Posts Tagged ‘Diageo’

Drinks – Final Brasil – World Class Competition 2017

11 de julho de 2017

Diogo Sevilio

Semana passada tive o prazer de ser convidado para fazer parte de um dos desafios do concurso World Class  Competition 2017. O maior campeonato de coquetelaria do mundo é organizado pela Diageo, líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, para capacitar e inspirar a criatividade dos bartenders e promover a cultura de coquetéis ao redor do planeta. Anualmente, elege o melhor bartender do mundo em um campeonato em que estão presentes competidores de vários países.

Os 9 competidores tiveram que mostrar suas técnicas e habilidades em dois grandes desafios, Food Pairing e Italian Classics. O primeiro consistia em harmonizar drinks com pratos (entrada, prato principal e sobremesa) da chef Ligia Karasawa, do Eataly Brasil. No segundo eles precisaram criar drinks inspirados na Itália.

Na segunda etapa da Final, outros dois desafios; Future of Cocktail, em que os bartendes precisaram apresentar criações baseados no futuro da coquetelaria, e Against the Clock, em que tiveram 8 minutos para apresentar 8 drinks.

 O ganhador da etapa Brasil foi Diogo Sevilio, do Cozinha 212 de São Paulo. Diogo conquistou o título com receitas inusitadas, incluindo manjubinha, um peixe servido como complemento de um de seus drinks. Desde o começo do campeonato que teve varias etapas Diogo superou 150 competidores. Agora ele vai representar o Brasil na grande final mundial, que acontecerá entre os dias 20 e 25 de agosto no México. Esta última etapa do concurso vai reunir bartenders de mais de 50 países.

Drinks – Final World Class Brasil no Eataly

5 de julho de 2017

2017-07-05-Drinks - World Class no Eataly

Acontece amanhã (06 de Julho)  a nona edição do World Class Competition, maior campeonato de coquetelaria do mundo promovido pela Diageo, líder mundial na produção de bebidas alcóolicas destiladas. Para este ano a grande novidade é que a competição será realizada em um evento aberto ao público no Eataly Brasil, maior mercado de gastronomia e produtos artesanais italianos do mundo, em São Paulo.

No total são 16 bartenders competidores, nove representando o Brasil e sete, vindos do Paraguai e Uruguai. Os três vencedores de cada país garantirão o título de melhor bartender e uma das 55 vagas na etapa mundial, que acontecerá na Cidade do México, de 20 a 25 de agosto.

Entre os finalistas do Brasil, Jéssica Sanchez, do Vizinho, do Rio de Janeiro, Luciano Guimarães, do Pina&Co. do Recife. De Brasília, Gustavo Guedes, do Nakombi, e de  Curitiba Vinicius Kodama. A seleção inclui ainda cinco bartenders de São Paulo: Diogo Sevilio (Cozinha 212), Jairo Gama (The Sailor), Puma Ricardo, Renan Tarantino e Ricardo Basseto (Sheraton WTC).

Os ingressos para participação no evento poderão ser adquiridos por meio do site Foodpass (foodpass.com.br) ao preço único de R$190. Além de acompanhar um dos desafios da competição, Against the clock, em que os bartenders terão oito minutos para apresentar oito receitas livres, o público terá acesso a uma série de experiências únicas e imperdíveis, como interação com os maiores nomes da coquetelaria, aulas sobre o universo dos drinks, atrações artísticas, menu especial do Eataly, atrações musicais e uma festa de encerramento.

 

Confira a programação:

19h:00 Abertura World Class

19:00 – 21:30 – Masterclasses Tanqueray&Tônica e Blood Mary by Ketel One

19:00 – 21:00 – Experiência whiskies Johnnie Walker

19:00 – 21:30 – Experiência Ypióca 5 chaves

19:00 – 21:30 – Atração artística Sax on the Beats

19:30 – 21:00 – Challenge “Against the clock (8×8)”

21:00 – Abertura oficial do “Bar dos CampeõeS”

21:30 – Premiação

22:00 – 01:00 – Festa de encerramento com participação das djs Marina Diniz e Paty de Jesus

 

SERVIÇO

World Class Competition

Data: 06 de julho

Horário: das 19h às 01h30

Valor: R$190 – Menu de finger food Eataly , soft drinks, 1 signature drink  WorldClass, open bar gin Tanqueray&Tonic, vodka Ketel One Bloody Mary e whisky Bulleit Bourbon com cerveja artesanal.

 

Whisky-Johnnie Walker inaugura pop-up store exclusiva para o natal

25 de novembro de 2016

 

2016-11-25-johnnie-walker-inaugura-pop-up-store-exclusiva-para-o-natal

Buscando atender as vendas de natal, Johnnie Walker, marca número um de whisky da Diageo no Brasil e no mundo inaugurou uma pop-up store no shopping Cidade Jardim. Até dia 25 de dezembro o shopping recebe um espaço ambientado especialmente para a marca, que irá proporcionar experiências únicas de compra e apresentar sugestão de itens exclusivos a partir de R$ 200 reais para presentear nas festas de fim de ano.

A loja traz packs e edições especiais como Johnnie Walker Blue Label Bossa in Blue, John Walker & Sons King George V, JW&SONS Private Collection 2016, além de benefícios exclusivos como o engraving no qual o consumidor pode gravar sua garrafa de Johnnie Walker Blue Label com uma mensagem customizada além do Studio Label com impressão personalizada no rótulo da garrafa de Johnnie Walker Gold Label Reserve.

Quem visitar a pop-up store, além das opções de presentes e alternativas de personalização do produto, terão acesso também a consultores da marca, com conhecimento dos produtos, podendo ajudar com informações e características de cada blend e sugerir opções de aromas e sabores de acordo com o perfil dos presenteados.

Drinks – World Class 2016 tem uma campeã

30 de setembro de 2016

1 - France_Jennifer_Le_Nechet_SOCTC_446.jpg

Terminou ontem, 29 de Setembro, após 4 dias com varias competições em Miami o World Class 2016, o maior campeonato de coquetelaria do mundo. A campeã da oitava edição do concurso foi a francesa Jennifer Le Nechet, ela superou outros 55 bartenders e ganhou o titulo.

O Brasil esteve representado por Marquinhos Félix, do bar. que fica nos Jardins em São Paulo. O concurso teve seis etapas que foram eliminando os bartenders até restar só a campeã.

A competição promovida pela gigante DIAGEO envolve etapas regionais e nacionais no mundo inteiro ao longo de 12 meses com cerca de 10.000 participantes. Os ganhadores de 56 paises foram para Miami competir pelo título.

Jennifer trabalha no Café Moderne, em Paris (www.cafemoderne-tbmb.com) , e é considerado um dos melhores bares de coqueteis da França. Ela  é a primeira mulher a receber esse título na competição.

Destilados – Cachaça Ypióca Cinco Chaves

13 de setembro de 2015
Foto: Letícia Moreira

Foto: Letícia Moreira

Criada em 1846 a Ypióca foi um das primeiras cachaças produzidas no Brasil. Prestes a comemorar 170 anos em 2016 ela lançou recentemente a Ypióca Cinco Chaves um blend criado com cachaças raras e de altíssima qualidade, que combina aromas diferentes da castanheira, com o mel e o caramelo do carvalho. Gelada, a nova cachaça tem sabor frutado cítrico e levemente picante.

Ela é o primeiro blend de Ypióca produzido após a destilaria cearense ser comprada pela multinacional Diageo em 2012. Desde então, as melhores práticas na produção dos mais premiados destilados no mundo vêm sendo incorporadas à produção da tradicional marca de cachaças. O nome Cinco Chaves foi criado baseado nos cinco passos necessários para a produção de cachaças de qualidade. –

Cana: da escolha das mudas, passando pela irrigação até a colheita no ponto ideal de maturação, toda a produção do fruto é acompanhada de perto por especialistas.

 Fermentação: o cuidado com o uso de leveduras selecionadas e cultivadas naturalmente garante melhor rendimento ao líquido e resulta na manutenção dos aromas naturais da cana na cachaça.

Destilação: o líquido é destilado lenta e criteriosamente de forma controlada.

 Envelhecimento: após a destilação, o líquido descansa por anos em barris de carvalho e em tonéis de madeiras brasileiras, o que resulta em cachaças raras e especiais.

 Blend: a alquimia entra em cena, quando um longo trabalho de pesquisa, experimentação e combinações de diferentes líquidos pode resultar numa cachaça de sabor primoroso.

Cinco Chaves chega ao mercado com garrafas numeradas, teor alcoólico de 39% e preço médio de R$ 200.

Entrevista com Kennedy Nascimento

10 de setembro de 2015

Kennedy Nascimento_cr+®ditos Henrique Peron (8)

Com apenas 22 anos ele é um dos bartenders mais promissores do pais. Kennedy Nascimento desde criança observava seu pai trabalhando no bar que a família possuía em Ribeirão Pires. Foi com esta lembrança que tomou gosto e respeito pelo universo das bebidas. Com vários cursos de especialização já passou por bares como MyNy Bar, Epice e Beato. Atualmente faz parte do Grupo Vegas, como gestor de bares e bebidas de casas como Riviera Bar e Z Carnicería.

Meses atrás recebeu o título de melhor bartender do Brasil pelo DIAGEO World Class Brasil e também melhor da América Latina pelo DIAGEO World Class Latin America.  Semana passada representou o Brasil na Africa do Sul na etapa final do World Class e me recebeu no Riviera Bar para conversarmos sobre esta experiência.

Alem do titulo de campeão do World Class Brasil você ganhou o Latin America no Boot Camp realizado no Panamá. Como foi este campeonato?

O Boot Camp é um treinamento com todos ganhadores do World Class da America do Sul e Central para treinar e aumentar as habilidades com objetivo de fazer uma ótima apresentação no mundial. Treinamos várias provas que serão realizadas no campeonato e no final eu fui o campeão.

E a final. Como foi? Quais foram as provas?

Éramos 54 competidores e tivemos várias provas como Dia e Noite (um coquetel para cada período), Against the clock (desafio contra o relógio 10 drinks em 10 minutos), Around the World (criar um ritual para representar um drink de seu pais), Retro/Disco/Future (um drink para cada era) e Street Food Jam (harmonização drinks com comidas). Cada desafio contava pontos e os seis melhores foram para final. Ai eles tinham que criar um Pop Up bar em 24 horas com 500 dólares praticamente do zero.

Qual foi a sua maior dificuldade no concurso?

Tempo de preparação entre o campeonato no Brasil e o Mundial e idade. Não vejo como dificuldade mas meu objetivo foi mostrar meu trabalho sem me preocupar diretamente com o título. Estava lá para aprender e ganhar experiência. Queria conhecer o World Class, jurados e competidores

Como você viu o nível dos competidores da America Latina e do resto do mundo?

Em termos de criatividade muito bom, mas acho que falta um pouco mais de técnica na elaboração do coquetel e postura como bartender. Os demais competidores tem uma postura e técnica diferenciada talvez por que a cultura de bar na Europa e outros países esteja muito mais difundida.

Pretende tentar ganhar o título novamente?

Sim mas só daqui a alguns anos. Quero me preparar muito mais, fazer excelentes coquetéis, escolher os melhores ingredientes e trabalhar muito com o psicológico. A pressão é muito grande e temos que estar preparados para lidar com imprevistos que podem acontecer durante as provas.

Destilados – Três novidades que vão demorar muuuuito para chegar ao Brasil

2 de julho de 2015

Destilados - 3 novidades que vao demorar

O mundo dos destilados vive em constante mudança com lançamentos praticamente todos os meses. As três novidades mais recentes do mercado são o Tullammore Dew Cider Cask um Irish Whisky da empresa William Grant & Sons. A novidade é que este whisky passa por barris de carvalho que já tiveram Bourbon e maçãs irlandesas por vários meses. O resultado é um whisky com o toque tostado do carvalho e a suavidade da cidra. Ele já pode ser encontrado a venda em alguns Duty Free Shops da Europa.

A linha de Gin Tanqueray da DIAGEO lança uma edição limitada o Tanqueray Bloomsbury inspirada em uma receita de 1880 criada por Charles Waugh Tanqueray filho do fundador da marca Charles Tanqueray. O diferencial da receita deste gin é a predominância do Zimbro da Toscana alem dos outros botânicos da receita. São 100.000 garrafas que tem preço médio de US$ 34.

Mas a grande novidade é o projeto da Beam Suntory que vai vender uma bebida que mistura Bourbon com Scotch Whisky. O Jim Beam Kentucky Dram é feito com o Jim Beam Kentucky Straight Bourbon Whiskey que dá toques de baunilha e madeira e um pouco de Highland Scotch que dá o caráter defumado. O preço de cada garrafa será de 35 libras.

Drinks – Novos velhos talentos do Worldclass Brasil

1 de julho de 2015

Drinks - Os novos velhos talentos do Diageo Worldclass

Semana passada tive o grande prazer de fazer parte da etapa final do concurso Worldclass Brasil promovido pela Diageo, maior empresa de bebidas destiladas do mundo. O objetivo do concurso é selecionar o bartender que irá representar o Brasil na final mundial que este ano acontece na África do Sul.

Na minha opinião o Worldclass atualmente é o melhor concurso do mundo por um simples motivo. São várias etapas e o que faz o ganhador é a somatória de resultados. Desta forma fica muito mais fácil selecionar quem  mantém uma boa média evitando um resultado fantástico ou uma apresentação ruim.

A etapa que fiquei encarregado de julgar foi a de Day Cocktail que consistia na criação de drinks para o dia utilizando o Gin Tanqueray Ten ou o Tequila Don Julio. Foram dez drinks elaborados por bartenders de Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro. Entre eles três mulheres, maior contingente até agora no concurso.

Partindo do pressuposto que os dez já tinham sido submetidos a duas outras etapas antes de chegar ali o trabalho ficou muito mais difícil pois a qualidade da apresentação e elaboração dos drinks esteve muito próxima.

O resultado final apontou o jovem Kennedy Nascimento com apenas 22 anos como o grande vencedor. Em segundo lugar Jéssica Sanchez do Copacabana Palace e em terceiro Renato Tavares do hotel  Caesar Park Ipanema.

Kennedy já tinha ficado em segundo lugar por duas vezes no Worldclass e na terça passada foi anunciado como novo responsável pelo bar Riviera que fica na Paulista com  Consolação e tem menu assinado por Alex Atala. Alem do bar ele assume a consultoria e a supervisão dos drinques de todo o Grupo Vegas que tem o bar Z-Carniceria, as baladas Lions, Yacht Club, PanAm e Cine Joia entre outros.

Jéssica começou em São Paulo e logo mudou para o Rio de Janeiro onde passou por alguns bares antes de assumir o comando do Copacabana Palace e Renato do Caesar Park já participou de diversos campeonatos. Alem deles um destaque especial para Alice Guedes do Mesa Bar do Rio de Janeiro que fez um dos melhores drinques na minha opinião juntando Tequila Don Julio com Jerez Pedro Jimenez e Ed Carneiro, do Lord’s Pub, de Campinas que com seu bom humor e taças diferenciadas fez todo mundo rir.

Todos eles são jovens, ousados e criativos e vem participando da maioria dos concursos de coquetelaria no Brasil. Portanto se você encontrar com um deles atrás de um balcão de bar não se surpreenda com a idade pois com certeza vai receber um ótimo coquetel desta que é sem dúvida a nova geração de bartenders do Brasil.

Destilados – Quer comprar a Diageo? É só conseguir US$ 73 bi

9 de junho de 2015

Destilados - Compra Diageo

Para quem gosta de bebidas e destilados em geral com certeza já deve ter ouvido falar da Diageo, maior empresa  de destilados do mundo. É a DIAGEO que produz e comercializa marcas como a linha de whiskys  Johnnie Walker, Swing, White Horse, Buchanan’s, Old Par, vodcas como Smirnoff, Ciroc e Ketel One, Rum Zacapa, Cerveja Guiness, Licor Baileys entre outras.

Na sexta-feira passada foi noticiado que a empresa de private equity  3G Capital do bilionário brasileiro Jorge Paulo Lemann está considerando uma potencial oferta para a compra da DIAGEO.  Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupura estariam nos estágios iniciais de estudar uma oferta pela empresa. Analistas de mercado estimam que o grupo necessitaria de um valor de US$  73 bilhões de dólares para adquirir a empresa.

Por enquanto não se tem um pronunciamento oficial da 3G sobre o assunto mas é bom lembrar que o grupo  já adquiriu empresas como o Burguer King em 2010, a Heinz em 2013 e detêm parte da Ab-Inbev.

Destilados – Diageo lança um novo whisky Haig Club em parceria com David Beckham e Simon Fuller

10 de abril de 2014

Destilados - Haig Club

A Diageo, maior empresa de destilados do mundo anunciou esta semana o lançamento global do whisky Haig Club Single Grain Scotch Whisky em parceria com o jogador de futebol David Beckham e do empresário musical Simon Fuller, criador da franquia American Idol que no Brasil foi exibida com o nome de Idolos.

A escolha dos busca um posicionamento global e divulgação da marca sendo que Beckham irá liderar uma campanha de consumo responsável da bebida.

Haig Club é uma inovação dentro da marca Haig que tem como carro chefe o blended whisky Haig e também produz a marca Dimple. Criada em 1824 por John Haig a destilaria de Cameronbridge foi a  pioneira a utilizar whiskys de grãos em destilação continua.

Haig Club sera produzido utilizando um processo unico que combina whisky de grãos provenientes de três tipos de barris. Isto cria uma suavidade no estilo com toques amanteigados e de caramelo. Haig Club será colocado a venda no segundo semestre e ainda não tem previsão para chegar ao Brasil.

Destilados – Ypióca com cara e sabores novos

18 de novembro de 2013

Destilados - Ypioca

Pouco mais de um ano após a compra de Ypióca, a multinacional Diageo mostra a que veio. Depois de colocar John Travolta para estrelar a campanha da marca, a empresa lança a linha de produtos batizada de Ypióca Brasilizar para chegar ao volume de 6,6 milhões de caixas produzidas por ano. São quatro cachaças com blends especiais.

Landor, uma das agências de branding mais conceituadas no mundo, foi responsável pela criação do design do rótulo e embalagem das versões Ypióca Brasilizar. As embalagens da nova linha são inspiradas nas raízes da marca. A logomarca desenhada a mão por Eugenia Menescal Campos, viúva de Dario Borges Telles segunda geração da família Telles que criou Ypióca é estampada de forma mais artesanal e com uma pequena inclinação, que confere mais vivacidade e energia refletindo o caráter da marca. Os rótulos recebem um ícone com quatro chaves interligadas que representam as quatro gerações da família Telles e uma quinta chave central com a letra E de Eugenia, a matriarca da família responsável pela criação do primeiro rótulo e da primeira versão de Ypióca engarrafada. 

A nova linha de produtos tem quatro diferentes cachaças: Ypióca Brasilizar Prata Clássica, Ypióca Brasilizar Ouro Armazenada, Ypióca Brasilizar Reserva Especial Ouro e Ypióca Brasilizar Reserva Especial Prata.

Há quase 170 anos, o processo de produção das cachaças Ypióca é aprimorado. Neste novo passo, a produção do líquido passa a ser realizada com mais tempo, o que resulta em uma cachaça com mais aromas e sabores. A linha Ypióca Brasilizar tem 38% de graduação alcoólica e seu blend foi desenvolvida pelo experiente Mestre Destilador Nelson Duarte.

Ypióca Brasilizar Ouro Reserva Especial é uma cachaça envelhecida um ano em barris de carvalho e tem preço sugerido de R$ 15,96. Ypióca Brasilizar Prata Reserva Especial é a seleção das cachaças mais diferenciadas, o que traz um sabor e suavidade únicos, preço sugerido R$ 15,09. Ypióca Brasilizar Ouro Armazenada é armazenada por um ano em tonéis de bálsamo, preço sugerido R$ 9,82. Ypióca Brasilizar Prata Clássica repousada um ano, preço sugerido R$ 8,94.

Bebidas com Alcool – Se beber demais não dirija, nem caminhe muito

15 de agosto de 2013

Em um vídeo muito engraçado a Diageo, maior produtora e comercializadora de bebidas alcoólicas do mundo como Johnnie Walker, Smirnoff, Guiness entre outras tenta conscientizar as pessoas do que acontece com quem bebe demais. Para não ficar só na parte engraçada a empresa disponibiliza um site http://www.drinkscalculator.com onde é possível ver o estrago que faz beber demais.

Drinks – Bartender espanhol é eleito o melhor do mundo pelo Diageo World Class 2013

11 de julho de 2013

 ??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Após uma semana de competição acirrada e muito trabalho em um cruzeiro pelo Mediterrâneo, David Rios, do Jigger Cocktail & Disco Bar, na Espanha, foi aclamado o melhor bartender do mundo pelo Diageo World Class 2013. O desafio  contou com a presença dos gurus da mixologia global e 44 finalistas disputando o título da alta coquetelaria.

Esta é a maior competição de bartenders do mundo, desenvolvida pela Diageo Reserve (divisão de luxo da empresa líder mundial no setor de bebidas alcoólicas premium) para capacitar e inspirar a criatividade dos melhores bartenders, treinando suas habilidades e, muitas vezes, impulsionando suas carreiras. Conhecido como o Oscar da coquetelaria, chega a sua quinta edição em 2013, que contou com a participação de mais de 10 mil profissionais.

Os finalistas foram selecionados para exibir suas criações diante de alguns dos nomes mais respeitados da coquetelaria internacional como Salvatore Calabrese, Peter Dorelli, Dale DeGroff, Gary Regan, Julie Reiner, Hidetsugu Ueno, Arturo Savage, Steve Olson e Aristotelis Papadopoulos.

???????????????????????????Criativo e original, David Rios encantou os jurados com a variedade de ingredientes e inovação nas combinações. O drinque Gold Basque Punch foi produzido com Johnnie Walker Gold Label Reserve, Amer Picon, suco de abacaxi e grenadine, ornamentado com uma rodela de laranja, anis e hortelã. Seu signature drink com a vodca Ketel One levou aperol flavorizado de morango, xarope de açúcar, laranja kinkan, suco de toranja, clara de ovo e bitter de laranja.

David Rios fará um tour mundial com duração de um ano como embaixador do Diageo World Class, ampliando seu conhecimento, aperfeiçoando as habilidades e técnicas e tornando-se referência no setor, além de inspirar novos talentos para a competição do próximo ano.

Destilados – Jinzu um blend de Gin com Sake

8 de julho de 2013

Destilados - Jinzu - Gin e Sake

A nova bebida acaba de ser apresentada aos participantes do cruzeiro promovido pela Diageo no mediterrâneo durante o Diageo World Class – maior campeonato de bartenders do mundo.

O Jinzu é um blend de Gin com Sake criado pela bartender britânica Dee Davies vencedora do concurso Diageo’s Show Your Spirit. A nova bebida é uma combinação dos aromas do gin com a cremosidade do sake e em breve irá estar disponível no portfólio da Diageo Reserve junto com Johnnie Walker , Ciroc e Zacapa.

O concurso de novas bebidas promovido pela Diageo contou com a participação de centena de bartenders da Europa e levou quatro finalistas para passar uma semana nos laboratórios da empresa onde suas ideias foram testadas e engarrafadas em embalagens criadas por designs.

Os outros produtos criados foram um Whisky com infusão de baunilha e amoras criação da inglesa Naomi Mason, um gin com especiarias desenvolvido por Fjalar Goud da Holanda e um destilado a base de chá criado por Dennis Zoppi de Turin na Itália.

Como premio pela sua ideia Dee Davis irá receber 5% das vendas do Jinzu durante os primeiros cinco anos do produto no mercado.

Diageo traz a final mundial do World Class para o Brasil

11 de abril de 2012

A Diageo anunciou que o Rio de Janeiro foi escolhido como a cidade sede da final mundial do World Class 2012, maior concurso de coquetelaria do mundo. Desenvolvido pela Diageo Reserve, divisão de luxo da companhia que é líder na produção de bebidas alcoólicas premium, o programa tem dois focos principais: desenvolver a cultura da coquetelaria, capacitando e inspirando a criatividade dos bartenders e impulsionar o segmento de bebidas premium.

No cenário mundial, os países emergentes assumiram a liderança na performance do segmento de luxo para a Diageo.  No ano passado, as vendas líquidas dessa divisão cresceram 18% e o lucro operacional teve um aumento de 23% no mundo. Esses mercados agora respondem por quase 40% do negócio da companhia, e o Brasil ocupa um papel de destaque: o mercado brasileiro é o segundo no ranking mundial das vodcas premium Ciroc e Ketel One.

Considerado o Oscar da coquetelaria, o World Class impacta diretamente nas vendas On Trade, locais para consumo imediato, como bares, hotéis, restaurantes,  ao elevar a qualidade da categoria de bartenders, oferecendo treinamento, palestras e networking internacional com os principais profissionais do mundo. Todas as cidades que receberam a final do concurso desde a primeira edição, em 2009, – Londres, Atenas e Nova Déli – registraram um aumento significativo nas vendas de produtos Reserve. A Índia, por exemplo, sede da final em 2011, obteve um crescimento de 141%.

Outro ponto importante é o impacto que o programa traz para a qualidade de atendimento e serviço em bares, restaurantes e casas noturnas, impactando diretamente no turismo.

Na primeira edição do concurso, a final foi disputada em Londres, Inglaterra, com 16 países participantes. No Rio quarta edição do World Class terá a participação de mais de 10 mil bartenders de cerca de 50 mercados.  Durante a disputa final da competição entre os cerca de 50 países participantes, do dia 9 a 14 de julho, no Rio de Janeiro, o concurso envolverá 700 pessoas e a criação de mais de 18 mil drinques.  Alguns dos mais renomados e respeitados nomes da coquetelaria, como Salvatore Calabrese, Dale de Groff e Peter Dorelli, farão parte do júri na final mundial.

Como se faz um campeão

2 de agosto de 2011

Após uma semana intensa de desafios, Manabe Ohtake, do bar Bellovisto Tower, em Tóquio, recebeu o título do Melhor
Bartender do Mundo 2011, eleito pelo Diageo World Class deste ano, que aconteceu entre os dias 11 e 14 de julho, em Nova Delhi, na Índia. Na ocasião, Ohtake competiu com outros 33 top bartenders vindos dos cinco continentes.

 

O mais interessante é saber como foram as provas que deram a Manabe o título mundial.

O Diageo World Class 2011, terceira edição do concurso, foi dividido em seis desafios, pensados especialmente para a competição na Índia.

No Asian Spice Market, os competidores visitaram um mercado de especiarias local para comprar ingredientes e preparar criações originais. Os coquetéis foram julgados por um dos juízes do concurso, Salvatore Calabrese, uma das personalidades mais respeitadas da coquetelaria mundial.

Já no desafio Asian Food Pairing, julgado pelo maior bartender da Argentina, Daniel Estremadoyro, os bartenders tiveram que
harmonizar drinques com pratos típicos da culinária asiática.

Dale DeGroff, guru da coquetelaria mundial, comandou a sala do Cocktails Against The Clock. Na ocasião, os competidores tiveram seis minutos para prepararem de duas a cinco receitas. A velocidade, performance e criatividade dos bartenders foram avaliadas.

A prova Classic & Vintage Drinks with a Twist testou a originalidade dos participantes ao criarem um coquetel clássico, um vintage e um twist dessas criações. Ueno Hidetsugu, o embaixador da coquetelaria japonesa, foi o encarregado de avaliar os bartenders.

Cocktail Theatre & Stars foi a prova em que os competidores tiveram que criar drinques inspirados em personagens de cinema. Peter Dorelli, um dos mais influentes bartenders do mundo, estava encarregado de avaliar o resultado.

Gary Regan comandou a sala do desafio Gentleman Drinks and Fancy Tipples. Nesse desafio, os bartenders tiveram que preparar um drinque com inspiração clássica e outro com inspiração vinda de contos de fada.

As provas da competição envolveram todas as bebidas de luxo da DIAGEO que compõem a divisão RESERVE: a vodca KETEL ONE, a vodca CÎROC, o gim TANQUERAY. TEN, a tequila DON JULIO, o rum ZACAPA, e o uísque JOHNNIE WALKER BLUE LABEL.

 

 

Drink Orient Express

2 de agosto de 2011

Um pouco atrasado mas ainda em tempo a receita do drink  com o qual Talita Simões ganhou a etapa brasileira do maior concurso de bartenders do mundo o World Class promovido pela DIAGEO.

Única mulher da competição, dentre os 24 bartenders participantes Talita criou especialmente para o concurso o coquetel Oriente Express, que leva ingredientes como gengibre, chá indiano, suco de limão siciliano e de  grapefruit. O drinque foi servido em um ritual que continha uma cumbuca adicional com gelo seco.

INGREDIENTES:
30 ml de Tanqueray Nº Ten
02 pedaços de gengibre fresco (2gr)
20 ml de suco de limão siciliano
20 ml de  suco de grapefruit
15 ml de xarope caseiro de Masala ( chá de origem  indiana)

GUARNIÇÃO: Zest de grapefruit e cumbuca adicional  (suporte) contendo gelo seco, água e essência de absinto.

MODO DE PREPARO: Macerar o gengibre, adicionar os ingredientes líquidos e coar duplamente para taça baixa. Colocar a taça sobre a cumbuca de suporte e  finalizar com o zest de grapefruit.