Archive for the ‘cachaça’ Category

Happy Hour – Feira gastronômica no Mercado de Pinheiros neste final de semana

12 de julho de 2017

2017-07-12-Happy Hour - Brahma extra no mercado1

Este é o último fim de semana para os amantes de gastronomia curtirem a Hora Extra, que estende o horário de funcionamento do tradicional Mercado Municipal de Pinheiros.

Organizado pela Brahma Extra, o projeto é uma ótima opção para reunir os amigos em um happy hour nas noites de sexta-feira (14) e sábado (15), das 18h às 22h, período em que o público poderá degustar as cervejas do portfólio de Brahma Extra harmonizadas com pratos exclusivos dos bares instalados no Mercado, a exemplo da Pizzaria Napoli Centrale, Comedoria Gonzales e o Mocotó Café. Já no domingo (16), os comensais poderão conhecer os sabores dos petiscos dos badalados bares e restaurantes participantes da feira gastronômica, que funcionará das 12h às 19h, na área externa do Mercado.

Além das atrações gastronômicas, haverá apresentações de bandas, DJs e workshops com renomados chefs de cozinha e mestre cervejeiro. No sábado (15), às 18h30, os chefs Marcos Livi e Gil Guimaraes, da Pizzaria Napoli Centrale, contam as suas experiências gastronômicas. Já no domingo os workshops serão conduzidos por Checho Gonzales, da Comedoria Gonzales, às 15h; Marcos Livi, da Pizzaria Napoli Centrale, às 17h; e pelo sommelier de cerveja Tulio Rodrigues, às 18h20. Todas as atividades são gratuitas!

Hora Extra

Local: Mercado Municipal de Pinheiros (R. Pedro Cristi, 89 – Pinheiros)
Quando: Sexta (14), sábado (15), das 18h às 22h, e domingo (16)  das 12h às 19h.

Drinks – Final World Class Brasil no Eataly

5 de julho de 2017

2017-07-05-Drinks - World Class no Eataly

Acontece amanhã (06 de Julho)  a nona edição do World Class Competition, maior campeonato de coquetelaria do mundo promovido pela Diageo, líder mundial na produção de bebidas alcóolicas destiladas. Para este ano a grande novidade é que a competição será realizada em um evento aberto ao público no Eataly Brasil, maior mercado de gastronomia e produtos artesanais italianos do mundo, em São Paulo.

No total são 16 bartenders competidores, nove representando o Brasil e sete, vindos do Paraguai e Uruguai. Os três vencedores de cada país garantirão o título de melhor bartender e uma das 55 vagas na etapa mundial, que acontecerá na Cidade do México, de 20 a 25 de agosto.

Entre os finalistas do Brasil, Jéssica Sanchez, do Vizinho, do Rio de Janeiro, Luciano Guimarães, do Pina&Co. do Recife. De Brasília, Gustavo Guedes, do Nakombi, e de  Curitiba Vinicius Kodama. A seleção inclui ainda cinco bartenders de São Paulo: Diogo Sevilio (Cozinha 212), Jairo Gama (The Sailor), Puma Ricardo, Renan Tarantino e Ricardo Basseto (Sheraton WTC).

Os ingressos para participação no evento poderão ser adquiridos por meio do site Foodpass (foodpass.com.br) ao preço único de R$190. Além de acompanhar um dos desafios da competição, Against the clock, em que os bartenders terão oito minutos para apresentar oito receitas livres, o público terá acesso a uma série de experiências únicas e imperdíveis, como interação com os maiores nomes da coquetelaria, aulas sobre o universo dos drinks, atrações artísticas, menu especial do Eataly, atrações musicais e uma festa de encerramento.

 

Confira a programação:

19h:00 Abertura World Class

19:00 – 21:30 – Masterclasses Tanqueray&Tônica e Blood Mary by Ketel One

19:00 – 21:00 – Experiência whiskies Johnnie Walker

19:00 – 21:30 – Experiência Ypióca 5 chaves

19:00 – 21:30 – Atração artística Sax on the Beats

19:30 – 21:00 – Challenge “Against the clock (8×8)”

21:00 – Abertura oficial do “Bar dos CampeõeS”

21:30 – Premiação

22:00 – 01:00 – Festa de encerramento com participação das djs Marina Diniz e Paty de Jesus

 

SERVIÇO

World Class Competition

Data: 06 de julho

Horário: das 19h às 01h30

Valor: R$190 – Menu de finger food Eataly , soft drinks, 1 signature drink  WorldClass, open bar gin Tanqueray&Tonic, vodka Ketel One Bloody Mary e whisky Bulleit Bourbon com cerveja artesanal.

 

Destilados – Novo filme da cachaça Reserva 51

2 de junho de 2017

Pela primeira vez a Companhia Mûller de Bebidas ira promover um comercial com a sua mais recente linha de cachaças a Reserva 51. A campanha publicitária recria uma das principais lendas da cachaça, a parte dos anjos, e vai estrear no próximo dia 4 de Junho, domingo, em horário nobre durante a exibição do Fantástico na Globo e do Domingo Espetacular na Record em São Paulo.

Com cenas gravadas em casarões de engenho do período colonial, o filme traz elementos barrocos e contemporâneos como uma homenagem a mais brasileira das bebidas, a Cachaça.

A linha de Cachaças Reserva 51 é composta da Reserva 51 Rara que é envelhecida de quatro a cinco anos em barris de carvalho americano e finalizada em barris de vinho. A Reserva 51 Única que passa por um processo de envelhecimento de quatro a cinco anos em barris de carvalho americano utilizados para o envelhecimento de whiskey Bourbon e a Reserva 51 Singular que passa por barris de carvalho e de amburana.

Escola da Cachaça lança 1º curso online que explora o universo da bebida

3 de abril de 2017

2017-04-03-Escola da Cachaça

 A expansão do mercado de cachaças tem atraído cada vez mais interessados para o setor, inclusive pessoas que não são do ramo. E na busca de atender este público, que procura entender sobre o assunto, a Escola da Cachaça lançou o 1º curso online sobre a bebida. As aulas abordam todo esse universo e pode ser acessado em qualquer local e de qualquer dispositivo móvel com acesso na internet.

O curso é dividido em vídeoaulas práticas e cinco e-books. Todo o material proporciona um ensino completo com informações especificas que vão desde o estudo das diferentes madeiras utilizadas para o envelhecimento da cachaça e a sua influência no sabor e características da bebida até a preparação de seu próprio blend.  Os participantes também ganham acesso a 32 palestras, do 1º Congresso Nacional da Cachaça, e passam a fazer parte da comunidade secreta e exclusiva que permite trocar experiências e dicas com pessoas de todo o Brasil.

Com abordagem prática e teórica, além de explorar a bebida e o universo sensorial, as aulas estimulam a identificação de oportunidades de negócio relacionada à cachaça, além de promover uma reflexão em relação às estratégias, tendências e oportunidades do segmento.

O curso está disponível no endereço https://escoladacachaca.com.br/. No site também é possível baixar gratuitamente o e-book Guia da Cachaça com diversas dicas de como apreciar a bebida.

Cachaças Leandro Batista

17 de março de 2017

20170314_193242[1].jpg

O sommelier de cachaças Leandro Batista escolheu a gaúcha Weber Haus para elaborar as cachaças que levam a sua assinatura. Leandro começou  sua trajetória no Restaurante Mocotó, na Vila Madalena, que possui uma carta de mais de 350 rótulos de cachaças, organizados por Batista. Formado mestre alambiqueiro pelo Centro de Tecnologia da Cachaça, também fez curso de Análise Sensorial na USP de São Carlos e de Bartender no Senac. No ramo há oito anos, é responsável pela seleção de cachaças do Restaurante Barnabé, além de realizar degustações orientadas e palestras.

A Weber Haus foi responsável pela produção de duas cachaças, uma envelhecida em barris de Amburana, Bálsamo, Canela e Sassafrás, que leva a assinatura de Leandro Batista e vem em uma garrafa de 750 ml. Já a outra é uma cachaça branca de alambique, perfeita para a elaboração de drinks. Batizada de Umas & Outras, vem em garrafas de 1000 ml. As bebidas já estão disponíveis no mercado nacional.

Umas & Outras também é o nome da Bike e do projeto que Leandro criou para levar a chacaça e drinks  para diversos locais, até mesmo praças onde ele apresenta sua criações com preços populares para divulgar ainda mais a bebida símbolo do país.

Portal Difford’s Guide

15 de março de 2017

2017-03-15-Portal Diffords Guide

Simon Difford, um dos mais renomados e respeitados especialistas em coquetelaria no mundo, está no Brasil para lançar sua plataforma internacional sobre o universo de cocktails o Difford’s Guide.  O projeto que já possui sites nas línguas inglesa e grega, agora terá um domínio em português e contará com textos traduzidos e conteúdos exclusivos produzidos por profissionais do Brasil.

A proposta do site, que já ganhou o prêmio de melhor publicação sobre coquetelaria no Tales of Cocktails, é oferecer aos consumidores mais exigentes informações detalhadas para ajuda-los a ter as melhores experiências que envolvam o universo da coquetelaria, por meio de produção de conteúdo (artigos, guias, eventos, promoções), e experiências offline (degustações, harmonizações, visitas guiadas, clube de fidelidade e outros). Algo inédito no Brasil.

A idéia é oferecer ao Brasil uma plataforma de experiências exclusivas que fomente a coquetelaria no país. O site brasileiro lançado em março, já oferece mais de duas mil receitas traduzidas, incluindo criações do próprio Simon, além de histórias de coquetéis, entrevistas com bartenders e grandes personalidades. Confira o conteúdo em: www.diffordsguide.com

Melhor Bar de 2016

28 de dezembro de 2016

Melhor Bar de 2016.JPG

Cachaça-Weber Haus lança versão envelhecida em Bálsamo

12 de dezembro de 2016

2016-12-12-Weber Haus Balsamo.jpg

Produzida em Ivoti, no Rio Grande do Sul a cachaçaria Weber Haus acaba de colocar no mercado  uma cachaça envelhecida em barris de bálsamo. A bebida orgânica possui aroma típico, suave e bastante característico, lembrando erva-doce, especiarias, cravo e anis. Para atingir esse sabor, a bebida permaneceu durante um ano descansando em barris de bálsamo.

A cachaça envelhecida em bálsamo já está disponível em garrafas de 700 ml com preço médio de R$ 60.

Bar – Tem Pirajá na Alameda Santos

25 de julho de 2016

2016-07-26-Bar Piraja na Alameda Santos

No último dia 23 de Julho o Pirajá, um dos mais famosos bares do Brasil inaugurou mais uma unidade na cidade de São Paulo, e o local escolhido foi a esquina da Alameda Santos com Rua Peixoto Gomide.

Logo que se entra no bar o destaque fica para o amplo balcão onde são expostas as cachaças da carta e de onde sai o chope geladinho e para o painel de 2,60m x 1,65m feito em azulejos com a obra “Minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá.”, de 1984, da artista carioca Lia Mittarakis, adquirida junto ao Museu Internacional de Arte Naif do Rio de Janeiro.

O cardápio da nova casa tambem ganhou novidades. Entre os petiscos, mais um bolinho o Gonzaguinha (R$28) é feito de carne de sol com pimenta Cambuci e Catupiry. Para acompanhar o chope gelado, o Camarão à Carioca (R$ 39), traz camarãozinho seco curado ao alho e óleo com cebolinha, pimenta dedo de moça e limão cravo; já o Parmê (R$ 43) é o clássico bife à parmegiana em versão aperitivo. Típica no Rio de Janeiro, a alheira ganha sua versão espetinho no Alheira no Palito (R$ 23) e são acompanhadas de jiló à vinagrete.

A casa ainda tem carta com 20 rótulos cachaças de destilarias do Rio de Janeiro e mais 13 rótulos garimpados em outros estados. Entre as branquinhas produzidas no Rio, estão a Petisco da Vila Ouro, uma cachaça do botequim Petisco da Vila, berço da boemia de Noel Rosa, a Maria Izabel (R$ 28), de Paraty, envelhecida em Jequitibá por três meses, e a Da Quinta Amburana (R$ 18,50), de Carmo, que repousa por 12 meses em tonéis de Amburana. A Cachaça Pirajá Santo Grau, blend exclusivo produzido em Paraty, continua como ótima base para as caipirinhas especiais do bar como A Nega é Minha e Ninguém Tasca(R$ 21), clássica do Pirajá feita com rapadura mineira e limões Tahiti e Siciliano.

Serviço: Bar Pirajá – Al. Santos 1.737, esquina com Peixoto Gomide – Jardim Paulista – São Paulo – Telefone: (11) 2679-4162

 

Bar – Lambe-Lambe

7 de junho de 2016

2016-06-18 - Lambe-Lambe

O Lambe- Lambe inaugurou em outubro do ano passado no bairro de Higienópolis aqui em São Paulo com a proposta de servir boa comida familiar com toques de chef e ingredientes selecionados e neste mês revisou seu cardápio ampliando as opções de petiscos mantendo ainda mais usa vocação de bar-restaurante.

No menu, o couvert De Chegada começa a conversa com Caldinho de Mocotó em um gole (R$ 3) ou em panelinha (R$ 9), Coxinha de Festa e Enroladinho de Salsicha (R$ 7) e Bolinho de Arroz (R$ 8 a unidade).

Nos petiscos, a divisão é feita seguindo a origem do ingrediente: Do Mar, Do Mato e da Terra. Na primeira seção, pratos elaborados por produtos frescos vindos diariamente das praias de São Paulo como a Manjubinha Frita com Creme Azedo (R$ 11), o Escabeche de Sardinha com Suco de Tomate Fresco e Pão de Alho (R$ 7) e o prato que dá nome a casa: a Mariscada Lambe-Lambe com arroz (R$ 29), servido apenas aos sábados e aos domingos.

Da Terra, entram opções variadas de carnes suínas e bovinas, como a Barriga de Leitoa Crocante (R$ 14) e Do Mato, a Frigideira de Jiló com Queijo (R$ 13) ganha a companhia da de Pupunha Orgânico (R$ 16).

A casa tem mais de 100 rotulos de cervejas, 70 de cachaças e drinques clássicos e populares. Os drinques buscam inspiração em clássicos brasileiros, como o Bombeirinho, com açúcar de beterraba feito na casa e xarope de romã (R$ 15), Rabo de Galo (R$ 15) e o Caju Amigo (R$ 22 com cachaça), feito com compota de caju fresco também de produção própria.

Lambe-Lambe – Rua Aracaju, 239 – Higienópolis
Telefone: 3473-9782 / 3473-9715
Horário de funcionamento: Terça a sábado das 12h às 23h; domingo das 12h às 17h

Destilados – Nova cachaça de Salinas

20 de abril de 2016

Destilados - Cachaça Salinissima A Natique, empresa responsável pelas já consagradas Santo Grau e Espírito de Minas acaba de lançar mais um produto premium ao seu portfolio. É a Saliníssima produzida na Fazenda Matrona, região de Salinas, MG, que tem como principal atividade, desde 1955, a manufatura de cachaças e rapaduras.

O envelhecimento, em barris de bálsamo, confere à bebida um sabor amadeirado e macio. A cor amarelada e o corpo vigoroso, refletem o cuidado em manter as praticas tradicionais de produção das cachaças artesanais mineiras.

Disponíveis no mercado desde março, as garrafas de Saliníssima levam um rótulo retrô muito legal que valorizam os dois tipos de garrafa que estão a venda no mercado. O preço médio é de R$20,00 para a garrafa de 600 ml e de R$30,00 para a garrafa de 670 ml.

Destilados – Cachaça Sebastiana Duas barricas

24 de fevereiro de 2016

Garrafa Duas Barricas_ final

O conceito de colocar um destilado em dois tipos de barricas não é muito comum na categoria Cachaça. Pensando nisso o master blender e sócio-fundador do Alambique Santa Rufina de Américo Brasiliense, Carlos Alberto Mattos criou e coloca agora no mercado a Cachaça Sebastiana Duas Barricas.

A bebida passa inicialmente por 18 meses em barril de Castanheira brasileira e segue para mais 18 meses em barril de Carvalho americano. Os três anos de maturação em duas madeiras produzem uma cachaça de aroma suave com toque adocicado de frutas secas, caramelo, toffee e baunilha.

A Sebastiana Duas Barricas tem 40% de teor alcoólico, preço sugerido de R$ 180,00 e já se encontra à venda na loja online do Alambique Santa Rufina no site www.cachacasebastiana.com.br

Melhores de 2015

30 de dezembro de 2015

O ano termina e tá na hora de escolher os melhores de 2015 como sempre faço aqui no Blog. Não foi feita nenhuma votação, enquete entre os participantes ou pesquisa com formadores de opinião. A escolha é minha e levou em consideração o que de melhor apareceu por aqui durante este ano.

Slide1

MELHOR BAR

Empate. Não tinha como escolher um só pois na minha opinião o Frank Bar do Hotel Maksoud Plaza e o Frigobar foram as duas grandes surpresas de 2015. O Frank por trazer de volta um dos primeiros estilos de bar a serem criados o Lobby Bar de hotel que fica ao lado da recepção do hotel e tem no comando o ultra competente Spencer Amerano. O Frigobar traz o conceito dos antigos Speakeasy do período da lei seca dos Estados Unidos, tem no comando o grande entertainer Sylas Rocha e equipe e promete uma experiência única para que frequenta o bar que só abre duas vezes na semana. Apesar de terem conceitos bem distintos os dois trazem de volta uma coisa que deveria ser regra em qualquer bar de respeito, o balcão de bar onde é possível interagir com o bartender e suas criações.

Cachaças Ssnto Grau

MELHOR DESTILADO

O mercado de destilados apresentou vários lançamentos este ano mas meu destaque vai para dois lançamentos da Cachaça Santo Grau. A Solera Cinco Botas e a PX são envelhecidas em barricas que já tiveram vinho Jerez Oloroso e PX dando um toque diferenciado a Cachaça. Em um mercado com cerca de 5.000 rotulos registrados lançar um produto com diferencial e sabor especial merece com certeza o titulo de Destilado do Ano.

Slide3.JPG

MELHOR VINHO

O título de vinho do ano vai para o Espumante Lirica Crua produzido pela vinícola Hermann no sul do país. O Lirica não passa pelo processo de degougement  (retirada das leveduras após a segunda fermentação na garrafa) mantendo os sedimentos do processo de fermentação e valorizando sabores e aromas do processo de envelhecimento. O espumante é elaborado com as variedades Chardonnay, Pinot Noir e a portuguesa Gouveio e vem em garrafas com uma tampa de metal que sempre é utilizada na primeira etapa da elaboração de espumantes pelo método Champenoise/Tradicional.

Slide4

MELHOR CERVEJA

Boulevard Smokestack Series – Bourbon Barrel Quad 2014 produzida pela Boulevard Brewing Company de Kansas City no Missouri (EUA). Esta cerveja do tipo  Quadrupel tem 11,8% de teor alcoólico, recebeu nota 99 na avaliação do Rate a Beer e leva cerejas que são adicionadas durante a sua maturação em barris que já foram usados para elaboração do Whiskey do tipo Bourbon. É um ótimo exemplo de cervejas que passam por madeira em um estilo que agora começa a ser conhecido no Brasil.

Drinks – Bar A4 Mãos no Eataly

2 de outubro de 2015

Drinks - Bar a 4 maos Eataly

Desde sua inauguração a carta drinques do Brace Bar e Griglia que fica dentro do Eataly SP contou com drinques clássicos e alguns com um toque italiano. Ontem a noite foi apresentado a um grupo de jornalistas e convidados um novo projeto, o Bar A4 Mãos que marca a ampliação da carta de drinks do bar.

A ideia foi a de reunir quatro personalidades da coquetelaria brasileira que foram desafiados a criar drinques baseados em um elemento, água, fogo, ar e terra, usando ingredientes típicos italianos. A cada semana de outubro, às quartas-feiras, um dos quatro bartender apresenta o seu drinque ao lado de um coquetel criado pela equipe do Brace, usando o mesmo tema.

Responsável pelo projeto do “O bar virtual”, onde dá consultoria e forma profissionais, o gastrônomo Rodolfo Bob é o responsável pela mistura que leva grappa, limão siciliano assado com uva passa e castanhas, mel, bitter, água gaseificada, spray de temperos típicos, figo seco com infusão de ervas, álcool de cereais, manjericão, manjerona, orégano e tomilho, batizado de Grappafuoco, inspirado no tema Fogo. Terra Nostra (cachaça branca, cachaça em bálsamo, mel trufado, suco de limão siciliano, Bitter e vinho Chianti) foi feito por Zulu, inspirado no elemento Terra, pois seus coquetéis trazem sempre o conceito de regionalidade.

Mestre Derivan do Bar Número criou o Ischia, que leva grappa bianca, rosso, Strega e infusão de flor margaridas com água.  O quarto elemento, Ar, ficou a cargo de Jean Ponce, melhor bartender em 2013 que agora se prepara para abrir um bar de cachaça. Ele criou o coquetel Radice que leva raiz forte, cachaça Yaguara, polpa de maracujá, tangerina clementina, pimenta biquinho e ar de laranja.

Todas quartas-feira do mês de outubro – dias 7, 14, 21 e 28 –, das 19h30 às 22h00, um desses profissionais estará ao lado da mixologista da casa, Dudah Bonatto, com a equipe de bartenders do Brace, para – a quatro mãos – preparar o seu coquetel para os clientes. Todos os drinques permanecem no cardápio depois.

Serviço:

Evento: BAR A4 MÃOS

Local: Brace Bar e Griglia – 2º Piso do Eataly

Datas:

07 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Rodolfo Bob

14 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Zulu

21 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Derivan

28 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Jean Ponce

Obs: Nestas datas, ao pedir um drinque da carta do Brace e um do bartender convidado, o preço será de R$ 40,00 (para os dois coquetéis)

Charutos – O mapa da harmonização de charutos e bebidas

11 de setembro de 2015

Mapa da Harmonização Charutos e Bebidas

Muitas vezes sou questionado sobre as bebidas que harmonizam melhor com o charuto. Qual é a bebida ideal? Ela não existe, cada combinação é única e diferenciada. Mas para ajudar um pouco  resolvi escrever este texto usando como base a classificação da WSET – Wine Spirits Education Trust de Londres, maior escola de vinhos e destilados do mundo  para entender o universo das bebidas com álcool.

FERMENTADOS

– Vinhos – Nesta categoria temos espumantes, brancos, roses, tintos e de sobremesa. O charuto vai bem com alguns tipos de espumantes, principalmente os que tem acidez elevada como o champagne. Brancos, Roses e Tintos são mais difíceis de harmonizar pois tem mais complexidade e podem ser ofuscados pelo charuto. Na categoria de sobremesa temos os de colheita tardia e os fortificados como Porto, Madeira e Jerez. Todos eles vão muito bem.

– Cervejas – Podemos dividir as cervejas em duas grandes famílias, as Lagers que são cervejas de baixa fermentação e as Ales que são de alta fermentação. Normalmente por sua complexidade as Ales vão melhor com charutos. Procure cervejas com um teor alcoólico mais elevado e não deixe de provar as Rauchbier e cervejas que passam por barris.

– Saque e Cidra – São duas bebidas que não se tem muitas informações sobre harmonização.

DESTILADOS

– Gin e Vodka – Por serem destilados brancos e saborizado no caso do Gin fica difícil o charuto não sobressair.

– Cachaça, Rum e Tequila – São destilados que tem duas versões, branca e envelhecida.  A versão envelhecida destas três bebidas vai muito bem com os charutos.

– Brandy – É uma categoria muito grande que inclui Cognac, Armagnac, Brandy de Jerez, Aguardente Vinica, Pisco, Grappa, Bagaceira. São várias possibilidade de combinação

– Whisky – Outra categoria que possibilita muitas opções. Temos o Blended Whisky, o Single Malt o Tennessee Whiskey e o Bourbon.

BEBIDAS COMPOSTAS

– Licores – Desde o licor da vovó até o mais elaborado podem combinar muito bem. Tome cuidado com a quantidade de açúcar que pode superar o charuto.

– Amaros – Nesta categoria temos Bitters e Vermutes. Os dois são produzidos com cascas, ervas e sementes. Nos Bitters a base é álcool neutro e nos Vermutes o Vinho. Pelo seu margor pode também ser uma boa opção.

Fora das bebidas alcoólicas, fermentados, destilados e bebidas compostas outras duas boas opções são os chás e cafés. Mas isso é assunto para um próximo artigo. Aproveite suas harmonizações.

Destilados – II Ranking Cúpula da Cachaça

2 de setembro de 2015

Destilado - Ranking da Cachaça

Depois do grande sucesso de sua primeira edição, em 2014, o II Ranking Cúpula da Cachaça já está no ar. A votação popular, primeira etapa do maior concurso dedicado ao destilado nacional no país, já ultrapassou em dez dias a participação registrada em 2013. Já são mais de 6 mil votos em mais de três centenas de cachaças. A votação teve início em 20 de agosto.

O Ranking é uma iniciativa da Cúpula da Cachaça, grupo de especialistas dedicado a iniciativas de valorização do destilado nacional brasileiro. O objetivo divulgar a produção e fomentar a qualidade do setor.

O Ranking se realiza em três etapas. A primeira delas é o Voto Popular, que vai até o final de outubro. Nessa fase, todos os interessados em cachaça poderão entrar no site da Cúpula da Cachaça e votar em até três rótulos de sua preferência. Não há lista de cachaças elegíveis, não há inscrição, não há requisitos para ser eleitor. A escolha é totalmente livre. As 250 cachaças mais citadas pelo público formarão o grupo das Cachaças mais apreciadas do Brasil. É um universo amplo o suficiente para englobar todas as cachaças com alguma representatividade no mercado, em um nível nacional.

Essa lista será então, em novembro, submetida a uma seleção de 40 dos maiores especialistas em cachaça do país. Esse júri altamente especializado fará a filtragem e definirá as 50 cachaças que irão para a fase final do Ranking. Essas 50 cachaças comporão a “Seleção dos Especialistas”.

Em janeiro, na Cachaçaria Macaúva, em Analândia (SP), os 11 membros da Cúpula se reunirão para em dois dias de degustação às cegas analisar aspectos visuais, olfativos e sensoriais de cada uma dessas cachaças, estabelecendo pontuações para uma série de quesitos. A média ponderada dessas notas irá estabelecer um ranqueamento, da primeira a 50ª posição, das melhores cachaças do ano.

Essa é a segunda edição do concurso e já ultrapassou a participação vista no primeiro, que teve mais de 5 mil votantes. O I Ranking, no qual a cachaça Vale Verde 12 Anos (Betim-MG) se sagrou vencedora, foi notícia em veículos de praticamente todos os estados e no exterior e ajudou muitas marcas a ganharem mercado, inclusive, fora do país.

Para votar nas suas cachaças preferidas: http://www.cupuladacachaca.com.br/ranking-cupula-da-cachaca/

Para saber mais sobre a Cúpula da Cachaça: http://www.cupuladacachaca.com.br/sobre-a-cupula-da-cachaca/