetelaria japonesa; e Harry Craddock, o último a ter feito um drinque antes da Prohibition em 1920 e inspiração para dois drinques do Frank  Bar:  ‘(Dry)  Alaska’  e  ‘Chrysanthemum’  feitos  à  base  de  gim  e  vermute, respectivamente.

 

Errata Maksoud

Na segunda parte do cardápio  a Stratum trata-se de um complemento da parte anterior, mas não é focada no autor e sim  no  drinque  como  influência.  São  coquetéis  pouco  populares,  quase esquecidos, e que precisam ser trazidos de volta, pois suas receitas têm potencial para se adequar ao paladar moderno.

Há três variações a serem experimentadas o  Ambrosia que leva Poire Williams Eua de Vie, Havana Club 7, marmelada de laranja vermelha com sour beer, Espumante  Brut e  CO²;  o Mamie  Taylor e o Fernet Cocktail, com um perfil de baunilha, amargo e resinoso.

Slide3.JPG

A terceira parte é a Circumlocution. São drinques já bastante consumidos e podem ser difíceis para se fazer uma nova versão, mas existe criatividade para tudo, ainda mais nas mãos de Spencer. Aqui  temos  o Maverick Negroni,  feito  com  Gin,  Fernando  de  Castilla  Classic  Manzanilla,  chocolate  bitters,  Amaro Lucano, óleo de castanha do pará e sal;  o Aperol Soyer Au Champanhe; o Sangre y Humo,  um  Bloody  Mary  mais  que  renovado;  e  o  Non  Compos  Mentis,  uma  nova   versão do White Russian.

Slide4Para fecha o cardápio a quarta seção chamada Opus é composta pelas obras de Spencer e tem tudo a ver com  a  contemporaneidade.  Ataraxia é  um  drinque  defumado,  cítrico,  levemente frutado e doce à base de Evan Williams Black; o ‘A Smash’, composto por Gin Beefeater, Sencha Noily Prat, folhas de aipo, hortelã bicolor, chutney de manga, limão siciliano  e  puxuri;  e  o  ‘Nahua  Cooler’,  que  tem  aroma  de  lúpulo,  é refrescante, lático e leva tequila.  Todos os drinks tem preço único de R$ 35,00.

Frank Bar – Maksoud Plaza Hotel  – Rua São Carlos do Pinhal, 424

 

Cachaça em Dose Dupla

4 de setembro de 2017

2017-09-04-Cachaça em dose dupla

Os apreciadores de cachaça podem ir preparando a agenda para dois eventos que prometem  agitar o mercado desta bebida. De 20 a 21 de Setembro acontece em São Paulo a Cachaça Trade Fair e dias 22 e 23 do mesmo mês  o Simposio da Cachaça em Piracicaba.

A Cachaça Trade Fair é um evento dedicado exclusivamente aos negócios da segunda bebida alcoólica destilada mais consumida no Brasil. A feira vai reunir produtores e distribuidores nacionais em um espaço que pretende incentivar o desenvolvimento do setor.

Organizada em parceria com o Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC), representante formal de empresas que detêm 80% da produção de cachaças vendidas no Brasil, a Cachaça Trade Fair contará com uma intensa programação de degustações guiadas, palestras e workshops voltados à formação dos profissionais que buscam estratégias mercadológicas inovadoras e eficientes para potencializar o segmento.

A Cachaça Trade Fair é exclusiva para profissionais do setor portadores de CNPJ (proprietários de bares, restaurantes, gestores de alimentos e bebidas de supermercados, hotéis, lojas de bebidas, grandes atacadistas, importadores internacionais, jornalistas especializados e demais categorias relacionadas ao segmento).

O cadastro de profissionais para recebimento de convites e crachás do evento deve ser realizado na área ‘Como Visitar’ no site da feira: www.cachacatradefair.com.br.

Nos dias 22 e 23 de Setembro acontece em Piracicaba o primeiro Simpósio da Cachaça. O evento irá tratar de temas como as tendências deste mercado, como melhorar a produção e como se posicionar no mercado.  Durante dois dias, diversos profissionais irão abordar este e outros temas.

SERVIÇO

Cachaça Trade Fair – 20 e 21 de setembro | Das 14 às 22 horas

Pavilhão de Exposições do Anhembi – Av. Olavo Fontoura, nº 1209, Santana / São Paulo

Para inscrições: www.cachaçatradefair.com.br

 

1º.  Simpósio da Cachaça – 22 e 23 de setembro

Rua Cezira Giovanoni Moretti – Santa Rosa, Piracicaba – SP (em frente à Raìzen)
Para inscrições: https://simposiocachaca.vpeventos.com/

 

Evento – 1º. Concurso Nacional de Rabo de Galo

23 de agosto de 2017

2017-08-23-1o. Concurso Nacional de Rabo de Galo1

Nos dias 21 e 22 de Agosto de 2017 aconteceu no Clube Atlético São Paulo o 1º. Concurso Nacional de Rabo de Galo.  O evento foi criado e organizado pelo Mestre Derivan um dos ícones da coquetelaria nacional e contou com o patrocínio das cachaças 51, Leblon, Tiê, Paulista, Yaguara, Princesa Isabel, Brasilberg, Stock Licores e Bartender Store, alem do apoio do IBRAC – Instituto Brasileiro da Cachaça, Cúpula da Cachaça, Confraria Paulista da Cachaça, Escola da Cachaça e Pró Drinks – Escola de Bartenders.

Participaram do concurso 29 bartenders de todo Brasil que tiveram o desafio de fazer uma releitura do clássico rabo de galo que leva cachaça e vermute. Eles poderiam escolher entre cachaças brancas e envelhecidas que comporiam 70% da receita e os outros 30% até cinco ingredientes de livre escolha.

O concurso teve duas etapas, no primeiro dia foram selecionados 10 bartenders que competiram na grande final de terça. O grande campeão foi o capixaba   Rafael Welbert bartender do esquina Mocotó.

A idéia do concurso é criar um caminho para que o Rabo de Galo seja mais uma  receita brasileira a entrar na lista de Cocktails  Internacionais da IBA-Internacional Bartender Association , junto com a Caipirinha e promova  ainda mais os profissionais brasileiros.

2017-08-23-1o. Concurso Nacional de Rabo de Galo2

Aniversário Napoli Centrale

11 de agosto de 2017

2017-08-11-Aniversário Napoli Centrale

Um dos lugares mais legais do Mercado Público de Pinheiros completa 1 ano de vida. A Pizzaria  Napoli Centrale chegou em Agosto de 2016 e foi a pioneira em colocar uma pizzaria dentro de um mercado municipal que estava sendo revitalizado. O cardápio é nota 10 e uma das minhas favoritas é o Calzone de Calabresa com Cachaça. Para acompanhar as cervejas da casa a Porco Loco Pink Weiss, Vienna Rost ou Oink IPA.

A casa tem no comando o chef gaúcho Marcos Livi e o premiado pizzaiolo de Brasília, Gil Guimarães. Para comemorar o aniversário eles chamaram os vizinhos de box do mercado. Alex Atala, Rodrigo Oliveira e Checho Gonzales que a partir de setembro, vão preparar pizzas com coberturas inéditas que entrará em cartaz por um mês a R$ 33.

A pizza do Alex Atala começa a ser servida a partir do dia 15 de Agosto. Ela  leva queijos artesanais serrano e colonial, folhas de mostarda e de espinafre, tomate, pinhão e mostarda de butiá (coquinho tipicamente gaúcho).

Rodrigo Oliveira é o próximo e começa a servir sua pizza no dia 21 de Setembro. A redonda leva carne seca na nata, a abóbora cabotiá, pesto de coentro com beldroega e pimenta biquinho. Para finalizar, no dia 23 de Outubro é a vez do chefe boliviano Checho Gonzales do Comedoria Gonzeles, na pizza que tem  queijo meia cura, lâminas de batatas, favas, milho verde e salsa llawja (à base de tomate, hortelã e pimenta).

Napoli Centrale – Rua Pedro Cristi, 89, boxes 83 e 84 – Pinheiros, Tel.: (11) 3031-1689

 

Bares – Verissimo recebe Marcelo Serrano

24 de julho de 2017

2017-07-24-Bares - Verissimo recebe Marcelo Serrano1

Semana passada estive no Bar Verissimo no Brooklin aqui em São Paulo que está completando 10 anos de vida. Uma das grandes novidades da casa é a chegada do meu amigo Marcelo Serrano um dos maiores mixologistas do Brasil que já ganhou quase todos os prêmios possíveis pelo seu trabalho. Quem levou o Marcelo para o Verissimo foi outro grande amigo o chefe Marcos Livi proprietário do bar e dono da CGC (Cia. de Gastronomia e Cultura).

A CGC é muito mais do  que uma empresa, é um projeto que vive de defender as artes culinárias como manifestações culturais e que hoje reúne bares, box/loja de produtos do sul, pizzaria, delicatessen e até uma pousada gastronômica. Para manter a diversidade das casas com um padrão altíssimo de qualidade Marcos trouxe Serrano para cuidar da parte de drinks dos empreendimentos.

O primeiro desafio foi o Verissimo que comemora sua primeira década. Acostumado a montar bares Serrano enxugou a carta de cachaças, mantendo 13 rótulos de características distintas, criou sete coquetéis autorais, introduziu o Moscow Mule (drink à base de vodca, Angostura, limão e espuma de gengibre, servido em canequinha de cobre, que se tornou sua marca; R$ 27), clássicos como o Negroni (R$ 31), o Bellini (R$ 27) e o Mai Tai (R$ 31), além de ter padronizado as amadas Caipirinhas da casa (R$ 27, sejam feitas com cachaça, saquê ou vodca).

Na parte de petiscos que tem uma base nas tapas espanholas Serrano introduziu drinks que brincam com as influências ibéricas, como se vê no Catalão (com vinho tinto, aperol, xarope de sangria, gengibre e tônica; R$ 27) e no Madrileño (vinho branco, grapefruit, pêssego e alecrim; R$ 27).

Como vai cuidar de todas as casas Serrano não vai estar por lá sempre, mas se estiver vale a pena sentar no balcão e escutar suas histórias. Se você tiver sorte é capaz de encontrar com o chefe Marcos Livi. Ai sim eu garanto.  Sua noite vai estar completa.

Verissimo Rua Flórida, 1.488, Brooklin, São Paulo (SP), tel. (11) 5506-6748.

2017-07-24-Bares - Verissimo recebe Marcelo Serrano2

Happy Hour – Feira gastronômica no Mercado de Pinheiros neste final de semana

12 de julho de 2017

2017-07-12-Happy Hour - Brahma extra no mercado1

Este é o último fim de semana para os amantes de gastronomia curtirem a Hora Extra, que estende o horário de funcionamento do tradicional Mercado Municipal de Pinheiros.

Organizado pela Brahma Extra, o projeto é uma ótima opção para reunir os amigos em um happy hour nas noites de sexta-feira (14) e sábado (15), das 18h às 22h, período em que o público poderá degustar as cervejas do portfólio de Brahma Extra harmonizadas com pratos exclusivos dos bares instalados no Mercado, a exemplo da Pizzaria Napoli Centrale, Comedoria Gonzales e o Mocotó Café. Já no domingo (16), os comensais poderão conhecer os sabores dos petiscos dos badalados bares e restaurantes participantes da feira gastronômica, que funcionará das 12h às 19h, na área externa do Mercado.

Além das atrações gastronômicas, haverá apresentações de bandas, DJs e workshops com renomados chefs de cozinha e mestre cervejeiro. No sábado (15), às 18h30, os chefs Marcos Livi e Gil Guimaraes, da Pizzaria Napoli Centrale, contam as suas experiências gastronômicas. Já no domingo os workshops serão conduzidos por Checho Gonzales, da Comedoria Gonzales, às 15h; Marcos Livi, da Pizzaria Napoli Centrale, às 17h; e pelo sommelier de cerveja Tulio Rodrigues, às 18h20. Todas as atividades são gratuitas!

Hora Extra

Local: Mercado Municipal de Pinheiros (R. Pedro Cristi, 89 – Pinheiros)
Quando: Sexta (14), sábado (15), das 18h às 22h, e domingo (16)  das 12h às 19h.

Drinks – Final World Class Brasil no Eataly

5 de julho de 2017

2017-07-05-Drinks - World Class no Eataly

Acontece amanhã (06 de Julho)  a nona edição do World Class Competition, maior campeonato de coquetelaria do mundo promovido pela Diageo, líder mundial na produção de bebidas alcóolicas destiladas. Para este ano a grande novidade é que a competição será realizada em um evento aberto ao público no Eataly Brasil, maior mercado de gastronomia e produtos artesanais italianos do mundo, em São Paulo.

No total são 16 bartenders competidores, nove representando o Brasil e sete, vindos do Paraguai e Uruguai. Os três vencedores de cada país garantirão o título de melhor bartender e uma das 55 vagas na etapa mundial, que acontecerá na Cidade do México, de 20 a 25 de agosto.

Entre os finalistas do Brasil, Jéssica Sanchez, do Vizinho, do Rio de Janeiro, Luciano Guimarães, do Pina&Co. do Recife. De Brasília, Gustavo Guedes, do Nakombi, e de  Curitiba Vinicius Kodama. A seleção inclui ainda cinco bartenders de São Paulo: Diogo Sevilio (Cozinha 212), Jairo Gama (The Sailor), Puma Ricardo, Renan Tarantino e Ricardo Basseto (Sheraton WTC).

Os ingressos para participação no evento poderão ser adquiridos por meio do site Foodpass (foodpass.com.br) ao preço único de R$190. Além de acompanhar um dos desafios da competição, Against the clock, em que os bartenders terão oito minutos para apresentar oito receitas livres, o público terá acesso a uma série de experiências únicas e imperdíveis, como interação com os maiores nomes da coquetelaria, aulas sobre o universo dos drinks, atrações artísticas, menu especial do Eataly, atrações musicais e uma festa de encerramento.

 

Confira a programação:

19h:00 Abertura World Class

19:00 – 21:30 – Masterclasses Tanqueray&Tônica e Blood Mary by Ketel One

19:00 – 21:00 – Experiência whiskies Johnnie Walker

19:00 – 21:30 – Experiência Ypióca 5 chaves

19:00 – 21:30 – Atração artística Sax on the Beats

19:30 – 21:00 – Challenge “Against the clock (8×8)”

21:00 – Abertura oficial do “Bar dos CampeõeS”

21:30 – Premiação

22:00 – 01:00 – Festa de encerramento com participação das djs Marina Diniz e Paty de Jesus

 

SERVIÇO

World Class Competition

Data: 06 de julho

Horário: das 19h às 01h30

Valor: R$190 – Menu de finger food Eataly , soft drinks, 1 signature drink  WorldClass, open bar gin Tanqueray&Tonic, vodka Ketel One Bloody Mary e whisky Bulleit Bourbon com cerveja artesanal.

 

Destilados – Novo filme da cachaça Reserva 51

2 de junho de 2017

Pela primeira vez a Companhia Mûller de Bebidas ira promover um comercial com a sua mais recente linha de cachaças a Reserva 51. A campanha publicitária recria uma das principais lendas da cachaça, a parte dos anjos, e vai estrear no próximo dia 4 de Junho, domingo, em horário nobre durante a exibição do Fantástico na Globo e do Domingo Espetacular na Record em São Paulo.

Com cenas gravadas em casarões de engenho do período colonial, o filme traz elementos barrocos e contemporâneos como uma homenagem a mais brasileira das bebidas, a Cachaça.

A linha de Cachaças Reserva 51 é composta da Reserva 51 Rara que é envelhecida de quatro a cinco anos em barris de carvalho americano e finalizada em barris de vinho. A Reserva 51 Única que passa por um processo de envelhecimento de quatro a cinco anos em barris de carvalho americano utilizados para o envelhecimento de whiskey Bourbon e a Reserva 51 Singular que passa por barris de carvalho e de amburana.

Escola da Cachaça lança 1º curso online que explora o universo da bebida

3 de abril de 2017

2017-04-03-Escola da Cachaça

 A expansão do mercado de cachaças tem atraído cada vez mais interessados para o setor, inclusive pessoas que não são do ramo. E na busca de atender este público, que procura entender sobre o assunto, a Escola da Cachaça lançou o 1º curso online sobre a bebida. As aulas abordam todo esse universo e pode ser acessado em qualquer local e de qualquer dispositivo móvel com acesso na internet.

O curso é dividido em vídeoaulas práticas e cinco e-books. Todo o material proporciona um ensino completo com informações especificas que vão desde o estudo das diferentes madeiras utilizadas para o envelhecimento da cachaça e a sua influência no sabor e características da bebida até a preparação de seu próprio blend.  Os participantes também ganham acesso a 32 palestras, do 1º Congresso Nacional da Cachaça, e passam a fazer parte da comunidade secreta e exclusiva que permite trocar experiências e dicas com pessoas de todo o Brasil.

Com abordagem prática e teórica, além de explorar a bebida e o universo sensorial, as aulas estimulam a identificação de oportunidades de negócio relacionada à cachaça, além de promover uma reflexão em relação às estratégias, tendências e oportunidades do segmento.

O curso está disponível no endereço https://escoladacachaca.com.br/. No site também é possível baixar gratuitamente o e-book Guia da Cachaça com diversas dicas de como apreciar a bebida.

Cachaças Leandro Batista

17 de março de 2017

20170314_193242[1].jpg

O sommelier de cachaças Leandro Batista escolheu a gaúcha Weber Haus para elaborar as cachaças que levam a sua assinatura. Leandro começou  sua trajetória no Restaurante Mocotó, na Vila Madalena, que possui uma carta de mais de 350 rótulos de cachaças, organizados por Batista. Formado mestre alambiqueiro pelo Centro de Tecnologia da Cachaça, também fez curso de Análise Sensorial na USP de São Carlos e de Bartender no Senac. No ramo há oito anos, é responsável pela seleção de cachaças do Restaurante Barnabé, além de realizar degustações orientadas e palestras.

A Weber Haus foi responsável pela produção de duas cachaças, uma envelhecida em barris de Amburana, Bálsamo, Canela e Sassafrás, que leva a assinatura de Leandro Batista e vem em uma garrafa de 750 ml. Já a outra é uma cachaça branca de alambique, perfeita para a elaboração de drinks. Batizada de Umas & Outras, vem em garrafas de 1000 ml. As bebidas já estão disponíveis no mercado nacional.

Umas & Outras também é o nome da Bike e do projeto que Leandro criou para levar a chacaça e drinks  para diversos locais, até mesmo praças onde ele apresenta sua criações com preços populares para divulgar ainda mais a bebida símbolo do país.

Portal Difford’s Guide

15 de março de 2017

2017-03-15-Portal Diffords Guide

Simon Difford, um dos mais renomados e respeitados especialistas em coquetelaria no mundo, está no Brasil para lançar sua plataforma internacional sobre o universo de cocktails o Difford’s Guide.  O projeto que já possui sites nas línguas inglesa e grega, agora terá um domínio em português e contará com textos traduzidos e conteúdos exclusivos produzidos por profissionais do Brasil.

A proposta do site, que já ganhou o prêmio de melhor publicação sobre coquetelaria no Tales of Cocktails, é oferecer aos consumidores mais exigentes informações detalhadas para ajuda-los a ter as melhores experiências que envolvam o universo da coquetelaria, por meio de produção de conteúdo (artigos, guias, eventos, promoções), e experiências offline (degustações, harmonizações, visitas guiadas, clube de fidelidade e outros). Algo inédito no Brasil.

A idéia é oferecer ao Brasil uma plataforma de experiências exclusivas que fomente a coquetelaria no país. O site brasileiro lançado em março, já oferece mais de duas mil receitas traduzidas, incluindo criações do próprio Simon, além de histórias de coquetéis, entrevistas com bartenders e grandes personalidades. Confira o conteúdo em: www.diffordsguide.com

Melhor Bar de 2016

28 de dezembro de 2016

Melhor Bar de 2016.JPG

Cachaça-Weber Haus lança versão envelhecida em Bálsamo

12 de dezembro de 2016

2016-12-12-Weber Haus Balsamo.jpg

Produzida em Ivoti, no Rio Grande do Sul a cachaçaria Weber Haus acaba de colocar no mercado  uma cachaça envelhecida em barris de bálsamo. A bebida orgânica possui aroma típico, suave e bastante característico, lembrando erva-doce, especiarias, cravo e anis. Para atingir esse sabor, a bebida permaneceu durante um ano descansando em barris de bálsamo.

A cachaça envelhecida em bálsamo já está disponível em garrafas de 700 ml com preço médio de R$ 60.

Bar – Tem Pirajá na Alameda Santos

25 de julho de 2016

2016-07-26-Bar Piraja na Alameda Santos

No último dia 23 de Julho o Pirajá, um dos mais famosos bares do Brasil inaugurou mais uma unidade na cidade de São Paulo, e o local escolhido foi a esquina da Alameda Santos com Rua Peixoto Gomide.

Logo que se entra no bar o destaque fica para o amplo balcão onde são expostas as cachaças da carta e de onde sai o chope geladinho e para o painel de 2,60m x 1,65m feito em azulejos com a obra “Minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá.”, de 1984, da artista carioca Lia Mittarakis, adquirida junto ao Museu Internacional de Arte Naif do Rio de Janeiro.

O cardápio da nova casa tambem ganhou novidades. Entre os petiscos, mais um bolinho o Gonzaguinha (R$28) é feito de carne de sol com pimenta Cambuci e Catupiry. Para acompanhar o chope gelado, o Camarão à Carioca (R$ 39), traz camarãozinho seco curado ao alho e óleo com cebolinha, pimenta dedo de moça e limão cravo; já o Parmê (R$ 43) é o clássico bife à parmegiana em versão aperitivo. Típica no Rio de Janeiro, a alheira ganha sua versão espetinho no Alheira no Palito (R$ 23) e são acompanhadas de jiló à vinagrete.

A casa ainda tem carta com 20 rótulos cachaças de destilarias do Rio de Janeiro e mais 13 rótulos garimpados em outros estados. Entre as branquinhas produzidas no Rio, estão a Petisco da Vila Ouro, uma cachaça do botequim Petisco da Vila, berço da boemia de Noel Rosa, a Maria Izabel (R$ 28), de Paraty, envelhecida em Jequitibá por três meses, e a Da Quinta Amburana (R$ 18,50), de Carmo, que repousa por 12 meses em tonéis de Amburana. A Cachaça Pirajá Santo Grau, blend exclusivo produzido em Paraty, continua como ótima base para as caipirinhas especiais do bar como A Nega é Minha e Ninguém Tasca(R$ 21), clássica do Pirajá feita com rapadura mineira e limões Tahiti e Siciliano.

Serviço: Bar Pirajá – Al. Santos 1.737, esquina com Peixoto Gomide – Jardim Paulista – São Paulo – Telefone: (11) 2679-4162

 

Bar – Lambe-Lambe

7 de junho de 2016

2016-06-18 - Lambe-Lambe

O Lambe- Lambe inaugurou em outubro do ano passado no bairro de Higienópolis aqui em São Paulo com a proposta de servir boa comida familiar com toques de chef e ingredientes selecionados e neste mês revisou seu cardápio ampliando as opções de petiscos mantendo ainda mais usa vocação de bar-restaurante.

No menu, o couvert De Chegada começa a conversa com Caldinho de Mocotó em um gole (R$ 3) ou em panelinha (R$ 9), Coxinha de Festa e Enroladinho de Salsicha (R$ 7) e Bolinho de Arroz (R$ 8 a unidade).

Nos petiscos, a divisão é feita seguindo a origem do ingrediente: Do Mar, Do Mato e da Terra. Na primeira seção, pratos elaborados por produtos frescos vindos diariamente das praias de São Paulo como a Manjubinha Frita com Creme Azedo (R$ 11), o Escabeche de Sardinha com Suco de Tomate Fresco e Pão de Alho (R$ 7) e o prato que dá nome a casa: a Mariscada Lambe-Lambe com arroz (R$ 29), servido apenas aos sábados e aos domingos.

Da Terra, entram opções variadas de carnes suínas e bovinas, como a Barriga de Leitoa Crocante (R$ 14) e Do Mato, a Frigideira de Jiló com Queijo (R$ 13) ganha a companhia da de Pupunha Orgânico (R$ 16).

A casa tem mais de 100 rotulos de cervejas, 70 de cachaças e drinques clássicos e populares. Os drinques buscam inspiração em clássicos brasileiros, como o Bombeirinho, com açúcar de beterraba feito na casa e xarope de romã (R$ 15), Rabo de Galo (R$ 15) e o Caju Amigo (R$ 22 com cachaça), feito com compota de caju fresco também de produção própria.

Lambe-Lambe – Rua Aracaju, 239 – Higienópolis
Telefone: 3473-9782 / 3473-9715
Horário de funcionamento: Terça a sábado das 12h às 23h; domingo das 12h às 17h

Destilados – Nova cachaça de Salinas

20 de abril de 2016

Destilados - Cachaça Salinissima A Natique, empresa responsável pelas já consagradas Santo Grau e Espírito de Minas acaba de lançar mais um produto premium ao seu portfolio. É a Saliníssima produzida na Fazenda Matrona, região de Salinas, MG, que tem como principal atividade, desde 1955, a manufatura de cachaças e rapaduras.

O envelhecimento, em barris de bálsamo, confere à bebida um sabor amadeirado e macio. A cor amarelada e o corpo vigoroso, refletem o cuidado em manter as praticas tradicionais de produção das cachaças artesanais mineiras.

Disponíveis no mercado desde março, as garrafas de Saliníssima levam um rótulo retrô muito legal que valorizam os dois tipos de garrafa que estão a venda no mercado. O preço médio é de R$20,00 para a garrafa de 600 ml e de R$30,00 para a garrafa de 670 ml.

Destilados – Cachaça Sebastiana Duas barricas

24 de fevereiro de 2016

Garrafa Duas Barricas_ final

O conceito de colocar um destilado em dois tipos de barricas não é muito comum na categoria Cachaça. Pensando nisso o master blender e sócio-fundador do Alambique Santa Rufina de Américo Brasiliense, Carlos Alberto Mattos criou e coloca agora no mercado a Cachaça Sebastiana Duas Barricas.

A bebida passa inicialmente por 18 meses em barril de Castanheira brasileira e segue para mais 18 meses em barril de Carvalho americano. Os três anos de maturação em duas madeiras produzem uma cachaça de aroma suave com toque adocicado de frutas secas, caramelo, toffee e baunilha.

A Sebastiana Duas Barricas tem 40% de teor alcoólico, preço sugerido de R$ 180,00 e já se encontra à venda na loja online do Alambique Santa Rufina no site www.cachacasebastiana.com.br

Melhores de 2015

30 de dezembro de 2015

O ano termina e tá na hora de escolher os melhores de 2015 como sempre faço aqui no Blog. Não foi feita nenhuma votação, enquete entre os participantes ou pesquisa com formadores de opinião. A escolha é minha e levou em consideração o que de melhor apareceu por aqui durante este ano.

Slide1

MELHOR BAR

Empate. Não tinha como escolher um só pois na minha opinião o Frank Bar do Hotel Maksoud Plaza e o Frigobar foram as duas grandes surpresas de 2015. O Frank por trazer de volta um dos primeiros estilos de bar a serem criados o Lobby Bar de hotel que fica ao lado da recepção do hotel e tem no comando o ultra competente Spencer Amerano. O Frigobar traz o conceito dos antigos Speakeasy do período da lei seca dos Estados Unidos, tem no comando o grande entertainer Sylas Rocha e equipe e promete uma experiência única para que frequenta o bar que só abre duas vezes na semana. Apesar de terem conceitos bem distintos os dois trazem de volta uma coisa que deveria ser regra em qualquer bar de respeito, o balcão de bar onde é possível interagir com o bartender e suas criações.

Cachaças Ssnto Grau

MELHOR DESTILADO

O mercado de destilados apresentou vários lançamentos este ano mas meu destaque vai para dois lançamentos da Cachaça Santo Grau. A Solera Cinco Botas e a PX são envelhecidas em barricas que já tiveram vinho Jerez Oloroso e PX dando um toque diferenciado a Cachaça. Em um mercado com cerca de 5.000 rotulos registrados lançar um produto com diferencial e sabor especial merece com certeza o titulo de Destilado do Ano.

Slide3.JPG

MELHOR VINHO

O título de vinho do ano vai para o Espumante Lirica Crua produzido pela vinícola Hermann no sul do país. O Lirica não passa pelo processo de degougement  (retirada das leveduras após a segunda fermentação na garrafa) mantendo os sedimentos do processo de fermentação e valorizando sabores e aromas do processo de envelhecimento. O espumante é elaborado com as variedades Chardonnay, Pinot Noir e a portuguesa Gouveio e vem em garrafas com uma tampa de metal que sempre é utilizada na primeira etapa da elaboração de espumantes pelo método Champenoise/Tradicional.

Slide4

MELHOR CERVEJA

Boulevard Smokestack Series – Bourbon Barrel Quad 2014 produzida pela Boulevard Brewing Company de Kansas City no Missouri (EUA). Esta cerveja do tipo  Quadrupel tem 11,8% de teor alcoólico, recebeu nota 99 na avaliação do Rate a Beer e leva cerejas que são adicionadas durante a sua maturação em barris que já foram usados para elaboração do Whiskey do tipo Bourbon. É um ótimo exemplo de cervejas que passam por madeira em um estilo que agora começa a ser conhecido no Brasil.

Drinks – Bar A4 Mãos no Eataly

2 de outubro de 2015

Drinks - Bar a 4 maos Eataly

Desde sua inauguração a carta drinques do Brace Bar e Griglia que fica dentro do Eataly SP contou com drinques clássicos e alguns com um toque italiano. Ontem a noite foi apresentado a um grupo de jornalistas e convidados um novo projeto, o Bar A4 Mãos que marca a ampliação da carta de drinks do bar.

A ideia foi a de reunir quatro personalidades da coquetelaria brasileira que foram desafiados a criar drinques baseados em um elemento, água, fogo, ar e terra, usando ingredientes típicos italianos. A cada semana de outubro, às quartas-feiras, um dos quatro bartender apresenta o seu drinque ao lado de um coquetel criado pela equipe do Brace, usando o mesmo tema.

Responsável pelo projeto do “O bar virtual”, onde dá consultoria e forma profissionais, o gastrônomo Rodolfo Bob é o responsável pela mistura que leva grappa, limão siciliano assado com uva passa e castanhas, mel, bitter, água gaseificada, spray de temperos típicos, figo seco com infusão de ervas, álcool de cereais, manjericão, manjerona, orégano e tomilho, batizado de Grappafuoco, inspirado no tema Fogo. Terra Nostra (cachaça branca, cachaça em bálsamo, mel trufado, suco de limão siciliano, Bitter e vinho Chianti) foi feito por Zulu, inspirado no elemento Terra, pois seus coquetéis trazem sempre o conceito de regionalidade.

Mestre Derivan do Bar Número criou o Ischia, que leva grappa bianca, rosso, Strega e infusão de flor margaridas com água.  O quarto elemento, Ar, ficou a cargo de Jean Ponce, melhor bartender em 2013 que agora se prepara para abrir um bar de cachaça. Ele criou o coquetel Radice que leva raiz forte, cachaça Yaguara, polpa de maracujá, tangerina clementina, pimenta biquinho e ar de laranja.

Todas quartas-feira do mês de outubro – dias 7, 14, 21 e 28 –, das 19h30 às 22h00, um desses profissionais estará ao lado da mixologista da casa, Dudah Bonatto, com a equipe de bartenders do Brace, para – a quatro mãos – preparar o seu coquetel para os clientes. Todos os drinques permanecem no cardápio depois.

Serviço:

Evento: BAR A4 MÃOS

Local: Brace Bar e Griglia – 2º Piso do Eataly

Datas:

07 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Rodolfo Bob

14 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Zulu

21 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Derivan

28 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Jean Ponce

Obs: Nestas datas, ao pedir um drinque da carta do Brace e um do bartender convidado, o preço será de R$ 40,00 (para os dois coquetéis)

Charutos – O mapa da harmonização de charutos e bebidas

11 de setembro de 2015

Mapa da Harmonização Charutos e Bebidas

Muitas vezes sou questionado sobre as bebidas que harmonizam melhor com o charuto. Qual é a bebida ideal? Ela não existe, cada combinação é única e diferenciada. Mas para ajudar um pouco  resolvi escrever este texto usando como base a classificação da WSET – Wine Spirits Education Trust de Londres, maior escola de vinhos e destilados do mundo  para entender o universo das bebidas com álcool.

FERMENTADOS

– Vinhos – Nesta categoria temos espumantes, brancos, roses, tintos e de sobremesa. O charuto vai bem com alguns tipos de espumantes, principalmente os que tem acidez elevada como o champagne. Brancos, Roses e Tintos são mais difíceis de harmonizar pois tem mais complexidade e podem ser ofuscados pelo charuto. Na categoria de sobremesa temos os de colheita tardia e os fortificados como Porto, Madeira e Jerez. Todos eles vão muito bem.

– Cervejas – Podemos dividir as cervejas em duas grandes famílias, as Lagers que são cervejas de baixa fermentação e as Ales que são de alta fermentação. Normalmente por sua complexidade as Ales vão melhor com charutos. Procure cervejas com um teor alcoólico mais elevado e não deixe de provar as Rauchbier e cervejas que passam por barris.

– Saque e Cidra – São duas bebidas que não se tem muitas informações sobre harmonização.

DESTILADOS

– Gin e Vodka – Por serem destilados brancos e saborizado no caso do Gin fica difícil o charuto não sobressair.

– Cachaça, Rum e Tequila – São destilados que tem duas versões, branca e envelhecida.  A versão envelhecida destas três bebidas vai muito bem com os charutos.

– Brandy – É uma categoria muito grande que inclui Cognac, Armagnac, Brandy de Jerez, Aguardente Vinica, Pisco, Grappa, Bagaceira. São várias possibilidade de combinação

– Whisky – Outra categoria que possibilita muitas opções. Temos o Blended Whisky, o Single Malt o Tennessee Whiskey e o Bourbon.

BEBIDAS COMPOSTAS

– Licores – Desde o licor da vovó até o mais elaborado podem combinar muito bem. Tome cuidado com a quantidade de açúcar que pode superar o charuto.

– Amaros – Nesta categoria temos Bitters e Vermutes. Os dois são produzidos com cascas, ervas e sementes. Nos Bitters a base é álcool neutro e nos Vermutes o Vinho. Pelo seu margor pode também ser uma boa opção.

Fora das bebidas alcoólicas, fermentados, destilados e bebidas compostas outras duas boas opções são os chás e cafés. Mas isso é assunto para um próximo artigo. Aproveite suas harmonizações.

Destilados – II Ranking Cúpula da Cachaça

2 de setembro de 2015

Destilado - Ranking da Cachaça

Depois do grande sucesso de sua primeira edição, em 2014, o II Ranking Cúpula da Cachaça já está no ar. A votação popular, primeira etapa do maior concurso dedicado ao destilado nacional no país, já ultrapassou em dez dias a participação registrada em 2013. Já são mais de 6 mil votos em mais de três centenas de cachaças. A votação teve início em 20 de agosto.

O Ranking é uma iniciativa da Cúpula da Cachaça, grupo de especialistas dedicado a iniciativas de valorização do destilado nacional brasileiro. O objetivo divulgar a produção e fomentar a qualidade do setor.

O Ranking se realiza em três etapas. A primeira delas é o Voto Popular, que vai até o final de outubro. Nessa fase, todos os interessados em cachaça poderão entrar no site da Cúpula da Cachaça e votar em até três rótulos de sua preferência. Não há lista de cachaças elegíveis, não há inscrição, não há requisitos para ser eleitor. A escolha é totalmente livre. As 250 cachaças mais citadas pelo público formarão o grupo das Cachaças mais apreciadas do Brasil. É um universo amplo o suficiente para englobar todas as cachaças com alguma representatividade no mercado, em um nível nacional.

Essa lista será então, em novembro, submetida a uma seleção de 40 dos maiores especialistas em cachaça do país. Esse júri altamente especializado fará a filtragem e definirá as 50 cachaças que irão para a fase final do Ranking. Essas 50 cachaças comporão a “Seleção dos Especialistas”.

Em janeiro, na Cachaçaria Macaúva, em Analândia (SP), os 11 membros da Cúpula se reunirão para em dois dias de degustação às cegas analisar aspectos visuais, olfativos e sensoriais de cada uma dessas cachaças, estabelecendo pontuações para uma série de quesitos. A média ponderada dessas notas irá estabelecer um ranqueamento, da primeira a 50ª posição, das melhores cachaças do ano.

Essa é a segunda edição do concurso e já ultrapassou a participação vista no primeiro, que teve mais de 5 mil votantes. O I Ranking, no qual a cachaça Vale Verde 12 Anos (Betim-MG) se sagrou vencedora, foi notícia em veículos de praticamente todos os estados e no exterior e ajudou muitas marcas a ganharem mercado, inclusive, fora do país.

Para votar nas suas cachaças preferidas: http://www.cupuladacachaca.com.br/ranking-cupula-da-cachaca/

Para saber mais sobre a Cúpula da Cachaça: http://www.cupuladacachaca.com.br/sobre-a-cupula-da-cachaca/