Hotéis Pullman em São Paulo realizam festival de drinks orgânicos

18 de outubro de 2018
2018-10-18 - Hotéis Pullman em São Paulo realizam festival de drinks orgânicos

FOTO – Divulgação

Preocupação com o meio ambiente, experiências criativas e diversão dos seus hóspedes  a rede de hoteis Pullman Hotels & Resorts  em São Paulo em parceria com a cachaça Yaguara e o gin Vitória Régia, realizam a partir de hoje, 18 de outubro o festival de coquetelaria orgânica, com produtos que têm em o seu processo produtivo diferenciado para originar destilados orgânicos.
O festival conta com quatro opções de drinks orgânicos: o Sour é composto por cachaça Yaguara branca, xarope de cardamomo, limão-taiti e dashes de orange bitter. Já o Yaguara Mate leva cachaça Yaguarax Orgânica, limão-taiti, xarope e chá-verde da casa em sua composição. O Hibiscos Tônica é um drink de Vitória Régia Gin, folhas de hibisco, tônica Wewi e rodelas de limão siciliano. E por fim, Vitória Régia Gin, limão siciliano, mel brasileiro, dashs de Angostura tradicional e Orange Bitter são a base do Bebbo Cocktail.

Os drinks estarão disponíveis até o dia 20 de dezembro nas três unidades dos Hotéis Pullman em São Paulo: Ibirapuera, Vila Olímpia e Guarulhos Airport. O Sour, Yaguara Mate e Hibiscos Tônica serão comercializados no valor de R$ 29,00. Já o Bebbo Cocktail sai a R$ 35,90.

Serviço

Base Bistrô & Bar – Hotel Pullman São Paulo Guarulhos Airport
Rodovia Hélio Smidt, s/n – Aeroporto, Guarulhos – SP
Taste It Food & Lounge – Hotel Pullman São Paulo Ibirapuera
Rua Joinville, 515 – Ibirapuera, São Paulo – SP
Hub Food Art & Lounge – Hotel Pullman São Paulo Vila Olímpia
Rua Olimpíadas, 205 – Vila Olímpia, São Paulo – SP

Anúncios

Copa do Mundo do Café acontece até domingo, 21, em Guaxupé/MG

17 de outubro de 2018
2018-10-17- Copa do Mundo do Café acontece até domingo 21 em Guaxupé MG

Foto – Divulgação

Acontece nesta semana a etapa internacional do Cup of Excellence – Brazil 2018, principal concurso internacional de avaliação de cafés especiais. O evento acontece em Guaxupé/MG até domingo, dia 21. Considerado a Copa do Mundo do Café Especial, o concurso conta com a presença de 29 juízes de dez países, que já começaram a provar 77 amostras de café arábica classificadas durante a etapa nacional, realizada em Varginha/MG.

A Cooxupé e a SMC Specialty Coffees são as anfitriãs do evento que é realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE).

O júri é composto por profissionais dos Estados Unidos, Japão, China, Cingapura, Bulgária, Rússia, Inglaterra, Austrália, Índia e Alemanha. Os juízes vão degustar, avaliar e atribuir nota para cada uma das amostras de café das duas categorias que concorrem no concurso: 37 do tipo cereja descascado/despolpado (preparados pelo sistema em via úmida) e 40 do natural (grãos colhidos e secos com casca). No dia 21 de outubro, os produtores dos cafés com melhores pontuações serão apresentados e premiados durante uma solenidade.

Participam desta edição produtores da variedade arábica da safra 2018 de diferentes regiões do Brasil. A BSCA recebeu, para o Cup of Excellence – Brazil 2018, cerca de mil amostras. Além de jornalistas brasileiros, profissionais da imprensa de diferentes países também vão acompanhar as atividades do principal concurso de qualidade para cafés especiais durante a semana.

A missão do Cup of Excellence é garimpar os cafés nacionais mais diferentes e que apresentem um nível de excelência, que sejam diferenciados. Apresentamos durante o Cup a nossa variedade e a qualidade do café brasileiro.

Os cafés vencedores vão participar de leilões organizados pela ACE com apoio da BSCA, garantindo valores diferenciados pelas sacas.

Anne Galdino vence a 9ª. Edição do Eisenbahn Mestre Cervejeiro

16 de outubro de 2018
2018-10-16- Anne Galdino vence a 9ª. Edição do Eisenbahn Mestre Cervejeiro

Foto – Montagem Divulgação

A nona edição do programa Eisenbahn Mestre Cervejeiro  exibido no Multishow e na Rede Globo desde agosto  chegou ao fim na noite deste domingo, 14 de outubro  e Anne Galdino é a grande vencedora.  Além de uma viagem para a Alemanha, Anne ganhou um curso no Instituto da Cerveja Brasil e ainda conquistou o sonho de todo cervejeiro: ter a sua cerveja lançada em breve no mercado.

Moradora de Teresina, Anne é servidora pública, graduada em Ciências da Computação, especialista em gastronomia e técnica Cervejeira Profissional, além de sommeliére de cerveja. Eleita a melhor cervejeira do país em uma competição acirrada, com oito episódios, ela começou a se interessar pelo universo da cerveja em 2010, quando começou a experimentar com seu marido em casa. Se apaixonou por este mercado e logo começou a fazer alguns cursos e produzir sua própria cerveja.

Entre as centenas de cervejas enviadas para participar do concurso, apenas 10 foram escolhidas. Os eleitos tiveram o desafio de criar a receita de Berliner Weisse, uma cerveja leve, refrescante e um pouco ácida. E Anne surpreendeu a todos pelo sabor, competência e criatividade na hora de produzir a bebida.

Gin Beefeater lança sua versão Pink

15 de outubro de 2018
2018-10-16- Gin Beefeater lança sua versão Pink

Foto – Divulgação

Aproveitando o aumento do consumo de Gin no Brasil a empresa Pernod Ricard acaba de trazer para o Brasil a versão Pink do tradicional Beefeater.

A história de Beefeater começa em Londres no ano de 1820, quando o apotecário James Borrough começou a destilar um gin de alta qualidade que incluía nove botânicos em sua receita. De lá para cá, a marca, que ainda é destilada no mesmo local, tornou-se o gin mais premiado do mundo, já tendo sido selecionada como o melhor por bartenders especializados na alquimia da coquetelaria. Desmond Payne, Mestre Destilador à frente da marca hoje, segue essa tradição de excelência da marca e apresenta o que promete ser o gin febre do próximo verão o  Beefeater Pink.

Com um tom rosa o gin recebe uma infusão de morango após o processo de destilação e ganha um leve sabor adocicado e aroma da fruta. As possibilidades de combinação são muitas e a bebida promete agradar paladares diversos.

O público brasileiro tem provado que gosta de degustar gin e o mercado no país tem crescido de forma acelerada. O volume consumido de gin no Brasil em 2017 foi 111% maior se comparado com 2016 entre as marcas nacionais e importadas (relatório International Wine Spirit & Research – IWSR).

A partir desse mês, Beefeater Pink também já está disponível nas principais redes varejistas do país a um preço sugerido de R$ 149,90.  E também pelo e-com da Pernod Ricard https://www.drinksandco.com.br/

 

Colorado lança uma Session Fest Bier com  castanha do caju

11 de outubro de 2018
2018-10-11- Colorado uma Session Fest Bier com  castanha do caju.png

Foto – Divulgação

Outubro é o mês mais festejado entre os amantes da cerveja por conta da Oktoberfest e a Cervejaria Colorado criou uma nova cerveja para marcar a celebração, a a Öktö.

Dessa vez, Colorado resolveu acrescentar a brasileiríssima castanha de caju na receita de uma Session Fest Bier, um ingrediente tipicamente brasileiro nesse tradicional estilo alemão. A cerveja conta com 5% de teor alcoólico, 18 IBU e terá sua venda   em chope até o dia 31 de outubro na Toca do Urso, em Ribeirão Preto, e nos bares do Urso, em São Paulo. Além disso, o site do Empório da Cerveja (www.emporio.com) venderá a cerveja em garrafa por R$ 19.

World’s Best Whisky 2019 by Jim Murray

10 de outubro de 2018
2018-10-10-World_s Best Whisky by Jim Murray

Foto – Montagem – Divulgação

 

Acaba de sair a lista com os melhores whiskys do mundo Segundo o expert Jim Murray que lança todo ano seu livro Whisky Bible. A edição de 2019 tem notas de degustação de 4.600 whiskys e os seguintes ganhadores.

Em primeiro lugar com 97,5 pontos de 100 o Bourbon William Larue Weller produzido pela destilaria Buffalo Trace. Em segundo lugar com 97 pontos de 100 o Single Malt Whisky Glen Grant 18 anos com 43% de teor alcóolico produzido pelo grupo Campari e em terceiro lugar o Thomas H Handy Sazerac Rye com 63,6% de teor alcóolico, destilado em 2011 e também produzido pela Buffalo Ttrace.

Outros whiskys também receberam citações como melhor whisky do ano na categoria regional.

Canadá – Canadian Club Chronicles: Issue No1 Water of Windsor Aged 41 Years

Irlanda – Redbreast 12 Years Cask Strength

Asian– Amrut Greedy Angels 8 Years Old

Japão  – Hakushu Paul Rusch

H₂OP a primeira água com lúpulo do Brasil

9 de outubro de 2018
2018-10-09- H₂OP a primeira água com lúpulo do Brasil

Foto: Divulgação

Depois de alguns testes e um pequeno lote experimental vai ser lançada hoje no EAP em São Paulo a primeira água com lúpulo do país. A H₂OP é uma criação exclusiva e pioneira da cervejaria Araucária de Maringá no Paraná. A proposta da marca e é aproveitar o frescor e sabor garantidos pela combinação entre água gaseificada e lúpulos, aliado aos benefícios que consumo destes ingredientes confere à saúde. A planta utilizada também na produção cervejeira contém diversos compostos saudáveis, tem ação antioxidante, antisséptica e calmante. Além disso, a H₂OP é  feita para todos os consumidores pois não há contra indicações, não tem calorias, não é uma bebida alcoólica, não contém açúcar, alergênicos, lactose ou glúten.

Envasada em lata de alumínio de 350 ml, a H₂OP recebe infusão de lúpulos de aroma, em sua maioria de variedades americanas. O resultado é uma água refrescante, com aroma cítrico que remete a frutas tropicais, com sutil sabor de limão e sem amargor.

O nome surge de uma brincadeira que une o símbolo químico da água H₂O com Hop – palavra que significa lúpulo em inglês. Já a linguagem visual que estampa o recipiente, abusa do branco e verde e traduz com clareza a proposta do novo projeto. Nos próximos meses, a distribuição será ampliada de Maringá, Curitiba e São Paulo para alcançar outras regiões do país.

Dádiva e Mafiosa lançam Imperial Pumpkin Porter para o Hallowen

8 de outubro de 2018
2018-10-08- Dádiva e Mafiosa lançam Imperial Pumpkin Porter para o Hallowen

Foto: Divulgação

Nightmare é o nome da colaborativa que a Cervejaria Dádiva e a Mafiosa Cervejaria prepararam para celebrar o Hallowen em parceria. São 300 kg de abóbora, especiarias e baunilha em uma receita que traz os autênticos sabores das Pumpkins Ales americanas.

A base é uma Imperial Porter com potência (ABV 8.9% / IBU 35) que, além dos aromas destacados da abóbora, aparece com agradáveis notas de chocolate e maltes tostados, uma boa pedida para casar com comidas condimentadas, pratos untuosos, chocolate amargo e sobremesas com abóbora.

O rótulo, inspirado no melhor estilo Tim Burton, foi criado por Alexandre Nani, responsável pela comunicação visual das duas marcas, sugerindo um clima sombrio e divertido, com um “Jack Pumpkinhead Mafioso” rodeado por graciosas libélulas.

A Nightmare é a segunda cerveja colaborativa entre as marcas Dádiva e Mafiosa, sendo a primeira somente entre as duas. O lançamento sazonal faz parte do projeto “10 colaborativas em 30 dias” que a Cervejaria Dádiva deu início em 24/8, na fábrica da cervejaria em Várzea Paulista buscando estreitar relacionamento com parceiros nacionais, da Bélgica, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Itália e Suécia em tempo recorde.

O novo rótulo, um estilo bastante diferente e difícil de ser encontrar no mercado nacional, chega ao mercado nesta semana, em quantidade reduzida de chope e garrafa rolhada de 500 ml com preço sugerido de R$ 45,00.

 

Macallan The Concept No1

5 de outubro de 2018
2018-10-05- Macallan The Concept

Foto: DIvulgação

A empresa Edrington Group proprietária da destilaria The Macallan acaba de anunciar o lançamento de uma nova linha para a marca de Single Malt Whisky. O The Macallan Concept No. 1  ou Conceito No1 terá um lançamento anual e limitado que gira em torno de quebrar as normas e conceitos com técnicas de produção inovadoras.

Neste caso o diferencial e inverter a ordem de maturação do whisky pós destilação. Normalmente ele passa por barricas que já tiveram ex Bourbon whiskey e depois vai para barris que tiveram vinho de Jerez. .No Concept No. 1 o liquido fica primeiro em barris ex jerez e depois ex bourbon pelo mesmo tempo que não é informado pela empresa.

Para este lançamento foram selecionados 68 barricas que dão um total aproximado de 84.000 garrafas com teor alcoolico de 40% e sem indicação de idade no rótulo.

The Macallan Concept No.1 estará disponível no Duty Free de Dubai a partir de 1º de dezembro, e depois irá para os outros mercados como a partir de janeiro de 2019 com um preço médio de U$ 125.

Dia do Bartender & Inovação 51 Assinatura

4 de outubro de 2018
2018-10-04- Dia do Bartender & Inovação 51 Assinatura

Fotos: Bartenders (Facebook) – Garrafas (Divulgação Cia Muller)

Dia 4 de Outubro é comemorado internacionalmente o dia do Bartender. Este ano gostaria de fazer uma homenagem a três deles, Adriana Pino, Felipe Rara e Marcelo Serrano. Dois anos atrás junto com Ale  Dagostino e Paulo Cesar Corghis eles aceitaram meu desafio e convite para criar uma bebida diferenciada para a Cia Muller de Bebidas que produz a Cachaça 51 e outros produtos.

Os cinco apresentaram três receitas inovadoras cada um e no final três foram selecionadas. Esta semana no Museu de Arte Moderna aqui em São Paulo aconteceu o lançamento destas novas bebidas, a linha 51 Assinatura.

Versáteis, prontas para serem consumidas geladas ou no preparo de drinques, as novas bebidas misturam aromas e sensações em quatro novos sabores: AmaroJambuLicor e Smoked.  Todas com a base da  51, a mais tradicional marca de cachaças do Brasil.

Inspirada em receitas exclusivas da Adriana, Felipe e Marcelo, oferece opções tanto para quem gosta de sabores mais fortes quanto para quem prefere bebidas mais suaves. Disponível em garrafas de 700 ml e com volume alcoólico entre 25% a 40%, as bebidas estarão à venda pelo preço médio/estimado de R$ 35, nos principais pontos de venda do País, a partir deste mês de outubro de 2018.

Com ideia original de Adriana Pino a Jambu tem o efeito inusitado de formigamento da erva, combina com o aroma adocicado do cumaru e com notas de gengibre, canela e mel.

Felipe Rara foi o mentor da Smoked  que tem uma característica esfumaçada pelo uso da turfa (carvão vegetal escocês), em um blend (mistura) do malte whisky com a cachaça.

O Amaro é uma bebida com toque amargo da planta quássia, misturado com a picância e o adocicado da angélica, mais o aroma do cacau e o toque amadeirado da amburana e teve Marcelo Serrano como articulador.

Além destas três receitas uma quarta bebida criada pelo time da Cia Muller entra no portfolio o Licor que une o sabor amadeirado da cachaça envelhecida em barris de carvalho com a doçura, formando uma bebida suave;

 

Brejas da semana

3 de outubro de 2018

2018-10-05- Brejas da semana

Novidades que acabam de chegar ao mercado. Da cervejaria belga Van Steenberge acaba de chega, a Baptist Wit, com perfil refrescante e notas herbais é uma Witbier, de perfil leve e refrescante que chega pela primeira vez no país.

A cervejaria santista, Everbrew, apresenta um novo rótulo a Enjoy the Spring, uma New England IPA diferente das demais cervejas do mesmo estilo disponíveis no mercado. Com perfil herbal em primeiro plano, a característica frutada e cítrica aparece não como protagonista e sim para equilibrar o conjunto.

Para finalizar uma colaborativa entre a sueca Nils Oscar e a Dádiva de Várzea Paulista a Triplet uma Triple IPA produzida com lúpulo Eldorado e 9,5% de teor alcóolico.

BAPTIST WIT – Fabricada por ocasião da abertura do Bar Baptist na cervejaria Van Steenberge e também em homenagem a Jan Baptist de Bruyne, fundador da cervejaria em 1784.

Nome da Cerveja: Baptist
Estilo: Witbier
ABV: 5%
Formato: Garrafa (330ml)

 

EVERBREW ENJOY THE SPRING
Enjoy the Spring vem para brindar a chegada da primavera. É uma IPA com  uma levedura exclusiva, duplo dryhop de Columbus e Mosaic, bem refrescante com aromas cítricos e herbais acentuados.

Nome da cerveja: Enjoy the Spring
Estilo: IPA
ABV: 6,3%
IBU: 50
Formato: Lata (473ml) e Chope

 

NILS OSCAR/DÁDIVA TRIPLET – Uma Triple IPA com muito lúpulo e álcool.

Nome da cerveja: Triplet
Estilo: Triple IPA
ABV: 9,5%
Formato: Lata (473ml) e chope

 

Charuto Davidoff Chefs Edition – 50th Anniversary

2 de outubro de 2018
2018-10-02- Charuto Davidoff Chefs Edition – 50th Anniversary

Foto  – Divulgação

A marca de charutos dominicana Davidoff continua comemorando seus 50 anos.  Agora a empresa foi até as melhores cozinhas do mundo para buscar inspiração. O Davidoff Chefs Edition 50th Anniversary foi elaborado com a colaboração de cinco chefes estrelados.

Os chefes que participam do projeto são Thomas Keller (The French Laundry, Yountville, USA), Alvin Leung (Bo Innovation, Hong Kong), Klaus Erfort (Gästehaus in Saarbrücken, Germany), Heiko Nieder (The Restaurant, Zurich) e Shaun Rankin (Ormer Mayfair, London). Todos eles além de apreciar bons charutos também proporcionam ao publico experiências memoráveis com suas criações assim como a marca Davidoff.

Elaborado no formato Toro este charuto foi criado para buscar aromas e sabores dos países de origem dos chefes. Ele tem notas de pimenta de Szechuan, couro, alcaçuz e madeira de carvalho no seu inicio. Na sua metade apresenta notas de café, cominho e chocolate com um final com toques de eucalipto e pimenta. Davidoff Chefs Edition 50th Anniversary tem capa da República Dominicana, miolo Negro San Andrés do México e miolo Piloto Visus / Yamasa Visus / San Vicente Mejorado Ligero da República Dominicana e Esteli Visus  da Nicarágua.

Sua produção é limitada a 50.000 charutos que vem em 5.000 caixas com 10 unidades distribuídas pelas lojas Davidoff pelo mundo.

Hendrick’s inaugura o palácio do gin na Escócia

1 de outubro de 2018
Hendricks-Distillery-Night

Foto – Divulgação

Hoje, 01 de Outubro de 2018,  a Hendrick’s Gin anuncia seu mais significativo empreendimento desde que surgiu, em 1999. A empresa inaugurou uma nova e resplandecente casa destiladora, verdadeiramente adequada a um gin famoso por seu senso de invenção e maravilha: o Palácio Hendrick’s Gin.

O Palácio Hendrick’s Gin e destilaria foram artística e magnificamente ampliados para atender à voraz demanda global pelo Hendrick’s, que é incomumente preparado com essências de pepino e rosas. Como um motor de inovação, o palácio é uma instituição dedicada à exploração e descobertas, onde a mestra destiladora do Hendrick’s, Lesley Gracie, terá a liberdade criativa de experimentar e conceber novas variedades da bebida, além de ser o lar da marca que revolucionou o mundo do gin.

A destilaria dobrou sua capacidade de atender a demanda, e as extraordinárias instalações agora disponíveis para Lesley verdadeiramente vão permitir que a mestra expresse sua inata inclinação para criar.

O Palácio Hendrick’s Gin apresenta um misterioso e encantador jardim murado que leva a um palmário magnífico e imponente, de inspiração vitoriana. Ele é ladeado por duas estufas botânicas, usadas para cultivar uma infinidade de extratos e plantas de todo o mundo. Há o santuário interno, o laboratório de Lesley que apresenta uma curiosa biblioteca de sabores, um auditório para palestras que incentivem estudos acadêmicos e um bar adequadamente elegante.

Hendricks-Lesley-Gracie

Lesley Gracie – Mestra Destiladora de Hendric (divulgação)

Agora são duas novas deslumbrantes destilarias. A família de alambiques do Hendrick’s floresceu e agora se compõe de seis alambiques, quatro alambiques Bennett, inclusive a antiga caldeira original de cobre, de 1860, e três réplicas fiéis. E dois Carter Heads, um original, construído em 1948, e uma reprodução exata. Os novos alambiques já estão ativos há quase um ano, produzindo o mesmo líquido delicioso de sabor idêntico ao do Hendrick’s no dia de seu lançamento.

William Grant & Sons, a empresa familiar independente mundial de destilados, investiu £ 13 milhões na expansão, um reflexo da confiança e do entusiasmo que tem no futuro do Hendrick’s. A inovação sempre esteve no DNA da marca. Ela comandou o boom mundial do gin, criou e continua a liderar a categoria super Premium do gin.

Lesley Gracie, a mestra destiladora da Hendrick’s, disse: “Venho destilando o Hendrick’s já há quase 20 anos e, durante este tempo, eu e minha equipe temos tido a oportunidade de explorar e experimentar numa escala pequena. Entretanto, estou animada e ansiosa para aproveitar todas as vantagens da nossa maravilhosa nova destilaria e começar a trabalhar numa linha de líquidos experimentais, alguns dos quais resultarão em futuros lançamentos e potenciais novas expressões do Hendrick’s”.

 

 

Volta ao mundo em uma xícara de café

1 de outubro de 2018
2018-10-01- Volta ao mundo em uma xícara de café

Foto – Divulgação

Hoje é o dia Internacional do Café e que tal comemorar a data experimentando cafés de diferentes origens. É essa a idéia da Nespresso que lançou de uma vez cinco tipos de café de origem única – Colômbia, Índia, Indonésia, Nicarágua e Etiópia – produzidos com métodos característicos de suas regiões e feitos especialmente para oferecer ao consumidor momentos singulares nas pausas para o café. Para compor a nova linha, a marca pesquisou e ouviu consumidores no mundo todo.

Cada um dos blends passou por uma jornada de descoberta. Os especialistas em café da Nespresso foram em busca do que há de melhor no mundo: das montanhas cobertas de florestas da Sumatra aos vales das terras altas da Nicarágua. Em cada região selecionada, a marca criou parcerias com agricultores locais e embarcou em uma missão para explorar práticas de cultivo inovadoras com o objetivo de elaborar novos aromas e sabores de café.

O café adquirido na Índia passou por uma técnica milenar conhecida como “monsooning”, relembrando um processo antigo em que os grãos eram transportados em barcos e absorviam um alto nível de umidade do oceano, fazendo com que os mesmos inchassem e revelassem um novo e único sabor. Para compor esta cápsula, esse processo foi trazido para o século XXI, e os grãos de Robusta passaram pelo “monsooning” em armazéns na Índia, que junto com grãos Arábica compõem esse marcante café.

No café da Etiópia, os grãos foram cuidadosamente colhidos e secos com a casca e polpa, revolvidos à mão de hora em hora para garantir uma secagem uniforme nos terreiros suspensos da Etiópia que dá um toque floral ao café.

Na Colômbia, o momento de colheita típico foi levado ao limite, cada fruto de café foi deixado mais tempo no pé, arriscando a fermentação, até que tivesse exatamente o ponto de maturação desejado. Os frutos com coloração roxo escuro foram, então, manualmente colhidos o que dá ao café um toque mais frutado e vibrante.

Já na Sumatra (Indonésia), o terroir úmido exigiu que os produtores utilizassem um método de processamento descascado úmido, no qual os frutos são descascados, fermentados, secos ao calor e, ainda úmidos, os grãos são processados passando ao café um perfil de sabor mais complexo e amadeirado.

Na versão Nicarágua utilizou-se o método “black honey”, no qual os grãos são descascados e secos ainda com a polpa, expostos ao sol intenso nos terreiros da Nicarágua. Isso permite que o grão absorva os açúcares naturais da própria mucilagem ressaltando o toque adocicado e harmonioso do café.

Os cafés da linha Master Origin estão disponíveis nas boutiques e também no e-comerce da marca  pelo valor de R$ 2,30.

 

Angostura apresenta Sherry cask-finished rum

28 de setembro de 2018
2018-09-28 - Angostura apresenta Sherry cask-finished rum

Foto – Divulgação

Tradicional por sua marca de bitter, reconhecido e utilizado em todo mundo, o Angostura que é elaborado em Trinidad & Tobago também produz um rum de excelente qualidade. No Brasil é possível encontrar o Angostura White Oak Rum, bebida que depois de envelhecer em barricas de carvalho passa por um processo de filtragem por carvão para tirar sua cor e ficar transparente.

Sua mais recente inovação é Angostura Cask Collection No. 1 Oloroso Serry que passa por barricas novas de Bourbon de 2013 e Carvalho Frances de 2015. Depois de um período de maturação o rum destes barris passa 9 meses em barricas que já tiveram vinho de Jerez Oloroso. O resultado é uma bebida redonda com aromas de coco, melaço, carvalho e ameixas secas e graduação final de 40%.

Angostura Cask Collection No. 1 Oloroso Sherry começa a ser vendido na Austrália, França, Rússia, Reino Unido e outros paises europeus. Serão comercializadas 16,200 garrafas.  Vamos torcer que a Todovino importadora da marca no Brasil consiga algumas garrafas para o nosso mercado.

Guaspari mostra o potencial do terroir com o lançamento do Café Guaspari

28 de setembro de 2018
2018-09-28- Guaspari mostra o potencial do terroir com o lançamento do Café Guaspari

Foto – Cesar Adames

A Vinícola Guaspari, que desde 2006 tem se dedicado ao cultivo de uvas para a produção de vinhos finos nas terras altas de Espírito Santo do Pinhal, retorna às origens apresentando a sua primeira safra comercial do café Guaspari.

O pólo vitivinicultor, hoje reconhecido pela qualidade de seus vinhos, já teve como foco a produção de cafés de altitude na fazenda Santa Ignêz em meados do XIX. Preparado com grãos das variedades Mundo Novo, Catuaí Vermelho e Obatã, o café recebeu torra média e já esta sendo vendido nas versões em grãos e moído, em pacotes de 250g (R$ 36) e 500g (R$ 42). Os produtos estão disponíveis para venda no site da Guaspari. https://loja.vinicolaguaspari.com.br/home/

Com condições ideais de solo, clima e altitude as características também conferem ao café qualidade e sabor. O Café Guaspari tem aromas de caramelo e amêndoas. Em boca apresenta corpo denso e cremoso, boa acidez, com notas cítricas que remetem à laranja e frutas amarelas com um toque de mel e um retrogosto longo e agradável.

Atualmente a Vinícola Guaspari cultiva 30 hectares das mais diversas variedades de café, todos colhidos de forma manual durante os meses de junho a agosto.

 

 

R$ 12.000 por uma garrafa de Macallan Reflexion

27 de setembro de 2018
2018-09-27- R$ 12.000 por uma garrafa de Macallan Reflexion.jpg

Foto – Divulgação

Para quem curte um bom Single Malt e aprecia os que são produzidos pela destilaria The Macallan uma boa noticia. Chega ao Brasil o The Macallan Reflexion que custa R$ 18.000 a garrafa. Mas tem que correr são apenas 18 unidades que estarão a venda.

Seu exclusivo decanter foi desenhado para que suas facetas pudessem refletir ao máximo a luz e assim intensificar seu vermelho “Mahogany”. Sua coloração é obtida naturalmente do seu envelhecimento em barris.  “hogshead” de 250 litros, elaborados com carvalho espanhol e americano, ambos ex-Jerez e somente de primeiro uso.

Salton lança Domenico, sua primeira marca-conceito

26 de setembro de 2018
2018-09-26-Salton lança Domenico, sua primeira marca-conceito.jpg

Foto – Cesar Adames

A família Salton lança neste segundo semestre de 2018 a Domenico, sua primeira marca-conceito, que trará para o mercado rótulos inovadores e exclusivos. Fruto do trabalho da 4ª geração à frente da empresa, o novo projeto revela um desejo de experimentação motivado pela busca de uma identidade singular para o vinho e o espumante brasileiros. Embebida na filosofia de trabalho “Lab”, a Domenico é uma spin-off que nasce para quebrar padrões e encontrar novos caminhos.

O primeiro rótulo da Domenico é o Giornata, um espumante Prosecco elaborado a partir dos melhores cachos das melhores parcelas de dois produtores selecionados. Isso só foi possível graças a um trabalho de rastreabilidade iniciado em 2004. A uva Prosecco vem mostrando resultados consistentes a cada ano na Serra Gaúcha. O Giornata por Domenico busca ser a melhor expressão deste terroir, um dos melhores do mundo para esta casta. Como um ponto de inflexão na longa trajetória da família na produção vinícola nacional, Giornata faz um brinde duplo: ao passado, homenageando os 140 anos da chegada de Antônio Domenico Salton ao país, e ao futuro, sendo ele o primeiro rótulo deste novo conceito.

Para marcar o ciclo que se renova, nada mais simbólico que um espumante, ainda mais sendo ele um Prosecco, uva-símbolo da região do Vêneto, local de origem da família. Os Salton foram pioneiros ao trazer as primeiras mudas dessa uva para o sul do país, nos anos 1990, e incentivar seu cultivo com mais força nos anos 2000. Hoje marca líder entre os espumantes nacionais, a Salton conseguiu com seu Prosecco, em menos de duas décadas, um reconhecimento internacional inédito para o vinho brasileiro. Um exemplo que ilustra isso é o fato da vinícola ter recebido recorrentemente distinções que atestam a qualidade de seu espumante, como a pontuação de 93 pontos obtida na Decanter World Wine Awards em 2016 e o prêmio de melhor espumante do novo mundo do FIZZ Festival Awards, conquistado na Inglaterra em 2017.

O segundo rótulo da Domenico deve ser engarrafado ainda este ano. Trata-se de um corte de variedades que vêm se destacando na região da Campanha Gaúcha, mostrando consistência enológica ao longo das safras. Um vinho como esse, na aposta da Domenico, deve contribuir para expressar mundialmente as particularidades do vinho brasileiro.

 

 

Cerveja La Trappe com cachaça do Brasil

25 de setembro de 2018
2018-09-25- Cerveja La Trappe com cachaça do Brasil

Foto: Cesar Adames

Acaba de chegar ao Brasil o lote 30 (batch 30) da Cerveja  La  Trappe Oak  Aged. A La Trappe é uma cerveja trapista é  elaborada desde 1884 na cervejaria da Abadia Cisterciense “Onze Lieve Vrouw van Koningshoeven” (N. Sra. de Koningshoeven) na Holanda.

Para produção da La Trappe Oak Aged, a cervejaria, normalmente, separa uma pequena parte da produção da La Trappe Quadrupel e acondiciona em barris de madeira que já envelheceram outras bebidas como  whiskey, vinho tinto, vinho branco, rum, conhaque, etc.  (veja a lista completa abaixo).

2018-09-25- Cerveja La Trappe com cachaça do Brasil1

Foto: Cesar Adames

 

No caso da La Trappe Oak Aged Cachaça Barrel, deixaram a La Trappe Quadrupel em barris de cachaça durante 12 meses.

Em junho de 2016, a Bier & Wein, em parceria com a cachaçaria Weber Haus, disponibilizou 50 barris para a produção desta Oak Aged.  Estes barris, de carvalho francês, maturaram cachaça durante 12 anos.  Esta cachaça tem características de café, chocolate, baunilha e amadeirado.

Entre as 11 cervejarias trapistas no mundo, a La Trappe foi a primeira a utilizar barris de cachaça para envelhecer  cerveja. Foram produzidas 600 caixas (3.600 garrafas 375ml) e destas, 115 caixas vieram ao Brasil (690 garrafas) que serão comercializadas a um preço médio de R$ 250. Ela tem 11% de teor alcóolico e seu potencial de guarda é até 2043.

A La Trappe Oak Aged Cachaça Barrel tem um aroma de caramelo, malte e amadeirado.  A cachaça pode ser sentida levemente no aroma e no paladar. Outros sabores que podem ser apreciados são de caramelo, ervas aromáticas e frutas maduras.  Ela é um Blend de 80% de La Trappe Quadrupel  envelhecida em barris de cachaça e 20% em barris novos de carvalho.

 

9 Moons o Gin mais caro do Brasil

24 de setembro de 2018
2018-09-24- 9 Moons o Gin mais caro do Brasil

Foto – Divulgação

A Casa Flora importadora de várias bebidas que já traz o gin Martin Miller’s acaba trazer para o Brasil o o exclusivíssimo 9 Moons, o Gin mais caro já vendido por aqui. Seu diferencial? É um  gin envelhecido em um único barril de carvalho, no oeste da Islândia.

O 9 Moons Gin junta-se aos já premiados Martin Miller’s Original e ao Martin Miller’s Westbourne Strengt. Sua versão envelhecida em barril compartilha o mesmo estilo dos demais gins da marca e percorre o mesmo itinerário de quase 5.000km, que separam a Inglaterra da Islândia, locais onde o gin é primeiramente destilado e, depois, viaja para ser diluído com a água mais pura do mundo.

Nesta nova edição, os sentidos são ampliados por uma complexidade mais profunda, proveniente de uma mistura maravilhosa de doçura de baunilha e notas de cremosidade oriundas do barril carvalho.

O 9 Moons surgiu como resultado de algumas criações experimentais de coquetéis elaborados por um grupo de Bartenders de Nova York. Eles colocaram o Martin Miller’s Gin em mini barris, produzindo resultados impressionantes. Apesar disso, o co-fundador da marca, Andreas Versteegh, estava cético no início, mas com suas papilas gustativas intrigadas, se inspirou. Seu aniversário era iminente e, como um deleite para si mesmo, adquiriu uma seleção de barris de carvalho, que então preencheu com gin e armazenou na Islândia.

O processo de criação de 9 Moons envolveu muitos ajustes e testes em vários tipos de barris em busca do equilíbrio perfeito entre sabor e acabamento. A chave era respeitar o gin original e não, através do entusiasmo e do excesso de envelhecimento, criar o que equivalia a um uísque de qualidade duvidosa. Assim, no envelhecimento de Martin Miller’s, buscou-se melhorias mais sutis que acrescentassem profundidade e enfatizassem os sabores já existentes do gin. Os barris foram monitorados e, depois de precisamente 9 meses, ou nove ciclos lunares (9 Moons), um dos barris virgens de Bourbon mostrou um equilíbrio perfeito, mantendo o sabor gin, mas com um pouco de magia adicional, dotada pelos seus nove meses de descanso no seu leito de carvalho.

Normalmente, quando os destilados envelhecem, a regra geral é: quanto mais tempo, melhor. Neste caso, no entanto, “despertar” o gin relativamente cedo de seu sono, demonstrou que a paciência não é tudo. Às vezes, saber quando parar é mais importante.

Por sorte, o clima frio e surpreendentemente seco da Islândia provou ser o ambiente ideal para o envelhecimento do gin, apresentando muitas vantagens. Estas condições deram a capacidade de retardar significativamente o processo de envelhecimento e permitiram a capacidade de medir com precisão o progresso do complexo e intrigante destilado que foi engarrafado nesta ocasião.

Cerca de 2.000 garrafas, cada uma numerada individualmente, foram retiradas de um único barril e depois misturadas com a água da nascente mais pura do mundo, localizada em Borgarnes, na Islândia, adicionando uma qualidade excepcional e

No Brasil, apenas 10 garrafas de 350ml espalhadas por 5 bares selecionados de São Paulo, estarão à disposição (em doses) dos apreciadores de gin. Estima-se que o valor de cada garrafa gire em torno de R$650,00, o que faz do produto o gin mais caro no mercado brasileiro. A importadora, Casa Flora, ainda não tem estimativa de chegada do novo lote.

Sky Hall apresenta nova carta de drinks

21 de setembro de 2018
2018-09-21- Sky Hall apresenta nova carta de drinks

Barley Highball, petisco Bacon é Vida e drink Caatinga (fotos divulgação)

Em um terraço de mais de mil metros quadrados na esquina das avenidas Faria Lima e Juscelino Kubitschek está o Sky Hall Terrace Bar que agora está com nova carta de drinks..

No comando do bar está uma das figuras mais icónicas da coquetelaria paulista,  Renan Tarantino, que criou novos drinks para o Sky Hall como o  Caatinga (cachaça, cajú, imbiriba, dente de leão, imburana, aroeira, mel Uruçu e licor de pequi), De Boa Na Lagoa (vodka cítrica, capuchinha, wasabi e limão siciliano), All Green Smash (gin, manjericão, limão siciliano, borrifadas de Absinto com especiarias), Kyõrinrin (Shochu, chá verde e shisso), entre outros. Todos a R$ 36. Diariamente, Tarantino apresenta o Cocktail do Dia (R$ 29): em que traz as mais variadas elaborações e sempre em mutação.

Para o público que segue a linha das bebidas mais tradicionais o Sky Hall oferece uma extensa lista de clássicos com sugestões como Cosmopolitan, Pisco Sour, Caipirinhas, Rabo de Galo, Mojito, Aperol Spritz, Old Fashioned e Patrón Margarita, estes a R$33.

Para acompanhar, o bar petiscos compartilháveis Croqueta de Jamón (tradicional croqueta espanhola, com jámon e um toque de limão siciliano (R$42), Beet Gravlax (pão australiano, gravlax (salmão curado com ervas típico e beterraba), sour cream e massago (R$45), Bacon é vida (fatias crocantes de Bacon com massa de pastel, maionese de bacon e ketchup de goiabada) (R$30) e Iscas de Filet Mignon (filet mignon empanado, super crocante com maionese de sriracha) (R$42).

SKY HALL TERRACE BAR – Av. Presidente Juscelino Kubitscheck, 1.327 (sobreloja do edifício International Plaza II). Tel.: (11) 2828-9740.

Destilaria H.Weber relança marca de Cachaça Primavera

20 de setembro de 2018
2018-09-20- Destilaria H.Weber relança marca de Cachaça Primavera

Ilustração: Weber Haus/Divulgação 

A primeira marca comercial da Destilaria H. Weber está de volta ao mercado com a mesma receita original de Hugo Weber, fundador da empresa de Ivoti, na Rota Romântica.  A bebida armazenada em cabriúva foi lançada no ano de 1969 e fez sucesso por cerca de 30 anos. “Seu retorno é um resgate às origens e uma homenagem histórica ao fundador da Weber Haus”, afirma Evandro Weber, diretor da empresa e filho de Hugo.

Com canaviais próprios em Ivoti, interior do Rio Grande do Sul, na chamada Rota Romântica, a empresa está sediada no mesmo lote de terras onde a família de imigrantes alemães alojou-se há quatro gerações, e opera com destilaria desde 1848. A empresa possui uma vasta linha de bebidas orgânicas e também envelhecidas que compõem o seu rol de cachaças Premium e Extra Premium,  uma referência de qualidade no mercado brasileiro, bem como sua linha de licores.

Taverna Medieval comemora aniversário

19 de setembro de 2018

2018-09-19-Taberna Medieval comemora aniversário

Durante todo o mês de setembro a Taverna Medieval, conhecida hamburgueria temática  inspirada na cultura medieval está em festa comemorando mais um ano de vida.

Inaugurada em setembro de 2016,  no bairro da Vila Mariana, a casa recebe público de todas as idades, especialmente os nerds apaixonados por games que frequentam a casa para  curtir RPG e jogos de tabuleiro. O atendimento é diferenciado com garçons e hostess usando roupas típicas e chamando os clientes de milady e milorde além da decoração de cada ambiente, com objetos e móveis especialmente produzidos para vivenciar a idade média.

Recentemente a casa ganhou um novo espaço, a Masmorra da Taverna,  ambiente que remete às prisões localizadas nos subterrâneos dos antigos castelos. O novo espaço tem decoração diferente dos demais pisos da casa e conta com grilhões (antigas algemas medievais) espalhados, grandes portões, passagem secreta, além da pouca de luz que possibilita uma experiência diferenciada.

A programação de aniversário neste mês de setembro terá muitas atrações como a História do Hidromel e o Workshop de Cervejas Alemãs com degustação, comandado pela sommelier de cerveja Patrícia Al-behy

Outra atração é a batalha dos hamburguers, dois hambúrgueres novos criados especialmente em comemoração ao  aniversário da Taverna Medieval. O Burguer mais pedido no mês de setembro entrará para o cardápio principal.  O Mestre Paladino – R$ 36,00 – vem no pão australiano, 180 g de blend bovino, pepperoni, queijo gorgonzola, Rúcula e Catupiry. O outro é o Justiceiro do Fim do Mundo -R$ 36,00 – Com  160g de carne bovina empanada e recheada com queijo cacciocavalo e castanha de caju, com alface chifonet no pão australiano acompanha cebola crispy e maionese de manjericão.

A carta também ganhou dois novos drinques, o Lobotômico (R$ 19), com vodca, suco de laranja, limão tahiti e grenadine, acompanhado de algodão doce, e o Adori Flam (R$ 23), com uísque Fireball, suco de maçã e creme de leite.

Taverna Medieval – Rua Gandavo, 456 – Vila Mariana – São Paulo/SP.

Horário de funcionamento: de terça a quinta-feira das 18h às 23h. Sextas e sábados das 18h às 1h. Domingos das 18h às 23h.

Gin Tanqueray inaugura pop up bar no Itaim

18 de setembro de 2018

2018-09-18 - Gin Tanqueray inaugura pop up bar no Itaim

O gin Tanqueray, líder da categoria no Brasil (segundo dados do IWSR 2017), abre as portas em São Paulo entre os dias 21 de setembro e 7 de outubro de seu primeiro pop ub bar da marca.

O Tanqueray Mixed Gin Bar possui 215 m2 e estará localizado no bairro do Itaim em São Pualo, com funcionamento de quinta a domingo. O conceito foi construído sob a ideia de mistura, trazendo para a vida real o que acontece com a Gin&Tônica, a receita pode ser tomada de diversas formas ao misturar diferentes frutas, botânicos e sementes. A versatilidade, ou “misturabilidade” do drink é explorada na programação do bar; nos três finais de semana diferentes bares e restaurantes renomados estarão no comando do balcão do bar e da cozinha. Além disso, a cada final de semana terá um dj ou banda, com estilos musicais diferentes.

No primeiro final de semana,o SubAstor toma conta do bar e o ICI Brasserie domina a cozinha. O SubAstor, destaque da alta coquetelaria em São Paulo e ícone da Vila Madalena, traz drinks assinados pelo renomado bar manager da casa, Fabio La Pietra, já a ICI Brasserie assina o cardápio com receitas francesas clássicas com olhar moderno.

Na segunda semana quem assume o bar é o Trabuca, e o menu fica por conta do Guarita Burguer. O Trabuca, concorrido bar de longas filas para suas Gin&Tonicas, vai assinar a carta de drinks. E o Guarita Burguer, novo empreendimento de Jean Ponce e Greigor Caisley, do já consolidado Guarita Bar, vai comandar a cozinha com o menu focado em hambúrguer.

Para o encerramento, a Apothek Cocktails & Co entra com os drinks e o Cozinha 212, com a comida. A Apothek, conhecida por ser o menor bar de coquetéis de São Paulo, vai assinar a carta de drinks do último final de semana, com o endosso de Alexandre D’Agostino, que esteve atrás do balcão do Spot por 18 anos e desde 2017 comanda o pequeno bar da Rua Oscar Freire. O comando da cozinha do último final de semana fica por conta do Cozinha 212, conhecido por sua churrasqueira a brasa e receitas sem muitas intervenções aos alimentos.

Tanqueray  Mixed Gin Bar – Rua Ministro Jesuíno Cardoso, 190 – Itaim Bibi-SP.

Data: 21/09 a 07/10 – de quinta a domingo

Funcionamento: Quintas e sextas-feiras: 17h30 à 0h30, sábados e domingos das 16h a meia noite: Sábado (06/10) 17h às 23h, domingo (07/10) 18h às 22h.

Cateto Barrel & Beer Day

17 de setembro de 2018

2018-09-17 – Cateto Barrel & Beer Day

Chega a sua quarta edição o Barrel & Beer Day, um festival dedicado única e exclusivamente a cervejas que passam por processo de envelhecimento e maturação em madeira. A edição deste ano tem a participação da cervejaria Bodebrown de Curitiba, uma das pioneiras no desenvolvimento de cervejas em barris.

Foram selecionados 6 rótulos raros em chope, alguns inéditos fora de festivais e com certeza exclusivos em São Paulo. Vai ser a maior seleção barrel aged on tap já reunida da cervejaria. Os taps serão oferecidos em duas versões, 150ml e também avulsos em 300 ml.

Os rótulos que serão servidos são:

– Monfort Red Flanders

– Double Perigosa BA

– St. Arnould 10 Amburana

– Cacau IPA Wood Aged

– Tripel Montfort au Rum

– Atomga Wood Aged

 
Além das cervejas on tap o publico poderá comprar rótulos sazonais engarrafados para levar por preços promocionais.

Na parte da gastronomia o Cateto preparou um cardápio exclusivo para o dia. Elaborado a quatro mãos junto a pequenos produtores paulistas de queijo artesanal personalizando e criando queijos e combinações exclusivas para o evento.

Para finalizar com chave de ouro o evento ainda vai ter café maturado e fermentado em barril. O Francks Ultra Coffe que é uma referencia do uso de café na produção de cervejas artesanais, tendo participado de inúmeros projetos com cervejarias como Juan Caloto, Cervejaria Dogma, Caravan Beer, Cervejaria EverBrew, 5Elementos Cervejaria Artesanal, DUM Cervejaria, entre tantos outros vai estar presente oferecendo  degustações de seus cafés.

O ingresso para o evento pode ser adquirido no link abaixo por R$ 120 e dá direito a degustação de  150ml das 6 cervejas engatadas no dia do evento e a 01 (uma) taça personalizada do evento (produção limitada)

https://www.sympla.com.br/barrelbeerday-4–bodebrown-edition__346084

.

 

Tem cerveja no Bolicho

14 de setembro de 2018

2018-09-14- Tem cerveja no Bolicho

Você sabe o que é Bolicho? O bolicho, em alguns casos chamado boliche  é cenário frequente de textos da literatura regionalista gaúcha. Autores como Simões Lopes Neto e Érico Veríssimo ambientaram nesses espaços passagens marcantes de contos e romances. O estabelecimento comercial, misto de bar e armazém, também aparece com frequência em músicas tradicionalistas.

A popularidade não é fruto do acaso. O bolicho nasceu associado ao tropeirismo. O gaúcho das regiões campeiras tinha os bolichos como pontos de parada de descanso durante as longas cavalgadas até o interior de São Paulo, para onde eram guiados rebanhos de gado de corte criados no interior do Rio Grande do Sul. Além de abastecer com itens trazidos de outras regiões, os peões aproveitavam as paradas para conversar, churrasquear, tocar violão e beber. Nas músicas tradicionalistas, o bolicho é o lugar onde o viajante apea do cavalo e enche o copo para esquecer as prendas pelas quais se apaixonou ao longo do caminho.

A urbanização do País, a abertura de estradas e o avanço dos meios de transporte de cargas mudou a realidade do tropeirismo e dos bolichos. Hoje a palavra é usada  também como referência aos bares tradicionais e até minimercados.

Para manter acesa a chama da tradição gaúcha, a Schin, cerveja oficial do Acampamento Farroupilha, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, recria um importante símbolo da história do povo gaúcho: o bolicho. Além disso, Schin volta a homenagear o povo gaúcho com uma lata comemorativa, decorada com imagem do fotógrafo Eduardo Rocha, retratando o cotidiano do homem do campo.

No Acampamento Farroupilha deste ano, o Bolicho Schin será visualmente semelhante aos piquetes que remetem às histórias das campereadas gaúchas e deve ser ponto de encontro e convivência do público que comparecer aos festejos que ocorrem até 20 de setembro no Rio Grande do Sul.

Monkey Truck, o caminhão do Gin

14 de setembro de 2018

2018-09-14- Monkey Truck o caminhão do Gin

Começa hoje, 14 de Setembro o tour do Monkey Truck, caminhão Citroen H Van produzido após a segunda guerra mundial que vai apresentar e servir drinks com o gin alemão Monkey 47.

O primeiro destino do truck é o Pinocchio Cucina, nesta sexta-feira, 14 de setembro. Das 22h às 5h, paulistanos poderão degustar três drinks da marca elaborados com Monkey 47, sendo um G&T com casca de laranja e semente de Pixuri, um G&T com rodela de limão siciliano e um negroni, e ainda um drink exclusivo criado pela casa, batizado como Max GT, que leva Monkey 47, hibisco, capim limão, laranja bahia e tônica, todos vendidos a R$ 35 cada, em frente ao restaurante italiano, instalado na esquina da Rua Augusta com a Alameda Tietê, nos Jardins.

Já no sábado, dia 15, a parada é no bairro de Pinheiros, das 12h às 17h, quando o truck estacionará em frente ao Futuro Refeitório, na Rua Cônego Eugênio Leite, 808. Além dos três drinks da marca, a casa apresenta o Gin Brew, com Monkey 47, Cold Brew e tônica, também por R$ 35 cada.

A rota completa poderá ser conferida pelo público no instagram da marca https://www.instagram.com/monkey47br.

Dia da Cachaça e Projeto Rabo de Galo

13 de setembro de 2018

2018-09-13- Dia da Cachaça e Projeto Rabo de Galo

Dia 13 de setembro é esperado e comemorado por todos apreciadores da branquinha ou moreninha, se passar por barris. Este dia também dá inicio ao Projeto Rabo de Galo, uma iniciativa da cachaça Yaguara que convida o público a experimentar os clássicos brasileiros.

Em sua terceira edição o festival acontece entre os dias 13 e 30 de setembro em cinco capitais brasileiras, com o objetivo de valorizar também outros drinques nacionais como a Caipirinha, o Bombeirinho, o Macunaíma e as Batidas

O festival, que se restringia a São Paulo na primeira edição, expandiu-se para outras capitais como Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba em 2017 e, agora, chega também a Goiânia, totalizando mais de 100 endereços participantes.

Para celebrar os coquetéis icônicos que têm o destilado como base, a cachaça Yaguara convidou alguns dos melhores bartenders dos cinco estados para apresentarem criações exclusivas a preços acessíveis,  até R$ 20 para drinques elaborados com cachaça Yaguara Branca e até R$ 25 para os feitos com as cachaças Yaguara Orgânica ou Ouro. Parte do valor será revertido como doação para uma instituição de caridade ligada à sustentabilidade.

Em São Paulo, participam do evento bares como o Le Jazz Petit Bar, o Picco, o Ipo Bar, que serve suas versões de Caipirinha (Yaguara Branca, limão taiti, açúcar demerara e melaço de cana, R$ 18) e Bombeirinho (Yaguara Branca, purê de framboesa e limão taiti, R$ 18) e o recém inaugurado Caulí Lounge Bar, que serve releituras autorais da tradicional Batida (Yaguara Branca, maracujá, Saint Germain, creme de leite, R$20). Já no Rio de Janeiro, participam do festival casas como o Stuzzi Bar, o Garoa Bar Lounge e o Hotel Yoo2. Nas demais capitais, alguns bares referencia da cidade,  em Curitiba o Officina Restô Bar, em Porto Alegre  o Capone Drinkeria, e  em Goiânia  o Nubah.

17•56 Museu & Enoteca, o mais novo centro de turismo da vinícola portuguesa Real Companhia Velha

12 de setembro de 2018
2018-09-12- 17•56 Museu & Enoteca, o mais novo centro de turismo da vinícola portuguesa Real Companhia Velha

Foto: Divulgação

Uma das mais tradicionais e importantes vinícolas de Portugal, fundada ha 262 anos, a Real Companhia Velha, com vinhos no Brasil importados pela Barrinhas, acaba de inaugurar um novo centro turístico, o 17•56 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha, localizado à beira do rio Douro, no  Cais de Gaia.

O 17•56 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha é um espaço com 3.000 m2, divididos em dois pisos, onde vinho, gastronomia e história se complementam. O nome faz referência ao ano da instituição da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro (também denominada por Real Companhia Velha), o mesmo da Demarcação do Alto Douro: no dis 10 de setembro de 1756.

O Museu da 1.ª Demarcação situa-se no piso 0 e fica junto a uma sala de provas e loja de vinhos. Dividido em seis capítulos o núcleo museológico conta a história do Douro, a mais antiga região demarcada e regulamentada do mundo que está associado diretamente a própria história da Real Companhia Velha.

Entre os objetos em exposição o Alvará Régio assinado por D. José I em 10 de Setembro de 1756, sob os auspício do Marquês de Pombal. Este documento está  na sua  versão original, intocável, e em duas versões digitais que podem ser  folheadas.

No piso 1 situa-se a Enoteca 17•56, um espaço que pretende contribuir para a afirmação do Porto como uma das capitais mundiais do vinho e onde a oferta gastronómica é bastante variada, mas o vinho é rei.

Alem dos vinhos da Real Companhia Velha vão estar a venda alguns dos melhores vinhos de Portugal, na seção ‘Carta dos Amigos’, e também vinhos das imponentes regiões do Velho Mundo. No total, a carta de vinhos ultrapassa as 500 referências.

Alem dos vinhos a Fromagerie Portuguesa apresenta uma seleção de cinquenta queijos nacionais e internacionais, que podem ser consumidos no local ou comprados para levar para casa.

17•56 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha

Alameda da Rua Serpa Pinto, 44B (entrada principal) ou Avenida Ramos Pinto.

Sinnatrah Cervejaria Escola está em nova sede

31 de agosto de 2018

2018-08-31- Sinnatrah Cervejaria Escola está em nova sede

Mesma avenida, número diferente. A Sinnatrah Cervejaria-Escola inaugura em setembro nova sede com espaço mais amplo a duas quadras de sua atual instalação – agora no número 2021 da Avenida Pompeia,

a poucas quadras do metrô Vila Madalena. A mudança acontece junto com o aniversário de nove anos da escola, pioneiro centro de cultura cervejeira e referência na área desde 2009.  Ao longo de sua trajetória, a Sinnatrah Cervejaria-Escola já formou mais de 4500 cervejeiros caseiros – muitos deles assumiram o hobby como profissão, atuando dentro de cervejarias ou criando as suas próprias marcas de cervejas.

Em novo endereço, a Sinnatrah contará com espaço maior para as aulas iniciantes e avançadas de cerveja e criará novos cursos para sua grade curricular. Em breve a instituição deve montar também uma planta-piloto destinada à produção de cervejas.

Atualmente, a Sinnatrah Cervejaria-Escola tem em sua grade aulas para iniciantes e cervejeiros caseiros já experientes em módulos básicos e avançados

A equipe docente é formada por mestres cervejeiros, sommeliers, especialistas e consultores, que acumulam anos de atuação em cervejarias e brew pubs. Os sócios e professores titulares são: Rodrigo Louro, doutor em bioquímica e mestre cervejeiro; Júlia Reis, sommelière e especialista em análise sensorial; e Alexandre Sigolo, bioquímico e mestre cervejeiro. A lista completa de cursos está disponível no site http://sinnatrah.com.br