Posts Tagged ‘drink’

Drinks de verão no Bar Desembargador

14 de janeiro de 2019
2019-01-14- driks de verão no bar desembargador

Foto montagem – Divulgação

Um dos bares que mais gosto no bairro da Pompéia aqui em São  Paulo é o Bar Desembargador que fica na esquina da Desembargador do Vale com Tucuna. Mesa pé pra fora, na calçada e atendimento nota dez do Clayton, o bartender da casa. Para o verão ele criou alguns drinks refrescantes com ingredientes orgânicos combinando o Gin, a Tônica e o chá mate, com frutas cítricas.

Entre eles destaque para o   Flower time – Vodka, Brandy Osborne, suco de limão siciliano, xarope de açúcar – R$ 31,00,, Dourado – Vermute Punt e Mes, Vermute Dry, suco de tangerina, bitter) – R$ 31,00 e o  Bulleit Mate – Whisky Bulleit, xarope de vanila, suco de limão taiti, chá mate orgânico) – R$ 32,00.

Não deixe de provar o cardápio de petiscos que tem várias criações especiais. Às terças-feiras e sábados, do happy hour a partir das 17 horas até 22 horas, o chopp Brahma é em dobro. O bar só abre no almoço às sextas-feiras, com cardápio executivo que muda toda semana, oferecendo pratos com ótimo custo benefício.

 

Ao sábados no almoço, a dica é o Buffet de Feijoada, com carnes e acompanhamentos separados a escolher, que custa R$ 57,00 por pessoa para se servir a vontade e a primeira caipirinha de limão é por conta da casa.

 

Desembargador – Rua Desembargador do Vale, 253 – São Paulo – Tel: (11) 3672-3676

Anúncios

Frank Bar recebe Marian Beke, um dos melhores bartenders do mundo

10 de dezembro de 2018
2018-12-10- Frank Bar recebe Marian Beke, um dos melhores bartenders do mundo

FOTO – Divulgação

Depois de receber nomes conhecidos da coquetelaria brasileira, amanhã dia 11 de dezembro o Frank Bar abre as portas para Marian Beke, do The Gibson Bar em Londres, que também figura entre a seleta lista dos 100 melhores do mundo pelo World´s 50 Best Bars. O premiado bartender será o convidado especial de Spencer Amereno para comandar seu balcão oferecendo drinques com Absolut Elyx, Chivas Regal e Plymouth.

Nascido na Eslováquia, Beke mudou-se para Londres em 2005 inspirado pela cultura da coquetelaria da cidade inglesa, assim como para aprimorar a língua estrangeira. Começou trabalhando em casas noturnas, progredindo para Barback, depois passou a trabalhar em hotéis, restaurantes e em bares especializados em coquetelaria. Algumas ótimas casas pelas quais passou foram Montgomery Place, o primeiro com estilo speakeasy em Londres; Artesian Bar, no Langham Hotel; Purl Bar; e The Nightjar Bar, que ajudou a abrir e assumiu a Gerência.

Há um ano abriu o seu próprio bar ‘The Gibson’, situado na Old Street, e em seu primeiro ano já ficou na 6ª posição do World´s 50 Best Bars – Europa. E é assim que o The Gibson tem algo em comum com o Frank Bar, que entrou para a lista mundial em 2017 e 2018, além da coquetelaria artesanal, é claro.

Spencer e Marian esperam um público rotativo das 18 à meia noite no dia 11 de dezembro com uma entrada de R$ 35, incluindo welcome drink, e os coquetéis de Beke custarão R$ 37.

Frank Bar – Guest Bartender – Marian Beke

Rua São Carlos do Pinhal, 424 – no lobby do Maksoud Plaza Hotel

Data: 11/12/2018 (terça-feira) das 18h à meia noite

Novo bar Volátil oferece drinks on tap e cervejas artesanais

7 de dezembro de 2018
2018-12-07- Novo bar Volátil oferece drinks on tap e cervejas artesanais

Foto – Divulgação

A região da Pompéia em São Paulo acaba de ganhar um novo poit para suas noites etílicas, O bar Volátil. Por trás do novo estabelecimento está a mesma equipe do The Lab, ‘bar secreto’ que despertou a curiosidade do público liberando a entrada apenas para convidados. Com coquetéis on tap (na torneira) e cervejas artesanais, o Volátil também é um bar para poucos, mas, dessa vez, a seletividade estará no olhar de quem nota e cria afinidade com um espaço que foge dos estereótipos de roteiros boêmios mais tradicionais, ao começar pelo endereço, no bairro da Pompéia.

Com o intuito de manter a essência intimista do bar ‘irmão’, o Volátil ocupa um galpão quase escondido na Avenida Pompeia. O mistério se estende à carta de bebidas da casa, que inova tirando coquetéis direto da torneira, são quatro drinks on tap, mas o plano é chegar até 10 torneiras servindo coquetéis clássicos e autorais. Hoje, Gin Tônica, Ginger Fizz e os autoriais Lime Scurvy Killer e Absinto #3 são as opções encontradas nas torneiras da casa, mas sempre podem variar de acordo com o dia.  Ainda, variadas opções de chopes são servidas em copos de 200 ou 450 ml. Os rótulos são sempre alternados e priorizam-se as cervejarias artesanais locais, eventualmente uma opção importada é engatada em um dos bicos. Na geladeira, as opções variam entre estilos da moda, como Berliner Weisse, Sours e NE IPA, até as mais tradicionais.

As especialidades do menu são os “Grilled Cheese”, sanduíches clássicos americanos montados no pão brioche produzido artesanalmente na casa. Entre algumas das sugestões de recheio para os sandubas, está o de costelinha de porco, que acompanha queijo cheddar e molho barbecue. Para os veganos, há opção que leva cogumelos, pesto de rúcula, tomate e queijo vegano, no pão vegano, tudo feito em uma chapa diferente, sem contato com os ingredientes de origem animal.

O bar funciona de terça a sábado. Às terças e quarta há ainda rodadas de cerveja em dobro para os clientes. O novo local terá uma série de eventos ainda esse ano como churrascadas, som ao vivo, lançamentos de cervejas e outros.

VOLÁTIL – Avenida Pompéia, 1999 – Pompéia, São Paulo – SP

Horário: terça a quinta: 18h às 23h; sexta: 18h às 24h; sábado: 15h às 24h

 

Paulo Leite do Sagarana é o ganhador da 2ª edição do concurso Rabo de Galo

4 de dezembro de 2018
2018-12-04- Paulo Leite do Sagarana é o ganhador da 2ª edição do concurso Rabo de Galo

Foto – Divulgação

Ontem aconteceu a segunda edição do concurso nacional Rabo de Galo na cidade de São Paulo. Idealizado e conduzido pelo Mestre Dervian e pelo bartender Daniel Julio. O evento contou com 42 participantes de todo Brasil e o grande vencedor da noite foi Paulo Leite do Emporio Sagarana de São Paulo.

drink Rabo de Galo, assim como a Caipirinha, é um patrimônio cultural do Brasil com 64 anos de história. Sua propagação começou na cidade de São Paulo com a chegada de uma fábrica de bebidas nos anos 50. A indústria queria atender os anseios alcoólicos dos imigrantes italianos que estavam encantados pela Cachaça não bebiam mais o Vermute.

Assim, foi criada uma mistura dos dois, inclusive com copo exclusivo, que continha marcação das doses. Segundo relatos, o fundo do copo era mais grosso para aguentar a batida no balcão, na volta do gole. Inclusive, a bebida era para ser chamada de Cocktail, mas a idéia foi rapidamente descartada e substituída pela tradução da palavra em inglês Cocktail, que, em português, significa Rabo de Galo.

O Rabo de Galo, que inicialmente tinha em sua proporção original 2/3 de Cachaça para 1/3 de Vermute, nos dias de hoje não tem uma receita exata e nem há uma técnica fixa de preparo: as bebidas podem ser misturadas num mixing glass com gelo ou no próprio copo de servir.

A idéia do concurso é levar o Rabo de Galo a alçar vôos mais altos. O objetivo é que este drink seja o segundo coquetel brasileiro à base de Cachaça a ser inserido na lista da IBA – International Bartenders Association.

 

202 lança Ginger Ale no mercado

6 de novembro de 2018
2018-11-06- 202 lança Ginger Ale no mercado

Foto – Cesar Adames

Deu vontade de provar um drink Moscow Mule em casa mas não tem Ginger Ale, refrigerante de gengibre que é um dos ingredientes principais da receita? Seus problemas acabaram. O empresário Marcos Lee, chef e criador da Tonica 202 acaba de colocar no mercado a 202 Ginger Ale.

A bebida gaseificada tem um toque picante e cítrico e dá pra usar no drink ou beber sozinha. A latinha com 269 ml custa em média R$ 5 e pode ser encontrada no The Burguer Store (R. Prof. Atílio Innocenti, 747, Itaim Bibi) ou no Empório Frei Caneca (R. Frei Caneca, 569, Bela Vista).

 

 

 

Sertó tem drinques e burguers

5 de novembro de 2018
2018-11-05 - Sertó tem drinques e burguers

Foto Montagem – Cesar Adames

A região central de São Paulo acaba de ganhar mais uma atração gastronômica. Desta vez é o Sertó Bar que chega na Rua Major Sertório, 106 e mistura um toque de hamburgueria com bar de drinks e petiscos.

A parte dos comes fica a cargo do chef e proprietário Marcelo Magaldi que tem experiência de anos trabalhando no grupo Fasano. Magaldi é um craque na seleção dos petiscos como o Croquetó (croquete cremos de mortadela e parmesão) R$ 25, Bolo D’Ovo (Elaborado com blend de carnes e ovo caipira) R$ 10 e da Rego Fritas (Fritas com sálvia, tempero a base de especiarias levemente picante) R$ 19.

E dele também a seleção dos burguers, oito no total. Para começar sugiro o Marco Zero Um (Carne, Cheddar Inglês e Maionese da casa no Pão Brioche) R$ 22 onde dá para conhecer o blend de carnes da casa. Depois peça o Sertó que dá nome a casa (Carne, Queijo meia Cura, pickles, pancetta, ovo caipira e maionese da casa no pão brioche) R$ 29.

Os drinks tem assinatura de Jean Ponce, são seis além dos 13 clássicos. Provei o  General Jardim (Gin, calda de capim santo, cítricos, angostura e galho de arruda) R$ 25, o Dona Veridiana (Gin, xarope de pepino com manjericão, xarope de açúcar, mix de limões e clara de ovo) R$ 25 mas o meu preferido foi o Marques de Itú (Single Malt Talisker, Averna, Cynar, Amaro Lucano, Vermute carpano clássico, tintura de sal e laranja bahia) R$ 36.

Não deixe de provar a sobremesa Misericórdia (Bolo de Chcolate recheado de brigadeiro e servido com calda quente de chocolate) R$ 19. É de lamber os beiços.

SERTÓ – Rua Major Sertório, 106

Dia do Sushi no Geiko San

1 de novembro de 2018

Dia 1° de novembro, é celebrado no Japão, o Dia do Sushi, e no Brasil a data é comemorada  no  mesmo dia, há mais de 10 anos.  O Sushi é o prato mais conhecido da cozinha japonesa e consiste basicamente em combinar arroz (o gohan) com diferentes tipos de peixe cru, vegetais, frutas, e outros ingredientes.

Ele faz parte do cardápio de muitos brasileiros e podemos encontrar mais de 500 tipos e estilos, alguns deles com um toque ocidental  pois levam frutas tipicamente brasileiras.

Uma boa opção para comemorar este dia é o Geiko-San, localizado no Jardins,  comandado pelo sushichef Fabrizio Matsumoto que é conhecido por seus sushis exclusivos com combinações diferenciadas. Pioneiro em introduzir o azeite trufado aos pratos japoneses, o Geiko-San oferece clássicos e itens novos, além de seus drinks, que harmonizam perfeitamente com a culinária.

Que tal experimentar alguns drinks com Sushi? Veja algumas sugestões do Geiko San.

2018-11-01- Dia do Sushi no Geiko San1

Foto – Cesar Adames

SAMURAY (sake, pure de lichia, maracujá e run de coco) R$  24,00

Barriga de Salmão raspa de limão, flor de sal e azeite trufado

Jo de Atum com Lichia e Foie Gras

2018-11-01- Dia do Sushi no Geiko San2

Foto – Cesar Adames

GEIKO (sake com creme de wassabi e limão)  R$  22,00

Jo Poche Selado Trufado

Ebi no Envelope (Camarão, maionese spyce, ovas de massago e cibolete)

2018-11-01- Dia do Sushi no Geiko San3

Foto – Cesar Adames

 

HAKAI (Jack Daniels , cha earl grey, coca cola) R$ 39,00

Vieira com Foie Gras

Peixei Branco com Ume e Shiso

Dia da Cachaça e Projeto Rabo de Galo

13 de setembro de 2018

2018-09-13- Dia da Cachaça e Projeto Rabo de Galo

Dia 13 de setembro é esperado e comemorado por todos apreciadores da branquinha ou moreninha, se passar por barris. Este dia também dá inicio ao Projeto Rabo de Galo, uma iniciativa da cachaça Yaguara que convida o público a experimentar os clássicos brasileiros.

Em sua terceira edição o festival acontece entre os dias 13 e 30 de setembro em cinco capitais brasileiras, com o objetivo de valorizar também outros drinques nacionais como a Caipirinha, o Bombeirinho, o Macunaíma e as Batidas

O festival, que se restringia a São Paulo na primeira edição, expandiu-se para outras capitais como Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba em 2017 e, agora, chega também a Goiânia, totalizando mais de 100 endereços participantes.

Para celebrar os coquetéis icônicos que têm o destilado como base, a cachaça Yaguara convidou alguns dos melhores bartenders dos cinco estados para apresentarem criações exclusivas a preços acessíveis,  até R$ 20 para drinques elaborados com cachaça Yaguara Branca e até R$ 25 para os feitos com as cachaças Yaguara Orgânica ou Ouro. Parte do valor será revertido como doação para uma instituição de caridade ligada à sustentabilidade.

Em São Paulo, participam do evento bares como o Le Jazz Petit Bar, o Picco, o Ipo Bar, que serve suas versões de Caipirinha (Yaguara Branca, limão taiti, açúcar demerara e melaço de cana, R$ 18) e Bombeirinho (Yaguara Branca, purê de framboesa e limão taiti, R$ 18) e o recém inaugurado Caulí Lounge Bar, que serve releituras autorais da tradicional Batida (Yaguara Branca, maracujá, Saint Germain, creme de leite, R$20). Já no Rio de Janeiro, participam do festival casas como o Stuzzi Bar, o Garoa Bar Lounge e o Hotel Yoo2. Nas demais capitais, alguns bares referencia da cidade,  em Curitiba o Officina Restô Bar, em Porto Alegre  o Capone Drinkeria, e  em Goiânia  o Nubah.

Frank Bar com nova carta de drinks

24 de agosto de 2018
2018-08-24- Frank Bar com nova carta de drinks.jpg

Spencer Amereno e a nova carta de drinks. Foto: Cesar Adames

Um dos melhores bares do Brasil o Frank Bar está de carta nova. São 15 drinks com uma temática japonesa. Spencer Amereno, head bartender da casa buscou referências na tradicional coquetelaria oriental para desenvolver drinks com detalhes diferenciados

Para ele a coquetelaria carrega muitas similaridades com as ciências químicas, e isso é ainda mais perceptível quando falamos dos mestres japoneses. Para eles, um bom drink exige não só o conhecimento profundo dos ingredientes utilizados, mas um fino equilíbrio dos sabores e a aplicação de uma técnica refinada. Os japoneses valorizam todo o processo, desde o corte do gelo límpido, até a escolha dos elementos da apresentação segundo ele.

O Volume IV, já é a 4ª versão desde que o bar abriu, chega mais enxuto, trazendo 15 drinks, sendo sete exclusivos. O cardápio faz alusão a um magazine japonês, justamente para que os apreciadores entrem ainda mais no clima dessa concepção. Para quem quiser levar uma cópia para casa ela sai por R$ 120,00 com direito a um autógrafo do criador. Mas para quem quiser uma versão mais compacta segue aqui, por tempo limitado o cardápio em PDF. É só clicar para baixar e imprimir em casa. Ai você leva no Frank, pede um drink e pode ser que o Spencer autografe sua cópia

.

2018-08-24- Frank Bar com nova carta de drinks1.jpg

Clique no link para baixar sua cópia goo.gl/XsvZhY 

As criações da casa quanto as releituras foram desenvolvidas após uma série de estudos e testes até agradarem o maior crítico de todos: o próprio Spencer Amereno. As exclusividades ficam por conta de A Dog Named Daiquiri, Rum Havana Club 7, geleia de umbu, limão galego e sponge cake de abacaxi; Brace, Chivas 12, Tokaji Dry, maçã verde, avelã e limão tahiti; Seso Cobbler, Real Tesoro Fino, amêndoas, manteiga de caju e kincan; e Tutua, Tequila Blanco, fassionola, Frank’s spices, limão tahiti e laranja bahia. O destaque das novas composições vai para as decorações inusitadas, desde sponge cake até vidro comestível e cone doce de bagaços.

Dentro das 8 releituras temos o Orgeat Punch, inspirado no Bon-Vivant´s Companion (Jerry Thomas/1862), que é servido numa xícara punch. Completam a lista de inspirações o Algonquin Cocktail, lançado em 1930 pelo hotel Algonquin (New York, EUA), feito com Bourbon, Dolin de Chambery Dry Vermouth, xarope de casca de abacaxi e Green Carthusian Bitters; o Bloodhound, de autoria disputada, já que há alguns registros, mas aqui os créditos ficam para William Bothby e seu livro “World Drinks” de 1907; Hannibal Hamlin, resgatado da publicação “The Flowing Bowl: How and What to Drink” de William Schmidt, que ficou conhecido como o primeiro Bar Chef a inventar seus próprios drinks; e o Golden Heat, extraído do International Guide to Drinks by United Kingdon Bartenders Guide.

Os mais pedidos e conhecidos do público retornam no cardápio de 2018: Dead Habit, Mamie Taylor, Hawaiian Room, Improved Whiskey Cocktail, Maverick Negroni e Ataraxia. Além das comidinhas, que são um atrativo à parte. No cardápio há opções para todos os paladares: burgers, sandwiches, hot dogs, porções, sopas, tábuas de frios, especiais gourmet e sobremesas deliciosas.

 

Frank Bar –lobby do Maksoud Plaza Hotel =  Rua São Carlos do Pinhal, 424

Funcionamento: Segundas, terças e quartas: 18h à 1h; quintas, sextas e sábados: 18h às 2h (com direito a jazz ao vivo); feriados: 18h à meia-noite; não abre aos domingos.

Drinks: a partir de R$ 36,00

 

Cachaça, História, Gastronoia e Turismo

21 de agosto de 2018
2018-08-21- Cachaça, História, Gastronoia e Turismo

Foto – Divulgação

Sempre que me perguntam qual é o melhor livro sobre alguma bebida eu respondo: “Não existe”. Por que? Porque  até agora não vi nenhum livro conseguir abranger TODOS os aspectos da bebida de forma técnica, correta e com uma linguagem fácil de se entender.  Temos muitos livros que são excelentes em uma abordagem única como produção, markentig ou sensorial, outros tratam do assunto como um todo mas de forma generalista.

Não é o caso deste Cachaça – História, Gastronomia e Turismo, novo livro de Jairo Martins da Silva, especialista no assunto em seu segundo livro que chega ao mercado pela Editora Senac São Paulo. Nesta obra ele amplia o trabalho feito anteriormente de uma forma mais detalhada resultado de intensa pesquisa realizada desde o fim dos anos 90.

O livro traz o conteúdo muito bem apresentado de forma lógica para quem deseja aprender mais sobre a bebida, para quem deseja montar um alambique e iniciar sua produção ou para quem se interessa em conhecer as principais regiões produtoras do destilado no país. Neste ponto o livro traz uma inovação pela primeira vez em um livro dá para ter uma relação das marcas que possuem visitação. São 37 alambiques listados com detalhes da história da marca, visitação e linha de produtos.

Martins tambem faz uma análise das regiões produtoras dando detalhes de clima e solo que fazem o diferencial no produto final. Traz uma abordagem sobre os mais de 30 tipos de madeiras que transferem aromas, cores e sabores para a bebida e diferenciam a cachaça de outros destilados. Para quem quer fazer uma análise técnica da bebida o livro ainda tem uma ficha de degustação bem detalhada.

 

Cachaça – História, Gastronomia e Turismo –

Autor: Jairo Martins da Silva

Editora: Editora Senac São Paulo

Preço: R$ 61

Número de páginas: 322

 

 

Você conhece o Sylvester?

10 de agosto de 2018
2018-08-10- Você conhece o Sylvester.jpg

Foto – Cesar Adames

Para quem é fã de desenho animado (sem entregar a idade) Sylvester and Tweety conhecidos aqui no Brasil como Frajola e Piu-Piu sempre fizeram a alegria da criançada nas manhãs e tardes antes de ir ou voltar da escola.

Para os maiores de idade que já podem beber, um outro Frajola vem fazendo a alegria etílica dos apreciadores de bons drinks a um bom tempo.  Rogério “Frajola” Souza é uma referência na execução de drinks clássicos e atendimento com elegância. Foram 16 anos de balcão de bares como Sub Astor e Astor e quem gosta de bons drinks com certeza já foi atendido por ele.

Agora  em um casa para chamar de sua o Sylvester que abriu recentemente em Pinheiros ele apresenta um menu de drinks clássicos e autorais  todos por menos de R$ 30,00. Os clássicos, no total de 24, são o old fashioned, boulevardier, fitzgerald, sidecar, martinez, sazerac, hanky panky entre outros e saem por R$ 25,90.

Você conhece o Sylvester1

Montagem e fotos – Cesar Adames

Entre os 8 drinks autorais não deixe de experimentar o Twity que leva vodka, purê de cenoura, xarope de mel, suco de limão e folhas de hortelã e o Sylvester com Rum, limão taiti e siciliano, xarope de castanha com bitter de chocolate e espuma de gengibre com jasmim, os dois por R$ 26,90.

Na parte dos comes pratos clássicos como Filé Oswaldo Aranha, Steak au Poivre Vert e Picadinho La Bohem. Para petiscar Coxinha Paramount, Dadinho de tapioca com queijo coalho e mini pasteis.

Sylvester Bar  – Rua Maria Carolina, 745, Pinheiros, tel.: (11) 3034-1268. 
Segunda a sexta, 17h/0h;  Sábado, 12h/0h;   Fecha aos domingos.

Smirnoff Moscow Mule

3 de agosto de 2018

2018-08-03-Smirnoff Moscow Mule

Disponivel apenas nos Estados Unidos até setembro de 2018 a marca de vodka Smirnoff acaba de lançar a versão engarrafada do drink Moscow Mule.  A receita criada entre 1941 e 1946 e sua origem e criação é disputada até hoje leva vodka, ginger beer, limão espremido e gelo servido tradicionalmente em uma caneca de cobre.

Por conta disso a cor da garrafa lembra a cor da caneca onde é servida. A idéia do lançamento é oferecer ao público mais uma opção ready to drink que já conta com as versões Smirnoff Peppermint Twist e Smirnoff Red, White & Berry.

Com teor alcóolico de 30% e apresentada em garrafas de 50ml e 750 ml (US$14.99) ela pode ser encontrada em algumas lojas selecionadas dos Estados Unidos.

 

Eric Van Beek é o ganhador do Bacardí Legacy 2018

2 de maio de 2018

2018-05-02-Eric Van Beek é o ganhador do Bacardí Legacy 2018a

Com apenas dois anos e meio de balcão de bar o holandês Eric Van Beek foi o ganhador do Bacardí Legacy Cocktail Competition2018.  A grande final do concurso aconteceu ontem a noite (1º. de Maio) no Museo Numismático Nacional na cidade do México e contou com apresentação de James Irvine da Australia e Ana Alicia Herrera do Mexico que eram os outros finalistas do concurso. Van Beek competiu com outros 33 bartenders representando 33 paises. Entre eles Nica do Bar Riviera com seu drink El Imigrante que teve um enorme sucesso de divulgação e compartilhamento, um dos critérios de pontuação.

O drink ganhador se chama Cariño e leva Rum Bacardi Reserva Ocho, Chartreuse Amarela, Iogurte grego, xarope de baunilha e suco de limão. Segundo Alex Kratena, bartender que comandou o bar do Artesian por vários anos e foi jurado do concurso a receita tem ingredientes que todo mundo conhece e que quando combinados traz algo novo e delicioso.

O premio de Van Beeck será o suporte que Bacardi vai dar durante um ano para que seu drink seja reconhecido mundialmente e possa ser servido em todos os bares do mundo.

2018-05-02-Eric Van Beek é o ganhador do Bacardí Legacy 2018

Visita a Busca Vida

18 de setembro de 2017

2017-09-18-Visita Busca Vida 

Recentemente fui convidado pelo pessoal da Interfood, uma das grandes importadoras e distribuidoras de bebidas do Brasil para conhecer o Galpão Busca Vida e o local onde se produz a a famosa Busca Vida.

O galpão tem 20 anos de história, a bebida 19 e ambas foram criação do Carlão, dono da marca e um cara com muuuita história pra contar que resolveu juntar cachaça artesanal com limão e um toque de mel.

A ideia dele era criar um drink a base de cachaça que fosse fácil de beber e atingisse todos os públicos. Busca Vida acabou lançando então uma nova categoria de bebidas no país que hoje tem mais 21 produtores. Para o Carlão isso é bom por que o publico passa a saber que este estilo de bebida existe mas também pode inibir o consumo caso a marca escolhida não tiver uma qualidade muito boa.

20170731_111104.jpg

O Galpão Busca Vida que fica em Bragança Paulista interior de São Paulo é outra história a parte. Ele foi criado para reunir os amigos, compartilhar bons momentos e tomar cachaça. Com o passar do tempo o espaço foi aumentando, shows foram chegando e a receita da bebida se aprimorando. Hoje em dia fica muito difícil imaginar o Galpão sem a bebida e vice versa.

Em 2002 o Galpão Busca Vida ganhou ainda mais reconhecimento com a participação na realização do Festival de Arte Serrinha. O evento acontece todos os anos durante três semanas do mês de julho no bairro da Serrinha (Bragança Paulista – SP) e tem por objetivo criar um momento de imersão artística na natureza em oficinas, vivências, residências, shows, performances, palestras, teatro, cinema e exposições de arte.

O festival é quase um laboratório a céu aberto onde seus criadores se preocupam com a região da Serrinha e compartilham o sonho de relações mais humanas entre pessoas, cultura e paisagens.

O Galpão tem shows todos os finais de semana com estilos diversos, para ver a programação é só entrar no site http://galpaobuscavida.com.br/ . Enquanto assiste aos shows dá pra beber Busca Vida a vontade sem ter que voltar pra casa dirigindo. É que o Carlão usando coisas de demolição transformou o velho sitio em uma aconchegante pousada com quatro quartos: a Hospedaria Rural.

No dia seguinte, antes de voltar pra casa ainda dá pra curtir a Cá De MezzAmig que em dialeto romagnolo e quer dizer “Casa dos meus amigos”. Este restaurante foi criado seguindo o estilo da gastronomia da região da Emilia Romagna na Itália.

Ca de Mezamgi

Para começar tem a Piadina um pão tipo azzimo, parecido com dos antigos romanos, que por muito tempo foi a base da comida dos romagnolos. Com o passar dos tempos, sua receita foi enriquecida com outros ingredientes. Como prato principal as massas tradicionais como o famoso macarrão a bolonhesa além de taglitelle, strozzapreti, cappelletti, tortellini, lasagna entre outros.

Se tiver a oportunidade de bater um papo com o Carlão a viagem estará completa pois são poucas as bebidas no mundo que te oferecem um cardápio tão completo de atividades como a Busca Vida.

Aniversário –Terraço Itália 50 anos

5 de julho de 2017

2017-07-05-Aniversário - Terraço Itália

Considerado por muitos um ícone da cidade o Terraço Itália consegue reunir três pontos fundamentais para o sucesso de qualquer negócio, Boa comida, boa bebida e uma vista maravilhosa da cidade de São Paulo. Com esta trilogia o restaurante completa 50 anos em 2017 e resolveu criar uma comemoração diferenciada. Convidou cinco mixologistas famosos para criarem drinks representando estas cinco décadas e chefes renomados para fazerem uma releitura de pratos clássicos que já passaram pelo cardápio do restaurante.

Neste mês de Julho o drink servido é o La Florida #2, à base de Bacardi Carta Blanca, Cacao Blanc Marie Brizard, Carpano Classico, Grenadine caseiro, suco de limão siciliano e clara de ovo pasteurizada (R$42) criado por Spencer Amereno do Frank Bar.

Roberto Ravioli é quem assina o cardápio que inclui como entrada Torre Cruda del Mare (tartar de atum, abacate e lagostim, com tempura de abacate e crisps de quinoa)  um remake do Steak Diana com Dry Aged e funghi Porcini, e suflê ao cioccolato con Nutella e crema di mascarpone.

Em agosto o drink ficam por conta de Jean Ponce e os pratos com Gianpiero Giuliani (Due Cuochi). Em Setembro Fabio La Pietra prepara o coquetel e a dupla Salvatore Loi & Paulo Barros (Modern Mamma Osteria), assinam o menu comemorativo que sempre fica em cartaz durante 30 dias no restaurante, incluindo entrada, principal e sobremesa, servido apenas no jantar.

Terraço Itália – Avenida Ipiranga, n°344 – 41° Centro – São Paulo – SP – Tel (11) 2189-2929

Campari lança Negroni pronto para beber

3 de abril de 2017

2017-04-03-Negroni Engarrafado

Com o aumento do consumo de drinks no Brasil e a abertura de vários bares algumas receitas clássicas ganham cada vez mais apreciadores. É o caso do clássico Negroni que foi criado em 1919 pelo conde Camillo Negroni. O drinque surgiu de um pedido do conde para trocar a água gaseificada pelo gim do drinque Americano. O coquetel se tornou conhecido pelos outros clientes como o “Americano do Conde Negroni”. Hoje, o drinque é considerado um dos coquetéis italianos mais famosos do mundo, chamado simplesmente de Negroni.

Seguindo a tendência de consumidores que cada vez mais estão envolvidos na arte da coquetelaria e trazendo isso para dentro de casa, a Campari criou o Negroni Ready to Enjoy, que já está a venda no Brasil. Pronto para beber, basta colocar a bebida em um copo baixo com gelo e uma rodela de laranja.

O Negroni engarrafado é um coquetel premium que mistura ingredientes de qualidade, respeitando a receita tradicional e catalogada na “bíblia dos bartenders”, o IBA (International Bartenders Association), na qual Campari é o único ingrediente original. Os outros dois são o Gin e o Vermute que podem variar de marca e estilo..

Produzido na Itália, berço da marca Campari, a bebida pode ser encontrado nas lojas de varejo especial. O preço sugerido da garrafa, que serve até sete doses, é de R$ 150.

ONDE ENCONTRAR

Eataly – Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1489 – Vila Nova Conceição

Empório Frei Caneca – Shopping Frei Caneca – Rua Frei Caneca, 569 – 3º piso – Varanda – Praça Deputado Dario de Barros, 401 – Cidade Jardim

 Para mais informações: www.camparigroup.com

 

Melhor drink de 2016

28 de dezembro de 2016

melhor-drink-de-2016

Drink – Bellini engarrafado

7 de outubro de 2016

 

2016-10-07-bellini-engarrafado

A primavera já chegou e o tempo começa a esquentar, então que tal um Bellini pra refrescar. Para quem não conhece a história o drink foi criado no Harry’s Bar de Veneza na Itália, um dos bares mais famosos do mundo.

Ele foi criado pelo bartender e fundador Giuseppe Cipriani que homenageou o famoso pintor renascentista Giovanni Bellini que utilizava cores claras em seus quadros, uma delas que deu origem ao coquetel.

A receita original era feita somente no verão pois dependia da safra do pêssego um dos ingredientes chave para o preparo do drink. Segundo Cipriani um dos segredos da receita era usar somente pêssegos brancos que tinham que ser ralados no ralador de queijo para criar um purê.

A receita pede o uso de espumante mas não é tão rigorosa com o estilo. O ideal é não utilizar nada tão seco nem doce demais.

Mas se você não quiser ter nenhum trabalho a Importadora Decanter acaba de colocar no mercado um  Bellini pra chamar de seu. É o Espumante Vinicola Hermann Bossa No. 6 produzido no sul do pais.

Produzido 100% com espumante da variedade Chardonnay e pequena quantidade de suco de pêssego natural, o Bossa Bellini é uma ótima opção para um happy hour. Ele tem 11,5% de teor alcóolico e vem em uma garrafa de 750 ml e tem preço médio de R$ 46.

Onde encontrar – www.decanter.com.br

Bares – Drinks com história

1 de julho de 2016
2016-07-02 -  Drinks Le Bilboquet

Chicago 1929 – Foto Tadeu Brunelli

Uma das coisas mais legais em um bar além de provar bons drinks é conhecer e entender seus nomes e como foram criados. Um dos bartenders mais criativos de São Paulo, Felipe Rara é fera neste quesito.

Responsável pelo bar no Bistrõ Le Bilboquet ele apresenta a terceira e última parte de seu menu de drinks Bússola perdida- Grand  Finale. Inspirado em uma bússola perdida, o menu traz  muitas técnicas como infusões, bitters, tintura, clarificação, licores, xaropes, e gelos, tudo produzido artesanalmente.

No total são 10 coqueteis e seis Gin Tonics com muita história para contar. Vale a pena experimentar o Versailles que é uma releitura sobre as noites festivas do palácio em um cocktail feito somente com produtos de origem francesa e o Chicago 1929 que foi inspirado na lei seca nos Eua, e na vida de Al Capone.

Na parte dos Gin Tonics um guia por seis pontos turísticos da França como Cote d´azur , Louvre, NotreDame, Nice, Normandia e Champs Élysées

 Le Bilboquet – Rua Vittorio Fasano, 49 Jardins/SP – Tel: (11) 2615-1509

Bebidas – Cinzano 1757

13 de junho de 2016

2016-06-21 - Cinzano 1757

Você sabe o que é Vermute? Vermute é uma bebida alcóolica produzida a base de vinho e adição de ervas aromáticas. Seu criador provavelmente foi o grego Hipócrates que teria adicionado algumas ervas em um vinho para estimular o apetite.

Para se produzir um Vermute hoje em dia é necessário no mínimo 70% de vinho, além de açúcar, infusões de ervas de diveros tipos e água com sal para reduzir sua acidez.

Atualmente ele é a base de receitas clássicas na coquetelaria como  o Negroni e o Americano e recentemente a empresa Campari do Brasil passou a importar o Cinzano 1757.

Este vermute de qualidade superior foi engarrafado para homenagear os irmãos fundadores de Cinzano, Giovanni Giacomo e Carlo Stefano, que em 1757 começaram seus negócios em Turim.

Cinzano 1757 Rosso é produzido em pequenos lotes, com garrafas numeradas e elaborado artesanalmente com um blend delicado de ervas. Ele tem 16% de teor alcóolico e pode ser encontrado pelo preço médio de R$ 115.

E não esqueça depois que se abre um Vermute o local para guarda-lo é sempre a geladeira evitando a oxidação do vinho e perda da qualidade.

 

Evento – GIN Day

10 de junho de 2016

2016-06-11-Gin Fest

Pela primeira vez no Brasil acontece no dia 11 de Junho o World Gin Day em São Paulo. Vai ser um dia dedicado a este destilado que tem se tornado a sensação da coquetelaria mundial nos últimos anos.

O evento é uma co-produção do site GinFest e do Grupo Vegas e acontece no Mirante 9 de Julho, a partir das 16h. A entrada é grátis e o público terá várias atrações como stands de todas as marcas de gin disponíveis no Brasil, palestras e degustações de gins e atrações musicais. Os drinks elaborados no evento estarão disponíveis por valores entre R$ 20 e R$ 40.

World Gin Day – Mirante 9 de Julho –  Rua Carlos Comenale, s/n São Paulo, SP (Atrás do MASP)

Bar – Marcos Felix é o melhor bartender do Brasil

2 de junho de 2016
www.tbfoto.com.brDIAGEO - Sao Paulo/SP, BRASIL - 24/05/2016
Foto: Tadeu Brunelli
ATENCAO: Toda foto deve ser publicada com o credito do autor, na sua integra sem cortes ou modificacoes, de acordo com a Lei Nº 9.610 de 19/02/1998.

Foto: Tadeu Brunelli

O bartender Marcos Felix, do bar. que fica na Rua Joaquim Antunes, 248 em São Paulo foi o grande vencedor da etapa brasileira do World Class Competition 2016 um dos maiores campeonatos de coquetelaria do mundo.

Para conquistar o título Marcos passou por diversos desafios. Durante dois dias nove bartenders do Brasil disputaram uma vaga na final global. Foram quatro provas que avaliaram técnica, conceito, criatividade e excelência de execução dos drinques apresentados.

No primeiro dia, o desafio inicial foi criar receitas dentro do conceito “Fruits & Plants”. Na sequência, os bartenders enfrentaram o “Against the Clock”: desafio onde cada competidor preparou oito coquetéis em 10 minutos.

O último pré-eliminatório foi o “Seasons Summer and Winter”, inspirado nas estações do ano, onde cada competidor apresentou duas receitas: um drinque fresco para o verão e um envolvente para o inverno.

Após avaliação dos jurados, quatro bartenders seguiram para desafio final, o “Around the World”. Nesta etapa Adriana Pino (SP – do bar Méz), Luciano Melo (Recife – do bar Loft), Marcos Felix (SP – do bar.), Rogério Souza (SP – Subastor). Cada competidor preparou dois drinques: um inspirado na sua cidade, apresentado no balcão e outro de algum país de sua preferência e admiração, servido em punchs para os jurados.

Marcos Felix preparou no balcão o drinque “Cariri”, com Ypiocá 5 Chaves, Cynar e bitter de aipo. Para o punch, se inspirou na Guatemala e apresentou o drinque “Guatemala Punch”.

O World Class é uma plataforma global da Diageo Reserve, que fomenta o desenvolvimento da coquetelaria através de diferentes experiências. O World Class Competition é uma delas, que busca reconhecer e valorizar o trabalho dos bartenders. A grande final acontece em Setembro em Miami e vai contar com bartenders representando 70 paises.

Drinks – Le Bilboquet cura ressaca da quarta-feira de cinzas

10 de fevereiro de 2016

Drinks - Le Bilboquet - GIN

Pulou muito o carnaval? Ainda tá de ressaca? Sabe qual é o melhor remédio para isso? Um bom drink.  De preferência um Gin Tônica, ou dois preparados com maestria pelo Felipe Rara do Le Bilboquet.

No cardápio, que muda no final de março são seis opções de Gin Tônica. Cada um com um Gin diferente e combinações diferenciadas.

– Jerry Thomas Gin Tõnica – Gordon’s, Blueberry, hibisco e limão desidratado (R$ 33)

– Ada Coleman Gin Tõnica – Beefeater 24, abacaxi, alecrim e gotas de baunilha (R$ 37)

– Salvatore Gin Tônica – Safron Gin, pimenta Jamaica, limão desidratado e grãos de café (R$ 41)

– Ernest Gantt Gin Tônica – Tanqueray, tomilho, laranja desidratada e caramomo (R$ 40)

Petraske Gin Tõnica – Beefeater, gotas de rosas, anis estrelado e limão siciliano desidratado (R$ 32)

– Macelhone Gin Tônica – Hendrick’s, pepino e manjericão roxo (R$ 55)

Le Bilboquet – Rua Vittorio Fasano, 49 – São Paulo – Telefone: (11) 2615-1509

 

Drinks – Duelo de Bartenders

9 de dezembro de 2015

Drinks - Desafio Against Bartender

Ainda  restam algumas vagas para o evento Against Bartender promovido pelo Bourbon Wild Turkey e o speakeasy SubAstor. A ideia deste projeto inédito no Brasil é que o o Bartender Fabio la Pietra que está no comando do SubAstor convidar os maiores nomes da coquetelaria mundial para duelos descontraídos que o público poderá acompanhar de perto e ainda votar no melhor da noite.

Nesta primeira edição, que acontece dia 15/12 em São Paulo e 16/12 no Rio de Janeiro, o rival de La Pietra será o bartender Steve Schneider, conhecido por seu trabalho no renomado bar de Nova Iorque Employees Only, que atualmente ocupa o 4º lugar no ranking do The 50 World’s Best Bars. Serão três rounds nos quais os profissionais terão que criar drinques sob pressão, apresentar a melhor receita e impressionar a plateia.

Na primeira rodada, os competidores terão que criar um drinque com ingredientes surpresa, na segunda etapa a habilidade testada será o preparo perfeito em pouco tempo. No desafio final, os bartenders apostam alto e apresentam seu signature cocktail, ou seja, aquele drinque que melhor expressa sua personalidade. O evento está marcado para começar às 19h, com welcome drinks, e a batalha às 20h. Os ingressos estão à venda via FoodPass (https://foodpass.com.br/) por R$ 190,00.

São Paulo – SubAstor – Data: 15 de dezembro

Horário: 19h Endereço: Rua Delfina, 163, Vila Madalena (embaixo do Astor)

Telefone: (11) 3815-1364

Rio de Janeiro – Bar Astor – Data: 16 de dezembro

Horário: 19h – Endereço: Avenida Vieira Souto, 110 – Ipanema

Telefone: (21) 2523-0085

Drinks – Bar A4 Mãos no Eataly

2 de outubro de 2015

Drinks - Bar a 4 maos Eataly

Desde sua inauguração a carta drinques do Brace Bar e Griglia que fica dentro do Eataly SP contou com drinques clássicos e alguns com um toque italiano. Ontem a noite foi apresentado a um grupo de jornalistas e convidados um novo projeto, o Bar A4 Mãos que marca a ampliação da carta de drinks do bar.

A ideia foi a de reunir quatro personalidades da coquetelaria brasileira que foram desafiados a criar drinques baseados em um elemento, água, fogo, ar e terra, usando ingredientes típicos italianos. A cada semana de outubro, às quartas-feiras, um dos quatro bartender apresenta o seu drinque ao lado de um coquetel criado pela equipe do Brace, usando o mesmo tema.

Responsável pelo projeto do “O bar virtual”, onde dá consultoria e forma profissionais, o gastrônomo Rodolfo Bob é o responsável pela mistura que leva grappa, limão siciliano assado com uva passa e castanhas, mel, bitter, água gaseificada, spray de temperos típicos, figo seco com infusão de ervas, álcool de cereais, manjericão, manjerona, orégano e tomilho, batizado de Grappafuoco, inspirado no tema Fogo. Terra Nostra (cachaça branca, cachaça em bálsamo, mel trufado, suco de limão siciliano, Bitter e vinho Chianti) foi feito por Zulu, inspirado no elemento Terra, pois seus coquetéis trazem sempre o conceito de regionalidade.

Mestre Derivan do Bar Número criou o Ischia, que leva grappa bianca, rosso, Strega e infusão de flor margaridas com água.  O quarto elemento, Ar, ficou a cargo de Jean Ponce, melhor bartender em 2013 que agora se prepara para abrir um bar de cachaça. Ele criou o coquetel Radice que leva raiz forte, cachaça Yaguara, polpa de maracujá, tangerina clementina, pimenta biquinho e ar de laranja.

Todas quartas-feira do mês de outubro – dias 7, 14, 21 e 28 –, das 19h30 às 22h00, um desses profissionais estará ao lado da mixologista da casa, Dudah Bonatto, com a equipe de bartenders do Brace, para – a quatro mãos – preparar o seu coquetel para os clientes. Todos os drinques permanecem no cardápio depois.

Serviço:

Evento: BAR A4 MÃOS

Local: Brace Bar e Griglia – 2º Piso do Eataly

Datas:

07 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Rodolfo Bob

14 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Zulu

21 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Derivan

28 de outubro, das 19h30 às 22h00 – presença do bartender Jean Ponce

Obs: Nestas datas, ao pedir um drinque da carta do Brace e um do bartender convidado, o preço será de R$ 40,00 (para os dois coquetéis)

Drinks – #WorldMartiniDay

19 de junho de 2015

Drinks - Martini Day

Hoje é o dia internacional do Martini e para celebrar a data a vodca polonesa Belvedere promove o drink em diversos bares no mundo e também no Brasil. O motivo desta ação é promover a escolha da marca que irá aparecer no próximo filme de James Bond,   Spectre.

Em 1962, na trama em que James Bond combate o satânico Dr. No, o espião torna o Martini um ícone de suas aventuras. No ano em que o drink aparece pela primeira vez nos filmes de 007, o momento em que o agente pede o seu drink entra para a história do cinema. “Um Vodka Martini meio seco, batido, assim como você disse!”, diz Bond. Desde então, em todos os filmes do lendário espião, o Martini é destaque. Ao passar dos anos, a frase de Bond ganha adaptações, mas não perde o tom peculiar que expressa toda a sua personalidade. “Vodka Martini, batido, não mexido!”.

O drink servido hoje tem duas versões o Belvedere 007 Martini (Criado pela equipe de mixologia de Belvedere Vodka), o drink leva vodka, Vermute seco e é decorado com um toque de limão e o Belvedere Double O que faz menção à licença para matar do agente, o drink leva vodka, Vermute seco francês e Vermute doce italiano, é coberto com limonada espumante, decorado com azeitona e uma fatia de laranja.

Em São Paulo os bares são o Barê, Candela, Le Bilboquet e Side; no Rio de Janeiro Clubhouse e Flashback; em Belo Horizonte Verona; em Brasília Dudu Bar; em Florianópolis May; em Curitiba Dot; e em Fortaleza Fuji Sushi Lounge.

Eu particularmente recomendo o Le Bilboquet que tem no comando do bar o talentoso Felipe Rara e o Side onde Talita Simões criou uma terceira receita para o drink.

Le Bilboquet – Rua Vittorio Fasano, 49 – Jardins – Tel: 2615-1509

Side –  Rua Tabapuã, 830 – Itaim Bibi – Tel: 3168-0311

Evento – Negroni Week

29 de maio de 2015

Drink - Negroni Week

Semana que vem, de 1º. a 7 de Junho chega a SP pela primeira vez, a Negroni Week, uma semana dedicada ao coquetel.  Criada em 2013 pela revista Imbibe, publicação referência em mixologia, a Negroni Week tem como objetivo promover um dos drinques mais conhecidos e celebrados do mundo. A história do drinque está muito ligada à Campari que é quem está promovendo o evento já que sem Campari não tem Negroni.

Durante o evento, que acontece em bares famosos da cidade, os consumidores poderão degustar as mais variadas receitas do drinque ou a tradicional combinação de Campari, Gim e Vermute. O bar Aconchego Carioca servirá a receita original, com a assinatura do barman Jean Ponce. No Braz Trattoria, a pedida é o Negroni Alla Spina, que serve a combinação clássica direto de uma torneira de chope, desenvolvido por Fabio La Pietra que também criou a versão mais suave do  drinque no bar Astor: o Negroni & Tonic, no qual o coquetel ganha a companhia de água tônica, tornando-o mais refrescante.

Quem curte o drink também terá uma versão envelhecida no Cuttelo Steak Bar, que elaborou um blend de Negronis repousados em dois barris de Carvalho. O Barê servirá a versão chamada “Don Vito Corleone”, que leva gim, vermute tinto, Campari, whisky e bitter de laranja. Além dele, o evento conta com a participação de casas como o Café Journal, Isola, MEATS (unidade Jardins), RUAA e Side Restaurante.

Mais informações no site:  www.negroniweek.com

Bares –Burguer de primeira

19 de dezembro de 2014

Bares - Holy Burguer

Ontem dei uma passada na Rua Dr. Cesario Mota Jr. para conhecer o Holy Burguer a nova casa de hamburguers, cervejas e drinks do centro da cidade.

A casa tem 26 lugares, e para mim a parte mais legal é o balcão que tem  nove banquetas altas. A decoração é bem rústica com madeiras, ferros enferrujados, canos de cobre aparentes, lâmpadas antigas e posters do tipo lambe-lambes nas paredes.

O cardápio do Holy Burger é dedicado aos hambúrgueres e foi inspirado nas inúmeras experiências dos sócios em restaurantes no Brasil e no exterior. Ao todo, são cinco opções, todas elaboradas artesanalmente com uma mistura exclusiva de três diferentes cortes de carne no burguer de 160 gramas. Tem também uma opção vegetariana sem carne.

Das opções que experimentei e recomendo destaque para o  Original Burger, burger, queijo cheddar, cebola caramelizada, bacon, maionese da casa no pão preto (R$ 25) ou o  St. Gorgon,  Burger, gorgonzola, agrião e cebola caramelizada e maionese da casa, no pão preto (R$ 25).

Para beber, dá para pedir uma cerveja da carta de 15 rótulos, entre opções nacionais e importadas, como a Amazon Beer, 2 Cabeças ou variedades importadas da marca Six Point e Brooklin.  Além disto, de uma garrafa com 30 litros no balcão, sai a tradicional Pink Lemonade. limonada a base de cranberry, suco de limão siciliano e hortelã fresca por R$ 8 o copo de 500ml.

Na carta de drinks apenas cinco coquetéis feitos com apenas três destilados, Whiskey  Jack Daniels, Tequila Jose Cuervo e Cachaça Nega Fulô. Recomendo o Iced Tequila Tea, drinque de assinatura da casa e o Maria sangrenta com bacon.

Holy Burguer – Rua Dr. Cesario Mota Jr. 527, Centro,, SP – Tel: (11) 4329-9475

 

 

Drink – Cointreau Fizz Pitangueiras

18 de dezembro de 2014

Já pensou nos drinks que vai servir no Natal e Ano Novo? Quer uma sugestão? Que tal um Cointreau Fizz? A Cointreau promoveu um concurso com bartenders de consagradas casas de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Fortaleza e Florianópolis para encontrar o melhor Cointreau Fizz do país.

O vencedor foi Rafael Pizanti, do Barê (São Paulo), que criou o Cointreau Fizz, Pitangueiras que teve como inspiração a brasilidade além de agregar refrescância ao drinque.

Dink - Cointreau Fizz PitangaCointreau Fizz Pitangueiras – By Rafael Pizanti – Barê Jardins (São Paulo/SP)

50 ml de Cointreau

10 ml de limão tahiti fresco

1 splash de bitter de laranja

5 pitangas frescas

1 folha de hortelã

Água com gás aromatizada com hortelã

Modo de preparo:

Em uma coqueteleira, macere a pitanga com a hortelã, o suco de limão e o bitter. Adicione Cointreau e bata com muito gelo. Coe e sirva na taça com gelo. Complete com a água com gás e decore com um ramo de hortelã e uma pitanga.

Drink – Um picolé que virou drink

2 de outubro de 2014

Drinks - Drink no Palito

Não lembro de já ter visto um drink no palito, mas agora já posso dizer que não só vi como experimentei o Sgroppino, um drink feito à base de sorbet de limão siciliano e espumante, que refresca os italianos da região de Vêneto desde 1528.

Como drink ele é extremamente refrescante e agora na versão palito melhor ainda. Esta foi a ideia da Diletto, tradicional marca de sorvetes que se juntou a Chandon, o espumante mais vendido no Brasil para criar o Sgroppino na versão palito. A receita é bem simples sorbet de limão siciliano Diletto, uma taça de Chandon Riche Demi-Sec e gotas de limoncello.

O picolé Sgroppino está a venda somente nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas, por R$10. Já o Drink Chandon Sgroppino pode ser encontrado em 6 restaurantes de São Paulo selecionados pela marca.
Confira os roteiros picolé e drink no http://www.sgroppino.com.br/home.php